Carla Diaz terá que depor sobre 'racismo reverso' no BBB21

De acordo com uma denúncia realizada por um deputado do PSL, Carla Diaz teria sofrido preconceito racial durante o BBB21

por Paulo Uchôa qui, 08/04/2021 - 18:18
Reprodução/Instagram/@carladiaz Carla Diaz: 'Vou ter que prestar esclarecimento sobre um procedimento de preconceito racial' Reprodução/Instagram/@carladiaz

Nesta quarta-feira (8), Carla Diaz foi até os stories do Instagram para falar sobre um assunto delicado. Ela afirmou na rede social que recebeu uma intimação para depor, alegando que a notificação é para saber se ela sofreu racismo durante sua participação no Big Brother Brasil 21.

"Vim falar de uma coisa muito chata, mas que queria que vocês soubessem por mim, justamente pra não ter fake news ou distorção. Essa semana, fui surpreendida por um policial da Delegacia de Crimes Raciais. Sim, bateram na minha porta. Eu levei um susto, óbvio, porque alguém pediu pra delegacia instaurar um inquérito e vou ter que prestar esclarecimento sobre um procedimento de preconceito racial, como se eu fosse a vítima. Como se eu tivesse sido vítima de discriminação! Quero dizer que acho isso tudo um absurdo, meu advogado já está vendo isso", disse.

Carla aproveitou a plataforma para afirmar que racismo reverso não existe: "Por favor, vamos ler, vamos nos informar, a internet está aí pra isso. O programa debateu racismo a semana toda. Estou muito chateada com essa situação, ainda mais porque isso tudo começou quando eu ainda estava na casa. Usaram meu nome sem meu conhecimento pra me colocar nessa situação".

Segundo informação do Uol, a denúncia envolvendo Carla Diaz partiu de um deputado do PSL do Rio de Janeiro. O parlamentar alega que a atriz foi vítima de preconceito racial, devido à uma fala da baiana Lumena Aleluia. Em uma conversa com Karol Conká, Lumena chegou a dizer na atração da Globo que Carla estava "toda cagada na branquitude".

Confira o pronunciamento de Carla Diaz:

Embed:

COMENTÁRIOS dos leitores