Cristiano Lenhardt, um artista local na capital paulista

Morador de Recife expõe no Rumos Artes Visuais no Itaú Cultural, em São Paulo

por Karolina Pacheco qua, 08/02/2012 - 21:21
Divulgação Em Polvorosa, um corpo fora de sintonia remete a desorientação referencial Divulgação

Nesta quarta-feira (8) foi aberta a exposição geral Convite à viagem: Rumos Artes Visuais 2011/2013, na sede do Itaú Cultural, em São Paulo. A proposta do projeto é dar visibilidade aos nomes de artistas emergentes independente de sua plataforma artística (pintura, fotografia, vídeo). Foram quase dois mil inscritos em todo o país e para a mostra coletiva foram selecionadas 100 obras de 45 artistas. Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais são os estados com maior número de artistas participantes (11, 8 e 7 respectivamente).

Único representante de Pernambuco, o artista plástico Cristiano Lenhardt faz parte do casting da Galeria Amparo 60. Radicado no Recife há mais de cinco anos, o gaúcho vai exibir um vídeo projeção que faz parte do Projeto Entredecada, que compreende uma série de obras. Polvorosa será apresentada em formato de videoinstalação e foi produzida a partir de uma dupla projeção filmada durante uma viagem à China. Serão imagens distintas sendo exibidas simultaneamente numa tela especial: a narrativa se constitui de dois personagens que recriam magnetismo, energias e desmaterialização.

Após a exposição inicial, que tem a participação de todos os artistas, exposições temáticas irão rodar por quatro cidades brasileiras, incluindo o Recife. Ao fim do ano, haverá outra exposição geral no Rio de Janeiro, encerrando. A curadoria é de Agnaldo Farias.

COMENTÁRIOS dos leitores