Julian Marley & The Wailers fazem noite de celebração

No comando do espetáculo, filho de Bob Marley procura repassar "feeling" do reggae para público pernambucano e lidera show direito a clássicos eternos de seu pai

por Fernando Sposito dom, 22/05/2016 - 06:06

Quem é fã de reggae sabe: as bandas do gênero, em seus shows, costumam ir além da apresentação musical propriamente dita; propõem um clima de celebração à tradição do ritmo. E foi com essa proposta que o filho de Bob Marley (falando em tradição...), Julian Marley, ao lado do grupo The Wailers, comandou a primeira apresentação da noite deste sábado (21), no Classic Hall, em Olinda. O espetáculo marcou a abertura do evento que teve, em seguida, a banda norte-americana, também do mesmo estilo, Soldiers of Jah Army (SOJA).

Após as músicas que serviram como cartão de visitas, Julian Marley engatou seu primeiro ‘diálogo’ com o público, com a seguinte frase: “Reggae é a música do coração”, disse, e, em seguida, encenou batidas em diferentes ritmos, indicando que o som ‘rasta’ segue o compasso do coração. A reação dos presentes no local foi o reconhecimento da ideologia com aplausos e danças ainda mais empolgadas na sequência do show.

A resposta do público foi mais intensa do que nesse momento somente nos verdadeiros auges do show: as músicas que se tornaram clássicos eternos do gênero com Bob Marley. Dentre elas, os destaques reproduzidos pelo herdeiro Julian, com semblante de admiração pela memória do pai, foram as emblemáticas “No Woman No Cry”, “Get Up, Stand Up” e “One Love”. Além das também marcantes "Jamming", “Natty Dread” e “Lion in the Morning”.

No encerramento, Julian Marley e The Wailers cumprimentaram o público em tom de agradecimento pela correspondência no clima de celebração proposto no palco. Por último, saudaram SOJA, abrindo alas para a atração que assumiu o comando dos instrumentos no ‘gran finale’ da noite que reuniu a nação regueira pernambucana.

COMENTÁRIOS dos leitores