Acusada de censura, Caixa explica cancelamento de peça

Segundo o equipamento cultural, problemas contratuais levaram à decisão

por Paula Brasileiro seg, 09/09/2019 - 15:09
Divulgação/Rafael Telles O espetáculo foi cancelado após a primeira sessão Divulgação/Rafael Telles

O cancelamento do espetáculo Abrazo, do grupo Clowns de Shakespeare, causou forte reação no público que enxergou na medida um tom de censura. A peça faria uma temporada de 7 a 15 de setembro, no palco da Caixa Cultural, no Recife, mas foi cancelada no último sábado (7), após a primeira sessão. Nesta segunda (9), o equipamento cultural explicou, através de nota oficial enviada ao LeiaJá, o motivo da retirada do espetáculo de sua programação. 

A coordenação afirmou que Abrazo foi cancelado por conta de um descumprimento contratual. "A CAIXA informa que por descumprimento contratual cancelou o espetáculo Abrazo, com apresentações programadas no espaço cultural do banco. O contrato com o Clowns de Shakespeare foi rescindido, conforme comunicado ao Grupo nesta data".

O cancelamento das sessões foi informado pelo instagram do grupo Clowns de Shakespeare, no último sábado (7). O público demonstrou estranhamento em relação a medida e acusou a Caixa Cultural de estar censurando a peça. "Venho externar minha indignação contra a censura perpetrada em desfavor de um grupo reconhecido nacional e internacionalmente por seus belíssimos espetáculos"; "Temos que dar uma resposta forte a esse desmando"; "Que cláusulas misteriosas são essas, descobertas cinco minutos antes da segunda apresentação? Nossa, deve haver algo gravíssimo em Galeano", comentaram os seguidores.  

 

COMENTÁRIOS dos leitores