Maitê Proença comemora o nascimento da primeira neta

Atriz informou em uma rede social que a filha mais velha teve parto humanizado

por Paulo Uchôa sex, 31/07/2020 - 17:25

A atriz Maitê Proença está radiante. Nesta sexta-feira (31), ela informou em uma rede social que a filha mais velha, Maria Marinho, deu à luz a Manuela. Maitê celebrou o nascimento da sua primeira neta e declarou que a primogênita teve parto humanizado.

"Pra todas as mamães: Um parto humanizado. É intimo, mas se pudesse, postaria aqui uma foto do parto de minha filha, pra que nunca mais uma mãe aceitasse conceber na maca ginecológica de uma sala cirúrgica, com luz branca no rosto do recém-nascido, médicos cortando nosso períneo sem necessidade, levando a criança pra longe sem explicar porque, e pior, trazendo ao mundo bebês que não estão prontos", disse.

E completou: "Manuela nasceu calma e feliz. Estamos todos radiantes. A próxima geração, se vier toda assim, sem violência, será melhor do que a nossa. O mundo será também um lugar mais pacífico e amoroso. Graças a Deus. Obrigada Senhora Mãe de todas as mães. Obrigada à equipe do parto. E Obrigada Maria-minha alegria". Maria é fruto do ex-casamento de Maitê com Paulo Marinho. Eles viveram juntos durante 12 anos.

Confira:

Ver essa foto no Instagram

Pra todas as mamães: Um parto humanizado . É intimo, mas se pudesse, postaria aqui uma foto do parto de minha filha, pra que nunca mais uma mãe aceitasse conceber na maca ginecológica de uma sala cirúrgica, com luz branca no rosto do recém nascido, médicos cortando nosso períneo sem necessidade, levando a criança pra longe sem explicar porque, e pior, trazendo ao mundo bebês que não estão prontos. Pq quando é a hora, na maioria absoluta das vezes, o corpo avisa, a bolsa estoura, o útero se contrai e o parto segue seu curso natural. Transformaram um milagre corriqueiro da natureza em uma cirurgia, em coisa de doentes. Mercantilizaram isso também. E a que preço? A expressão da minha filha em vários momentos (vi por vídeos e fotos, não pude estar na maternidade por conta da pandemia) era de uma paz quase santa, uma beleza sem fim, na penumbra, com a música que ela e o companheiro escolheram, banheira de água quente pra amainar a dor, cadeiras próprias para parir se ela assim desejasse, uma cama, o pai ao lado “parindo” junto, o recem nascido sempre ao lado da mãe. E tudo isso, (que se pode até providenciar em casa, como antigamente) custa menos do que uma cesariana. Manuela nasceu calma e feliz. Estamos todos radiantes. A próxima geração, se vier toda assim, sem violencia, será melhor do que a nossa. O mundo será também um lugar mais pacífico e amoroso. Graças a Deus. Obrigada Senhora Mãe de todas as mães Obrigada à equipe do parto E Obrigada Maria-minha alegria #sempolemica #pazeamor #prápensar

Uma publicação compartilhada por Maitê Proença (@eumaiteproenca) em

Embed:

COMENTÁRIOS dos leitores