Jardim Botânico do Recife celebra 40 anos

Em comemoração a esta data foram inaugurados uma trilha acessível voltada para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, e a coleção Passifloraceae, um jardim temático dedicado ao estudo científico das espécies de maracujá

por Waleska Andrade sab, 03/08/2019 - 15:24
Divulgação Jardim Botânico do Recife comemora 40 anos Divulgação

Há quatro décadas, o Recife ganhava um Jardim Botânico, e em comemoração a esta data foram inaugurados no Jardim dois novos espaços: uma trilha acessível voltada para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, e a coleção Passifloraceae, um jardim temático dedicado ao estudo científico das espécies de maracujá. O Orquidário localizado no espaço também ganhou um presente especial com a doação de 100 orquídeas, de 33 espécies diferentes.

A inauguração dos novos locais foi comemorada pelo Prefeito da Cidade do Recife, Geraldo Julio, em visita ao local. Em sua fala o prefeito ressaltou a importância dos investimentos nas áreas ambientais, por conta da crise climática mundial e suas consequências e complementou: “Comemoramos, hoje, os 40 anos do Jardim Botânico e a marca de meio milhão de visitas realizadas nesses últimos cinco anos. Esse é um número muito importante, porque quanto mais pessoas vierem aqui, mais vão aprender sobre sustentabilidade e meio ambiente. Estamos numa cidade totalmente urbana, mas temos aqui esse oásis verde para levar essa consciência e essa transformação de comportamento que o mundo está precisando”, afirmou o prefeito.

O Jardim Botânico do Recife tem uma área de com 10,7 hectares de Mata Atlântica, em uma unidade protegida. O espaço conta com um remanescente de floresta atlântica que se integra a outras unidades protegidas e uma diversidade de coleção botânica. Após sua requalificação em 2014 o número de visitações aumentou, chegando a 500 mil visitas nos últimos cinco anos.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Neves, a coleção Passifloraceae além de receber visitação também será destinada para fins de estudos. “A pista acessível é uma das mais importantes na história do Jardim Botânico, porque permite que as pessoas com deficiência possam interagir com natureza. Acho que o recifense precisa descobrir esse espaço e o trabalho que realizamos aqui”, convocou José Neves. Ainda segundo ele o local recebeu cerca de 36 mil visitas apenas este ano.

A comemoração contou com a apresentação do coral Pró-Criança, além de outros atrativos como a doação de cem novas orquídeas do orquidófilo Moacy Eloy da Silva. Ele faleceu no início deste ano e a família decidiu doar a coleção do pai para o Jardim Botânico que além das visitas, também serão usadas para estudos científicos.

o JBR também ganhou um aplicativo desenvolvido pelo grupo Mobileda Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Ao baixar o app é possível conhecer o local, através de visitas guiadas por texto, áudios, mapa, localização e imagens. O aplicativo ainda conta com recursos para oferecer informações presentes no site da instituição como endereço, horário de funcionamento, telefones para contato, galeria de fotos e muito mais.

Com um projeto voltado à inclusão social o Jardim que teve um projeto financiado pela FACEPE e adquiriu uma impressora 3D, com o objetivo de produzir kits educacionais com representação de estruturas de uma célula vegetal, vistas apenas através de microscópios ou figuras ampliadas em livros didáticos, Para ser trabalhado no espaço com estudantes que não possuem acesso a equipamentos de microscopia, e também com pessoas cegas ou de baixa visão.

SERVIÇO

Jardim Botânico do Recife

(BR­ 232, km 7,5 - Curado - Recife PE - CEP 50.791-540) Terça à Domingo, 9h às 15h30

Entrada gratuita

Informações (81) 3355-0321 - 3355-0003

COMENTÁRIOS dos leitores