Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

O PT vai pro combate e registra candidatura de lula para disputa presidencial

Aldo Vilelater, 10/04/2018 - 10:52

A presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR), afirmou que o PT, em reunião da Comissão Executiva Nacional realizada em Curitiba, decidiu que registrará em dia 15 de agosto a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto. Em entrevista ao “Jornal da CBN – 2ª Edição”, Gleisi disse que o PT não abandonará a candidatura de Lula “porque ele é inocente”. Gleise declarou que, porque é “inocente”, Lula tem o direito de disputar a Presidência. Afirmou que o PT perderia politicamente se cogitasse substituí-lo como postulante do partido. Segundo ela, “se tudo correr bem”, será lançada ainda nesta semana uma frente política de esquerda unindo PT, PC do B, PSOL, PDT e PSB para defender “a soberania” e a “liberdade do presidente Lula”. A senadora afirmou que essa frente não será eleitoral neste momento e que cada partido participará da eleição com seu candidato. Gleisi afirmou que “lamenta” a decisão da ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), de votar o habeas corpus de Lula antes de ações de repercussão geral que questionavam a aplicação da pena de prisão após sentença condenatória em segunda instância.A presidente Indagada se o PT não poderia se iludir novamente com o voto da ministra Rosa Weber, respondeu que espera que o STF seja guardião da Constituição e que “suas decisões sejam coerentes com posições definidas anteriormente”. Rosa Weber votou contra o HC de Lula alegando que não estava discutindo a tese. Agora, nos bastidores, dá sinais de que poderá votar a favor da prisão em segunda instância, contrariando entendimento tomado em outubro de 2016. Ou seja, votar do mesmo jeito no caso específico e na tese.

Mais um querendo o Senado

O Cantor Gospel e Pastor Jairinho esteve presente no III Congresso Nacional do REDE SUSTENTABILIDADE em Brasília neste fim de semana. O Pastor Jairinho que é uma aposta ao senado do REDE SUSTENTABILIDADE e da presidenciável Marina Silva por ser o único pré-candidato até agora do segmento evangélico no estado, confirmado, tem sua trajetória como cantor gospel de 30 anos cantando pelo Brasil inteiro e em mais de 40 países, além da sua capacidade técnica e habilidade para dialogar com todos os segmentos e movimento dentro do estado que já fazendo há 6 meses discutindo política e suas soluções. E toda a sua experiência nos bastidores de outras campanhas no estado de Pernambuco e em outros estados que elegeu muitos políticos conhecidos.

OAB lança Residência Jurídica para novos advogados e advogadas

Em solenidade que reuniu mais de 1,5 mil pessoas, o presidente da OAB Pernambuco, Ronnie Preuss Duarte, lançou na tarde dessa segunda-feira (09) o Programa Residência Jurídica, desenvolvido pela Escola Superior de Advocacia de Pernambuco (ESA-PE) como forma de qualificação para os profissionais da categoria com até cinco anos de inscrição na Ordem.

Ação

A proposta da especialização é que os novos advogados e advogadas adquiram experiência prática e tenham acesso a conteúdos relevantes não contemplados especificamente no programa curricular do curso de Direito.

Novidade

A apresentação da novidade ocorreu durante o Compromisso Legal da OAB-PE, realizado no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, no qual participaram cerca de 560 jurandos e jurandas. “Por iniciativa da OAB Pernambuco, a Residência Jurídica é uma oportunidade para aqueles colegas que não tiveram a vivência prática alcançarem o aprofundamento no exercício profissional. Hoje, de maneira efetiva, passamos a oferecer algo verdadeiramente inovador: a possibilidade de uma imersão supervisionada na advocacia”, ressaltou Ronnie Duarte.

Armando debate soluções para melhorar a economia do País

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) destacou, nesta segunda-feira (9), durante o Special Meeting, evento organizado pela AMCHAM-Recife e que reuniu gestores de indústrias de Pernambuco, a necessidade cada vez maior de o setor privado e o Congresso Nacional dialogarem para constituir uma agenda que conduza à desburocratização e à simplificação da economia no Brasil. Para Armando, essa união vai melhorar o ambiente de negócios em todo o País e representará em ganhos de produtividade para as empresas. Temas ligados à economia Pernambuco também estiveram na pauta do petebista durante a reunião.

Fala de candidato

"No Brasil, as empresas padecem por conta da burocracia, do elevado custo de financiamento das suas operações e de um ambiente tributário disfuncional e complexo. Conversamos sobre esse momento da economia brasileira, especialmente na visão do Congresso Nacional, e aquilo que pode representar a contribuição do Congresso para melhorar o ambiente de operação das empresas", frisou Armando.

Propostas

No encontro, o senador apresentou algumas das ações desenvolvidas pelo Grupo de Trabalho (GT) de Reformas Microeconômicas do Senado. Segundo Armando Monteiro, que coordena o GT no âmbito da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), o objetivo desse fórum é criar as condições para melhorar o ambiente de negócios em todo o País.

Ação rápida

A expedição do mandado de prisão em menos de 24 horas depois de o Supremo negar-lhe habeas corpus espantou até ministros que são favoráveis ao encarceramento após a segunda instância.

Rapidez

A ação rápida de Sergio Moro ampliou o volume das críticas à presidente do STF, Cármen Lúcia, que optou por levar o recurso de Lula ao plenário sem que a corte discutisse ações que podem rever sua jurisprudência. Hoje ainda mais dividido, o tribunal será alvo de nova onda de pressão.

Joaquim vai??

O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa ainda tem que unir o PSB e garantir a legenda para se candidatar, mas as pesquisas que circulam entre seus adversários mostram que ele tem tudo para ser o fato novo da eleição presidencial. Segundo esses levantamentos, Barbosa só perde no segundo turno para um candidato, justamente aquele que tem grandes chances de ficar de fora da cédula – Lula. Em todos os outros cenários, ele vence, inclusive de Jair Bolsonaro.

Prendendo todos

Após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato, investigadores ligados à operação dizem que os próximos passos devem ser o aprofundamento das apurações contra líderes de outros partidos, assim como a aprovação de mudanças na legislação penal e o fim do foro privilegiado.

A fala do delegado

O delegado da Polícia Federal Milton Fornazari Júnior, responsável pela Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros em São Paulo (Delecor), afirmou em uma rede social que "agora é hora de serem investigados, processados e presos os outros líderes de viés ideológico diverso, que se beneficiaram dos mesmos esquemas ilícitos que sempre existiram no Brasil (Temer, Alckmin, Aécio etc)."

Amigos do presidente enroscados

O juiz federal Marcus Vinicius Reis, da 12ª Vara da Justiça Federal em Brasília, aceitou nesta segunda-feira (10) denúncia por organização criminosa contra o advogado José Yunes, ex-assessor da Presidência, e o coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, amigos do presidente Michel Temer.

Acusações

Os dois foram acusados de integrar um grupo de integrantes do MDB que, segundo o Ministério Público Federal, formou um núcleo político para cometer crimes contra empresas e órgãos públicos. A suposta organização criminosa ficou conhecida como "quadrilhão do MDB".

Lula vai falar

A Justiça Federal em Brasília designou para o dia 21 de junho o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo da Operação Zelotes, que apura irregularidades na compra de caças suecos durante o governo Dilma Rousseff. Lula é réu no processo, junto com um dos filhos, por supostos tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na compra.

Visita na cadeia

Governadores dos estados do Nordeste devem desembarcar em Curitiba, amanhã, para visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão na sede da Polícia Federal.

Todos por Lula

De acordo com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), pelo menos cinco governadores já teriam confirmado presença: Flávio Dino (PCdoB-MA), Rui Costa (PT-BA), Camilo Santana (PT-CE), Paulo Câmara (PSB-PE) e Welington Dias (PT-PI). O partido ainda aguarda o sinal verde de Ricardo Coutinho (PT-PI) e Jackson Barreto, que deixou o governo do Sergipe há três dias para disputar eleição ao Senado.


Com Lula preso agora a história é outra

Aldo Vilelaseg, 09/04/2018 - 10:43

A prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já faz partidos políticos repensarem suas estratégias para a corrida eleitoral deste ano. No PT, a falta de opções é o principal problema para a candidatura à Presidência. A sigla pretende insistir na candidatura de Lula. Usará imagens captadas durante sua permanência no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, e do discurso que fez em um carro de som no começo da tarde de sábado (7). Sem o ex-presidente Lula, o PT tem pouquíssimas alternativas. O ex-ministro Jaques Wagner resiste a ser o substituto na disputa pela Presidência. Ele tem todas as razões possíveis para declinar da honra de substituir Lula. Investigado em um inquérito da Lava Jato, Wagner está em busca de refúgio no foro privilegiado, alternativa que garante um processo mais moroso aos suspeitos de corrupção. E, ao contrário de muitos outros em situação semelhante, ele tem um caminho relativamente fácil até seu objetivo. Pode ser candidato ao Senado pela Bahia, onde terá uma campanha levemente tranquila, ao lado do governador Rui Costa (PT), que aparece como grande favorito nas pesquisas e sem concorrentes à altura até agora.

A bola da vez agora será o PSDB??

Enquanto Lula decidia o que fazer diante do início da pena, a Polícia Federal prendeu em São Paulo um ex-diretor da Dersa, estatal de rodovias, Paulo Vieira de Souza, ou Paulo Preto. Paulo Vieira de Souza é acusado de desviar recursos que teria encaminhado aos tucanos durante os governos de Alckmin, José Serra e Alberto Goldman; é acusado também de abastecer com recursos ilegais o atual ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.

Propinas

De acordo com executivos da Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão e Andrade Gutiérrez, e o doleiro Adir Assad, Vieira de Souza cobrava 0,75% de propina em todas as obras no Rodoanel.

Em busca dos bandidos

Nesse caso, a investigação começou com uma denúncia internacional: o Ministério Público da Suíça informou que ele tinha o equivalente a R$ 113 milhões em contas internacionais.

Os acusados se defendem

Segundo a defesa de Vieira de Souza, sua prisão nada tem a ver com a Operação Lava Jato. O PSDB garante que jamais teve qualquer vínculo com o ex-diretor de Engenharia da Dersa nas administrações Alckmin e Serra e apoia integralmente as investigações que estão sendo realizadas.

Bastidores

A Polícia Federal já havia elaborado um plano de contingência para prender Lula caso ele não se entregasse. O Plano B seria colocado em prática na manhã deste domingo, depois das 6h. Agentes federais invadiriam a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista, para executar o mandado de prisão emitido por Sergio Moro. Em contato com dirigentes da PF, o juiz da Lava Jato revelou-se irritado com a pajelança política promovida por Lula em São Bernardo do Campo.

Mendonça senador?

Bem mesmo com evento realizado e apesar do grupo de oposição não anunciar os nomes da chapa, durante o evento deste fim de semana, em Ipojuca, o discurso e a ordem dos discursos já mexeu com o imaginário de quem estava no ato. A fala final do evento foi do ex-ministro da Educação, Mendonça Filho. Segundo ele, Pernambuco vive um tempo em que o poder serve para intimidar adversários e perseguir quem não está com o Palácio do Governo. “Não é exercido para atender as demandas básicas da saúde, da educação e da segurança.

Mais Mendonça

E Mendonça continuou a falar no evento “Na história de Pernambuco nunca se assistiu ao que se assiste hoje. Um governador no primeiro mandato, em busca da reeleição, com muito poder na mão, perdendo a cada dia mais aliados. Não tem habilidade. É governador, mas não lidera. É governador, mas não governa. Governam por ele. O entorno é quem manda. E o pernambucano percebe isso. Não é à toa que o nosso palanque só faz crescer. É preciso gerar esperança e resgatar a liderança que Pernambuco sempre teve no Nordeste e o respeito que sempre teve no Brasil”.

A chapa da oposição

De mesmo ser formada por Armando Monteiro para governador, Bruno Araújo para vice, Mendonca Filho e Silvio Costa para senadores . Somente em abril eles decidem e anunciam.

Grupos de renovação política se filiam em massa ao Movimento 23 antigo PPS

Militantes de diversos grupo de renovação política, como o Agora, RenovaBR, Acredito e Livres se filiaram nesta quinta-feira, ao PPS / Movimento23. Formados basicamente por jovens que buscam mudar a forma de fazer política no país, os representantes dos movimentos se mostraram empolgados com a proposta de renovação política do PPS, que desde o final março já filiou mais de 300 pessoas, incluindo o deputado federal Daniel Coelho.

Feliz com o novo partido

Animado com a filiação dos novos correligionários, Daniel acredita que a tendência é o partido ganhar ainda mais participação política, especialmente de jovens. “Esse é um movimento que está mobilizando a sociedade. É um partido horizontal. Queiram ou não queiram os juízes, o nosso bloco será o campeão”, afirmou.

Mais gente chegando

Candidato a vereador do Recife pelo PV nas eleições de 2016, José Neto também ingressou na legenda. “Fico feliz com tudo o que tem acontecido aqui em Pernambuco em relação ao PPS, esse movimento que está sendo capitaneado por Daniel Coelho. A gente precisa renovar a nossa política, mas a bem da verdade, a gente não vê esse espaço sendo dado. Graças a Deus isso está acontecendo aqui em Pernambuco, a gente está conseguindo fazer um time forte, um time que preza pelos mesmos valores e a sorte está lançada. A gente sabe que existe o anseio da população pela renovação e vamos ver se a gente consegue conectar, encaixar, se apresentar e que o povo identifique a gente como esse meio de renovar a política, que está tão desgastada”, afirmou.

Movimento crescendo

Candidata a vereadora do Recife em 2016 pelo PSL, Karla Falcão, integrante do Livres, falou sobre as razões de sua filiação no PPS. “A gente está num momento da política brasileira em que as pessoas que pensam diferente acabam focando nas diferenças e polarizam, não conseguem construir juntas. O que mais me chamou a atenção nesse movimento que está surgindo, que é a renovação do PPS como Movimento 23, é exatamente encontrar pessoas diferentes, que estão buscando abrir mão do confronto para buscar a convergência, buscar de fato um projeto para a sociedade e não somente um projeto de poder. O que mais me motiva a estar nesse projeto não é só uma disputa eleitoral, mas sim a construção de um partido.  A gente vê que a sociedade brasileira não confia nos partidos porque os partidos não entregam para a sociedade brasileira o que eles esperam que é o diálogo, a transparência, a construção de um projeto. E aqui eu consigo enxergar isso”.

Armando Monteiro e as ações dos municípios

Ao participar do 5º Congresso da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), no Centro de Convenções, em Olinda, nesta quinta-feira (5), o senador Armando Monteiro (PTB-PE) destacou o papel da entidade em promover um diálogo com toda a classe política pernambucana, independente de disputas partidárias. A colocação foi feita durante a abertura da mesa redonda que teve como tema “Desafios e oportunidades dos municípios na implementação dos ODS”. O diálogo foi mediado pelo presidente da Amupe, o prefeito José Patriota, e teve as presenças do secretário-executivo da Comissão Nacional de ODS (CNODS), Henrique Villa; o prefeito de Barcarena (PA), Antônio Carlos Vilaça, entre outras autoridades.

Reforço na ação da AMUPE

"É muito importante que a Amupe possa promover, como vem fazendo, um diálogo com toda a classe política de Pernambuco, independente de partidos. A Amupe é, pela sua natureza, uma entidade que tem papel institucional e se coloca acima do jogo político partidário. O que nos reúne aqui é a agenda e a pauta municipalista", afirmou Armando Monteiro, em seu discurso.

Deputado Silvio Costa denuncia que Governo ainda deve R$280 milhões do FEM dos anos de 2014 e 2015

O Governo Paulo Câmara deve aos municípios pernambucanos cerca de R$ 280 milhões das edições 2014 e 2015 do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), além de nem sequer ter lançado as edições 2016 e 2017 do programa, nem ter dado, até agora, nenhuma sinalização se vai ou não lançar a edição de 2018. Dos R$ 733 milhões destinados durante as três edições do Fundo, o governo do Estado deixou de repassar 38% desse total.

Mais informações

O que chama atenção é que o orçamento previsto para 2018, de R$ 51 milhões é cinco vezes menor do que 2013, quando o fundo foi lançado e foram investidos R$229,2 milhões.

O que o líder da oposição acha

Para o líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Silvio Costa Filho (PRB), a redução mostra o descompromisso do governador Paulo Câmara com os municípios. “O FEM é uma importante ajuda para os municípios, mas infelizmente não está sendo tratado como deve. É fundamental que o governo mantenha o auxílio e não o trate como peça de marketing. Entendemos que ações objetivas sejam tomadas, pagando o que deve aos municípios. Além disso, o Fundo deve ser mantido pelos próximos governadores e de maneira impositiva, buscando mecanismos na desburocratização para a liberação do recurso para ajudar os municípios”, destacou.

Mais críticas

No decorrer do Governo Paulo Câmara, o número de municípios beneficiados pelo FEM teve uma diminuição expressiva, sendo 182 cidades, em 2013, e 94 em 2017. Quase a metade. “O Governo vem reduzindo os repasses exatamente no momento em que os municípios mais precisam de recursos por causa da crise econômica. Esses valores apenas representam saldos de anos anteriores”, avaliou.


Lula preso? Moro se apressou?

Aldo Vilelasex, 06/04/2018 - 10:33

Caso venha mesmo a se entregar hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve seguir regras similares às de outros presos na PF com a diferença de que estará isolado dos demais. O petista vai ficar em uma sala no NIP (Núcleo de Inteligência Policial), no quarto andar do prédio. Isso significa que Lula estará fora da custódia, onde estão detentos como o ex-ministro Antonio Palocci e o sócio da OAS Léo Pinheiro (também condenado no caso do tríplex). Tanto as visitas como o banho de sol não serão realizados em conjunto com os demais presidiários. Ainda assim, a princípio, as regras são as mesmas: visitas às quartas-feiras e duas horas de banho de sol por dia. Caso Lula se apresente à carceragem nesta sexta (6), como determinou o juiz Sergio Moro, é possível que seja negociada uma visita antes da próxima quarta-feira (11).  No despacho, Moro afirmou que, "em razão da dignidade do cargo ocupado", foi preparada uma sala reservada, "espécie de Sala de Estado Maior", na qual Lula ficará separado dos demais presos, sem risco para sua integridade moral ou física. Com dimensões de 3 m x 5 m, a sala conta com uma cama, uma mesa e um banheiro exclusivo. O cômodo, utilizado como dormitório por agentes da polícia em missão, passou por algumas modificações para a chegada do ex-presidente, como a retirada de uma cama beliche. O que mais se discute no meio jurídico são as ações rápidas do juiz Sergio Moro, quais as razões que o levaram a agir antes dos embargos dos embargos. Com a palavra os muitos juristas deste país.

A fala dos políticos

Ao longo da noite de ontem ( quinta-feira) e madrugada de hoje (sexta-feira), muitos foram os políticos de todo o Brasil que opinaram:

João Derly (Rede-RS), líder do partido na Câmara - "A prisão de Lula, condenado por corrupção, demonstra que os danos causados pelo mau uso da coisa pública tem consequências graves perante a lei. O ex-presidente será preso mas não podemos cair em "falsas verdades", como a de que Lula é um perseguido político ou que sua prisão acabará com a corrupção. É neste momento de crise que precisamos reafirmar a crença na democracia e nos seus instrumentos. O respeito à constituição é a garantia de que depois de amanhã, passada a turbulência, o Brasil será mais um país forte e mais justo."

José Rocha (PR-BA), líder do partido na Câmara - "Acho que isso é muito ruim para a política brasileira, Lula é um líder, essa decisão do Supremo, dividida, divide o país também. Muito ruim isso. A Suprema Corte tem que definir por unanimidade. Acho que [o Moro] deveria ter esperado os embargos, não tem por que essa pressa, ele [o Lula] não vai fugir do país. Devia esperar mais até para não ter esse tipo de questionamento."

Lindbergh Farias (PT-RJ), líder do partido no Senado - "Isso é um absurdo porque a defesa do presidente Lula ainda tinha até terça-feira (10) para apresentar os embargos dos embargos [...]. Essa prisão é um absurdo, ilegal, inconstitucional."

Marcos Rogério (DEM-RO), deputado federal - "A decisão do juiz Sérgio Moro é um desfecho de todo processo até agora. A decisão dele mostra que o sistema penal funcionando, que a lei vale para todos.

Maria do Rosário (PT-RS), deputada federal - "Moro tem seu despacho de prisão contra Lula pronto há quanto tempo? Inaceitável! Lula e advogados decidirão e têm meu apoio, mas não creio, por ser inocente, que Lula deva se entregar em Curitiba."

Miro Teixeira (Rede-RJ), deputado federal - "São momentos indesejáveis que se somam: o momento da corrupção que fez tanto mal à população brasileira e esse outro momento de ver um líder de tantas lutas ser recolhido à prisão. O Lula não é exclusivamente um ex-presidente. É um símbolo da luta contra a ditadura pela anistia, pela democracia de um modo geral. Mas, exatamente com base nos postulados democráticos, ele recebe uma pena de reclusão."

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela - "Não só o Brasil mas o mundo inteiro te abraça, Lula. Dói a alma esta injustiça. A direita, ante a sua incapacidade de ganhar democraticamente, elegeu o caminho judicial para amedrontar as forças populares."

Paulo Bauer (PSDB-SC), líder do partido no Senado - "A lei existe e ela deve ser cumprida por todos, independente da posição social, independente da biografia, independente da sua condição econômica e política. Quando alguém descumpre a lei, existe uma penalidade, que é aplicada pela Justiça. O ex-presidente da República descumpriu leis, foi julgado, teve direito à defesa. E no julgamento o entendimento foi de que ele merecia uma penalidade. [...] A decisão judicial deve ser cumprida pelo ex-presidente e por isso agora ele tem que se entender e tem que prestar contas da sua vida para o Judiciário, e não mais para a sociedade”.

Roberto Jefferson, presidente do PTB e condenado no mensalão - "Não tenho sentimento de vingança em relação a Lula. Também não desejo seu mal. Muito menos comemoro sua prisão. Já passei por isso e sei o quanto uma prisão é desumana, cruel. Recomendo a Lula resignação, paciência, humildade, calma. Que saiba tirar as lições necessárias."

Rodrigo Garcia, líder do DEM na Câmara - "A decisão do juiz Sérgio Moro segue a lei. Nós estamos num Estado Democrático de Direito, o ex-presidente Lula teve direito à sua defesa, usou todos os recursos estabelecidos no Código Penal e foi condenado. Por isso, espero que ele se apresente conforme a determinação do juiz Sérgio Moro."

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara - Aqueles que têm responsabilidade pública, em qualquer nação, não podem celebrar a ordem de prisão de um ex-presidente da República. No entanto, o mandado de prisão decorreu de um processo submetido à mais alta Corte do Poder Judiciário, em que foi respeitado o amplo direito de defesa. O Brasil é uma democracia madura onde as instituições funcionam plenamente. Toda e qualquer manifestação em relação ao mandado de prisão precisa respeitar a ordem institucional."

Ronaldo Caiado (DEM-GO), líder do partido no Senado - "A prisão de Lula mostra a força e a conscientização do povo brasileiro em não aceitar quem usa o cargo público para corromper e ser corrompido. É uma quebra de paradigma, pois ninguém imaginava que um dia um ex-presidente corrupto iria para a cadeia."

 

Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA), vice-líder do partido na Câmara - "A decisão, de forma açodada, ocorreu antes de serem esgotaos todos os recursos em segunda instância. [...] Uma velocidade descomunal."

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), líder do partido no Senado - "Barbaridade! Prisão de Lula decretada e ainda dizem que a lei é para todos! Como assim? Condenaram Lula sem provas e prendem sem trânsito em julgado! Ah! Ele não é do PSDB! Vamos reagir.

Álvaro Dias (Pode-PR), líder do partido no Senado - "É lastimável ver um ex-presidente da República ser conduzido à prisão. Mas é um avanço. A impunidade perdeu. O Estado de Direito prevaleceu. As leis estão governando os homens neste momento e nós estamos caminhando para a inauguração de uma nova Justiça no Brasil."

Alex Manente (PPS-SP), líder do partido na Câmara - "Um dia histórico para o Brasil. Finalmente está sendo preso o ex-presidente Lula, chefe de uma das maiores organizações criminosas com o dinheiro público. Não tenho dúvida que isso deixa todos nós com a sensação de Justiça, que ela chega para todos, que não pode se cometer crime em qualquer escala de poder. Mas também nos deixa envergonhados perante o mundo ver um ex-presidente preso."

Ana Amélia (PP-RS), senadora - "Ninguém está acima da lei!"

Ciro Gomes (PDT-CE), pré-candidato a presidente - "Estou acompanhando com muita tristeza tudo que está acontecendo com o ex-presidente e meu amigo Luiz Inácio Lula da Silva. Por mim, e por muitos brasileiros, especialmente os mais pobres, por quem ele tanto fez. Espero que os próximos recursos possam prontamente quanto possível estabelecer sua liberdade. Parte importante do país na qual me incluo, não consegue ver justiça, muito menos equilíbrio em um providência tão amarga, enquanto remanescem intocados notórios corruptos do PSDB.

Chico Alencar (PSOL-RJ), deputado federal - "É uma celeridade impressionante, parece que têm medo de alguma reação popular, sequer apreciam os recursos finais, os chamados embargos dos embargos, há uma insegurança desse poder tão imperial. Tudo isso contribui para que se reaja. Por que no caso do Lula tem essa pressa total?"

Darcísio Perondi (MDB-RS), vice-líder do governo na Câmara - "A justiça sendo feita no Brasil. Um ex-presidente da República, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, deverá cumprir 12 anos de cadeia. Ele tem até amanhã, sexta-feira, às 17 horas, para se apresentar em Curitiba. A decretação da prisão do Lula é uma mostra de que já passou o tempo da impunidade e que os graúdos do colarinho branco também podem ser presos e pagar por seus erros."

Evo Morales, presidente da Bolívia - "Repudiamos a revoltante decisão da justiça do Brasil que, ameaçada por oligarquias corruptas, negou o direito constitucional do irmão Lula da Silva a se defender em liberdade. Essa sentença ilegítima é um golpe institucional contra a democracia do povo do Brasil."

Geraldo Alckmin (PSDB), governador de São Paulo - "É lamentável ver a decretação da prisão de um ex-presidente, mas tenho a convicção de que isso simboliza uma importante mudança que vem ocorrendo no Brasil: o fim da impunidade. A lei vale para todos."

Gleisi Hoffmann (PT-PR), senadora e presidente do partido - “Violência sem precedentes na nossa história democrática. Um juiz armado de ódio e de rancor, sem provas e com um processo sem crime, expede mandado de prisão para Lula, antes de se esgotarem os prazos de recurso. Prisão política, que reedita os tempos da ditadura.”

Humberto Costa (PT-PE), líder da minoria no Senado - "Esse mandado de prisão expedido de forma absolutamente açodada é mais um declarado abuso nessa caçada política implacável contra Lula. É um escândalo, que envergonha o Brasil."

Jandira Feghali (PCdoB-RJ), deputada federal - "O momento exige de nós coragem. O arbítrio chegou ao limite e a prisão de Lula sem provas foi decretada. Não nos calamos durante os duros anos da ditadura e não nos farão esmorecer agora. Permaneceremos ao lado dos que lutam pela democracia. A força de Lula será a nossa força."

O que disse Lula?

Após o juiz Sergio Moro mandar que Lula se apresente em Curitiba até as 17h desta sexta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira, em entrevista a rádio CBN que sua prisão é "absurda" e "sonho de consumo" de Moro e de pessoas que querem vê-lo passar "um dia preso". Segundo o comentarista, o ex-presidente afirmou ainda que aguardará as orientações de seus advogados sobre se irá se apresentar amanhã à PF.

Lula agitado

Por volta da 0h30 desta sexta-feira (6), o ex-presidente Lula deixou a sala da presidência do sindicato, onde estava havia mais de quatro horas, e por cerca de dez minutos cumprimentou com abraços os militantes que o esperavam no segundo andar do prédio, em uma área isolada com grades.

Lula falou

Lula também não discursou, como havia a expectativa. Muitos apoiadores se emocionaram ao abraçar o ex-presidente. Pouco antes, representantes do sindicato haviam anunciado que estava proibido fazer filmagens do petista, e a reportagem foi repreendida por perguntar a Lula se ele se entregaria nesta sexta. 

A tarde de Lula

Dentro do prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, uma romaria para prestar apoio ao ex-presidente Lula se instalou na noite desta quinta-feira (5), após a ordem de prisão do petista.Lula ficou por mais de duas horas isolado dos apoiadores dentro da sala da presidência do sindicato, onde poucos agraciados podiam entrar. 

Movimentação

A quem tentava ver o ex-presidente, a resposta era pouco animadora: “Só autoridades, o pessoal da comunicação e do Instituto Lula”, orientava o sindicalista responsável por regular a entrada. Por vezes a regra de “quatro por vez” não era seguida, como quando de uma vez entraram o o criador da Mídia Ninja, Pablo Capilé, os deputados do PSOL Ivan Valente e Luiza Erundina e mais três apoiadores, colocados para dentro pela intercessão do senador Lindbergh Farias.

Ontem

Por volta das 22h, os seguranças ampliaram o cercadinho com gradis para que Lula pudesse sair da sala mais tarde, o que não havia ocorrido até as 22h30. Pouco depois, três embalagens de quentinha para o ex-presidente tiveram acesso livre à sala. Do lado de fora, apenas água para os militantes e sindicalistas.

Recorrendo

A defesa do ex-presidente Lula entrou com um habeas corpus no STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar impedir a prisão de Lula.

O argumento central é que o TRF-4 antecipou a execução da pena ao determiná-la antes da publicação do acórdão do julgamento dos embargos de declaração apresentados pelos advogados.

Paulo Câmara com Lula

O Governador de Pernambuco emitiu nota sobre a possível prisão de Lula, abaixo a nota na íntegra:

“Hoje é um dia triste para o Brasil ver um líder popular da importância de Lula enfrentar este momento. A sua história de vida mostra que Lula é um sobrevivente, um lutador. O ex-presidente da República continua com o nosso respeito e a nossa solidariedade. Não se pode pensar que a manutenção da liberdade de Lula, neste momento, seja uma ameaça à sociedade que justifique a prisão”.

Paulo Câmara

Governador de Pernambuco

Geraldo Júlio também

O prefeito do Recife também se manifestou, eis a nota abaixo:

"Vivenciamos hoje um dia triste para o Brasil, em que os brasileiros assistem ao processo de prisão contra o ex-presidente Lula, um dos mais emblemáticos e populares políticos do nosso País. Respeito o ex-presidente e me solidarizo por esse momento.”

Geraldo Julio - Prefeito do Recife


E agora PT?

Aldo Vilelaqui, 05/04/2018 - 09:57
O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou por 6 votos a 5 o pedido de habeas corpus preventivo da defesa e com isso autorizou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O cansativo julgamento durou quase 11 horas, e o resultado foi proclamado na madrugada desta quinta-feira (5) pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia. Agora, a execução da prisão depende do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que, em janeiro, condenou Lula a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá (SP). A defesa de Lula ainda tem possibilidade de apresentar um último recurso ao TRF-4, mas que não tem poder de reverter a condenação e absolver o ex-presidente. Vale lembrar que o prazo tem doze dias e já começou a contar no último dia 27.Votaram contra a concessão do habeas corpus o relator do caso, Edson Fachin e os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Cármen Lúcia. Votaram a favor Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello e Celso de Mell. Agora depois da ducha fria do STF aos partidários de Lula, o partido não sabe o que vai fazer, o ex presidente já admite que não vai poder disputar eleições este ano sepultando uma esperança do partido dos trabalhadores. Somente o tempo vai dizer e rápido o destino da legenda não só para eleições presidenciais bem como as eleições nos estados.
O contra da presidente
 
A ministra fez um voto breve, após mais de dez horas de sessão. Ela já havia se posicionado dessa maneira em julgamentos sobre a prisão de condenados de segunda instância em 2009 e 2016. Com isso, ficou negado o habeas corpus preventivo para Lula, e o ex-presidente poderá ser preso com o esgotamento dos recursos no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, com sede em Porto Alegre.
 
Lula não falou
A assessoria de imprensa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou que o petista não iria falar   sobre a decisão do STF sobre o habeas corpus. Ficou pra hoje ou quem sabe em alguns dias.
 
Viu tudo
Lula estava em uma sala do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC com a ex-presidente Dilma Rousseff e o governador do Acre, Tião Viana, quando a ministra Rosa Weber votou. Na sala não havia TV. Durante o voto, ele saiu para cumprimentar pessoas.
 
Esperança que acabou rápido
Pelo Twitter, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, lembrou que a sessão ainda não tinha acabado e afirmou: "Não vamos desanimar". Deputados estaduais e dirigentes petistas que acompanhavam o julgamento no prédio em São Bernardo estão deixando o local.
 
Balde de água fria
Os militantes receberam o voto de Rosa Weber com algumas vaias e silêncio. Militantes tentaram sem sucesso puxar o grito "povo sem medo", mas não houve adesão. Parte dos manifestantes deixou o local.
 
Rosa Weber frustra petistas
A ministra que votou contra o pedido de habeas corpus preventivo ao ex-presidente Lula, formando um placar de 4 a 1 contra o petista. Durante uma hora de voto, Rosa Weber falou em manter a "coerência", já que deu decisões parecidas em outros casos do tipo desde 2016, quando o Supremo decidiu que pode haver a prisão de condenados em segunda instância sem desrespeitar o princípio da presunção da inocência. A ministra disse que se posicionou desta maneira em caso que foi definido em 19 de março.
Meireles se arrependeu?
 
Aliados do ministro Henrique Meireles  dizem que sua aparente indecisão sobre deixar o cargo para disputar as eleições tem motivação simples: ele não quer ser vice em uma chapa encabeçada por Michel Temer.
 
 
Brigas eternas no STF
Ao deixar a sessão do Supremo Tribunal Federal na madrugada desta quinta-feira, o ministro Marco Aurélio Mello insistiu na necessidade de pautar as duas Ações Diretas de Constitucionalidade (ADCs), das quais é relator, que questionam a jurisprudência atual favorável à prisão na segunda instância.
 
Faíscas
 
A presidente Cármen Lúcia, porém, resiste em colocar o assunto para julgamento, mas Marco Aurélio lembrou que ela está na reta final do mandato, ao ser questionado se acredita que os processos serão pautados:
 
A fala de Jungmann
 
O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou, hoje, que o general Eduardo Villas Bôas foi "correto" nos tuítes do dia anterior nos quais declarou que o "Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade".
Sem maiores repercussões
 
“A fala do general foi no sentido da serenidade e de respeito à Constituição e às regras, o que é correto. Fora da Constituição e do jogo democrático não há a possibilidade do retorno ao passado”, disse Jungmann, destacando que a regra do jogo é "para ser cumprida".
 

A quarta feira tão esperada por muitos chega com expectativa e torcidas, o que não faz bem para o processo democrático

Aldo Vilelaqua, 04/04/2018 - 10:42

O dia  em que os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal vão julgar o pedido habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) depois de ser condenado na segunda instância começa com pressão total sobre a mais alta corte do país. Estamos acompanhando e registrando de um lado, manifestações de movimentos antipetistas e ainda juristas capitaneados pelos procuradores da Operação Lava-Jato entregam hoje ao STF abaixo-assinado com milhares de assinaturas de integrantes do Judiciário e do Ministério Público pedindo que os condenados sejam presos após decisão de segunda instância, o que levaria o petista a ser encarcerado de imediato. Do outro, um grupo de magistrados e advogados de condenados pede que seja mantida a previsão constitucional de que alguém só é considerado culpado por um crime quando houver sentença condenatória transitada em julgado em todas as instâncias. Mais um componente entra em questão por causa da agenda dos ministros, que alegaram ter compromissos inadiáveis, a última sessão do STF,  em 22 de março, foi interrompida sem que a corte decidisse o destino do ex-presidente. Além disso, os ministros concederam salvo-conduto ao petista até o julgamento de depois de amanhã. Lula se mantém livre depois que o último recurso no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) foi julgado em 26 de março, mas essa condição pode ser alterada dependendo do julgamento do habeas corpus. O ex-presidente foi condenado a 12 anos e um mês de prisão no processo do triplex no Guarujá (SP), do qual, segundo a sentença do juiz federal Sérgio Moro, teria se beneficiado como pagamento por favorecer a empreiteira em contratos com o governo.

O dia D

Para hoje logo mais as duas da tarde  estão previstas manifestações dos movimentos Brasil Livre (MBL) e Vem pra Rua em todo o país pedindo a prisão de Lula. Ontem, Dia da Mentira, o gramado do Supremo Tribunal Federal amanheceu com uma faixa com os dizeres “1º de abril, feliz dia do STF”.

Apoio

Ontem ( terça feira dia 3 de abril,  Lula participa de ato promovido por seus apoiadores no Circo Voador, no Rio de Janeiro. O ato “em defesa da democracia”, como é chamado pelo PT, terá mais uma vez como um dos motes o argumento de que eleição sem Lula é fraude, conforme apregoam também os movimentos sociais em manifestação pelo país.

Apelo

Um grupo do Ministério Público e da magistratura entrega ao STF abaixo-assinado para pressionar os ministros a favor da prisão em segunda instância. O documento, que já conta com mais de 2 mil assinaturas, segundo os organizadores, é a maior ofensiva de juristas já feita pela execução da pena antes do trânsito em julgado. Eles alegam que, se o STF mudar a jurisprudência sobre o assunto, inúmeros condenados – seja por corrupção ou crimes violentos como estupro e homicídio – serão liberados.

Ruas e protestos

A pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, petistas e integrantes de movimentos de esquerda organizam, para hoje  quarta-feira (4), o que chamam de uma vigília cívica e democrática durante o julgamento apresentado ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Orientações

O ex-presidente Lula orientou seus apoiadores a não hostilizarem a Justiça durante o julgamento de seu pedido de habeas corpus para evitar a ideia de pressão externa sobre o Supremo.

Mais ruas

Apesar das recomendações, o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra João Paulo Rodrigues falou em guerra caso o petista perca. Ele deu a declaração após visita ao Instituto Lula.

Vai sair mesmo

O deputado Jarbas Vasconcelos está de saída do MDB, até o próximo sábado, na companhia de Raul Henry, atual vice-governador do Estado, deputados, prefeitos e vereadores, Jarbas se filiará a outro partido, possivelmente o PSD, para ser candidato ao Senado em outubro.

FBC golpista?

Ao menos é o que muito partidário do deputado Jarbas Vaasconcelos e seus aliados estão dizendo por aí. Tudo por conta das ações causadas pelo Senador FBC nos últimos meses. Aliás este tem sido o adjetivo mais leve que se tem usado contra o senador.


Amupe marca terreno com mais um grande Congresso

Aldo Vilelater, 03/04/2018 - 10:16
Nesta quinta e sexta-feira (5 e 6/04) a Associação Municipalista de Pernambuco – AMUPE realiza seu 5º Congresso Pernambucano de Municípios, no Centro de Convenções, com abertura a partir das 10h, com a presença do governador Paulo Câmara, ministros, senadores, prefeitos e outras autoridades. Na ocasião, AMUPE, PNUD e Governo do Estado assinam memorando de entendimento e haverá o lançamento do Prêmio Prefeito Empreendedor, pelo Sebrae. O público também conhecerá o Anuário dos Municípios Pernambucanos 2018, em formato digital. O projeto atende os princípios da sustentabilidade, evitando impressão de papel, temática central de todo o evento. O arquivo será disponibilizado posteriormente no site da Amupe.O tema desta edição será Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Meta Global, Ação Municipal.  Já no primeiro dia, às 14h, mesa redonda com Henrique Villa, secretário executivo da Comissão Nacional de ODS (CNODS), Antônio Carlos Vilaça, prefeito de Barcarena/PA e José Patriota, presidente da Amupe e representante da CNM na CNODS.
 
Programação ampla
 
No dia 6, a programação começa mais cedo, às 9h, com oficinas temáticas simultâneas. Na área de Educação, o público terá oportunidade de conhecer a experiência do município de Sobral/CE que detém o melhor IDEB do país. Outra experiência exitosa é de Gramado, o prefeito João Alfredo Bertolucci, vem falar como conseguiu envolver a população de forma a expandir o turismo e tornar o município famoso em todo o mundo.
 
Participação de secretários
 
Será a oficina Turismo Integrado, Geração de Renda e Desenvolvimento Sustentável, que terá ainda as participações de Felipe Carreras, secretário de Turismo do Estado, Josenildo Santos, presidente da ASTUR e Marta Feitosa, da CNM.
 
Licitações em pauta
 
No período da tarde, o advogado e professor de Direito Jorge Ulisses Jacoby Fernandes será um dos palestrantes. Na ocasião, o especialista tratará de Compras Sustentáveis e Desenvolvimento Econômico Municipal, como a regra do parcelamento e o registro de preços podem favorecer empresas municipais; estatuto da metrópole, o desenvolvimento municipal e a regularização fundiária, Jacoby é referência no mundo jurídico e das licitações.
 
Oficinas
 
A tarde, os assessores de comunicação estão sendo convidados a participar da oficina O Potencial da Comunicação na Implementação dos ODS,  que terá a participação de Guilherme Larsen, assessor de comunicação do PNUD, Jô Mazarollo, diretora da Rede Globo Recife e Eduardo Amorim do coletivo Intervozes.
 
Gestão pública
 
Paralelo as oficinas, acontece o Seminário Transparência e Participação Social para a Democratização da Gestão Pública Local, das 9h30 às 17h. O seminário faz parte de um projeto que a Amupe tem, em parceria com a União Europeia que busca envolver os municípios e oferecer ferramentas que facilitam a transparência da gestão.
 
Valorização regional
 
O 5º Congresso terá ainda apresentações culturais e exposição com stands de municípios e fornecedores. Entre as apresentações, o Coco de Raízes de Arcoverde, tradições carnavalescas como Os Caretas (Triunfo), as La Ursas (São Caetano), o frevo (Olinda) e os Tabaqueiros (Afogados da Ingazeira), além de orquestras e grupos oriundos de programas sociais dos municípios de São Bento do Una, Cumaru, Surubim e Aliança. O público ainda poderá conferir banda de pífanos e grupos de pé de serra.
 
Museu do Cangaço celebra o mês da Dança com atividades gratuitas no projeto “No Quintal do Museu”
 
O Dia Internacional da Dança é celebrado no dia 29 de abril - aniversário do mestre do balé francês Jean-Georges Noverre, um dos pioneiros da dança moderna -, mas terá um mês de comemoração no Museu do Cangaço, no município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú. A programação gratuita, que vai de 08 a 29 de abril, sempre a partir das 20h, conta com vários artistas e grupos musicais do Sertão pernambucano, que se reúnem no projeto “No Quintal do Museu”.
 
Atrações
  
Entre as companhias que integram o evento, estão o Grupo de Danças Gilvan Santos, Grupo Luar do Sertão, Coco Lampião, Grupo de Xaxado Zabelê, Cia de Danças Filhos de Sol, Quadrilha Junina Sertaneja, As Belas da Vila, Balé Cultural de Afogados da Ingazeira, Coco das Abelhas, Grupo Herdeiros do Xaxado, Grupo de Xaxado Cabras de Lampião e Coco Trupé.
 
Valorização da cultura e preservação de patrimônio
 
De acordo com a presidente da Fundação de Cultura Cabras de Lampião e responsável pelo Museu do Cangaço, Cleonice Maria, o grupo é zeloso com as raízes que os sustentam. “As novas gerações nunca apagaram da memória os versos dos antigos cantadores. Nas calçadas das igrejas e nos grupos de jovens jamais deixaram de existir os brincantes de dança e teatro, os recitais e as loas, as cantigas de rodas e modinhas, nas noites enluaradas, que manifestam a alegria de nossa gente que continua viva e em movimento. E é essa mistura do passado e as (re) criações do presente que fazem do sertão um verdadeiro celeiro de novos talentos”, afirma.
 
A bronca em São Lourenço
A Justiça de São Lourenço da Mata considerou “prematuro" o pedido de liminar feito pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para afastar o prefeito Bruno Pereira de suas funções e manteve o gestor no cargo. A decisão da juíza Aldileide Galindo, da 2ª Vara Cível do município, foi tomada na tarde desta segunda-feira 2 de abril em resposta à Ação Civil Pública interposta pela promotora de Justiça Mariana Vila Nova, que pediu o afastamento do prefeito antes de o mesmo apresentar sua defesa. A ação, que envolve ainda outras duas pessoas e a empresa RCOM, trata de supostas irregularidades na compra de pneus para a frota do município.
Justificando
Para embasar a decisão de manter o prefeito no cargo, a juíza lembra que os fatos a que a promotora se refere teriam ocorrido em 2017 e que Bruno Pereira foi afastado em decorrência de um outro processo, o que, na sua opinião, poderia “possibilitar a colheita das provas sem sua interferência”. Por decisão do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE), Pereira retornou em 17 de janeiro deste ano.
O prefeito Bruno Pereira se manifesta
Para o prefeito Bruno Pereira, ainda não há o que comemorar. Mas o entendimento da Justiça de que deve ser ouvido é uma evidência de que o decorrer do processo provará a sua inocência. “Temos seguido a orientação do próprio Ministério Público e de outros órgãos de controle para alicerçar nossas licitações e nossos processos. Sempre estivemos à disposição para quaisquer esclarecimentos. Acreditamos que o povo de São Lourenço da Mata terá a sua vontade nas urnas respeitada”, afirmou.
 
A nota de Daniel Coelho
 
“Um passo à frente e você não está mais no mesmo lugar”, disse, duas décadas atrás, o músico pernambucano Chico Science, apontando não apenas o óbvio, mas o necessário: o mundo está em constante transformação. E muitas vezes é preciso ter coragem para sair da zona de conforto e mudar.
 
Justificando a saída do PSDB
 
Hoje, deixo o PSDB para me filiar ao PPS. Junto com jovens idealistas, com aqueles que fazem e fizeram o partido, além de movimentos de renovação da política como Agora, Livres, RenovaBR e Acredito, estamos construindo a transição para uma nova legenda. Com novo nome, renovada em ideias, práticas e processo democrático.
 
Assumindo compromissos
 
Em congresso nacional, o partido já deliberou pela sua renovação e mudança de nome, a ser concretizada nos próximos 30 dias. A proposta já apresentada para que o partido passe a se chamar Movimento 23 está em curso de implementação.
 
Ações no meio ambiente pautam ida de Daniel Coelho para PPS
 
Nossos compromissos com a pauta ambiental, o direito dos animais, a ética, o combate à corrupção, uma economia mais liberal e com menos interferência estatal, o apoio ao empreendedorismo, defesa intransigente da democracia, respeito à diversidade e às liberdades individuais e o combate a qualquer tipo de preconceito ou discriminação continuarão sempre a nos guiar como princípios em nossa atuação política.
 
Boa notícia: Cães doutores passam a auxiliar acompanhamento de alunos com necessidades especiais de Olinda
 
Estudantes especiais matriculados na rede municipal de Olinda passam a contar com o suporte de cães doutores para desenvolver habilidades cognitivas. Max, um cachorro de quatro anos, da raça Golden Retriever, faz parte do projeto Bolinha de Pelo e estará na iniciativa. O animal ganhará o reforço de mais cinco cães treinados. Os “novos doutores” serão apresentados nesta terça-feira (03.04), às 9h, no auditório da prefeitura, onde também ocorrerá o anúncio das escolas contempladas.  
 
Prefeitura de Petrolina vai abrir linha de crédito para ambulantes cadastrados no São João 2018
 
Os ambulantes cadastrados pela Prefeitura  para trabalhar no São João de Petrolina, poderão contar com uma nova concessão de linha de crédito da Agência Municipal do Empreendedor (AGE).  A boa notícia foi dada na manhã desta segunda-feira (02), durante reunião técnica de planejamento entre as secretarias de Cultura, Turismo e Esportes; Desenvolvimento Econômico e Agrário e a Vigilância Sanitária.
 
Terezinha Nunes apresenta relatório
A deputada estadual e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Terezinha Nunes (PSDB) apresentará, nesta terça-feira (3), um relatório de resultados da Frente no auditório Senador Sérgio Guerra, às 9h. Na ocasião, estarão presentes mais de 15 entidades de atenção a PcDs em Pernambuco.
Prestando contas
Durante o primeiro ano de atividade, a Frente obteve várias conquistas relacionadas ao segmento como, a criação de um centro referência de doenças raras – até então inexistente em Pernambuco, - a ampliação de mais espaço nos ônibus na Região Metropolitana do Recife, a criação de um grupo de trabalho para alteração legislativa do Lei do Vem Livre Acesso, criação de um grupo para analisar editais a inclusão de PcDs em cotas de concursos públicos,  a redução da jornada de trabalho para servidores públicos do Estado que têm filhos com deficiência, entre outras.
Viagens da frente

A Frente também foi a vários municípios do Estado para debater sobre inclusão social nas respectivas regiões: Petrolina, Ouricuri, Araripina, Afogados da Ingazeira, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. O objetivo das reuniões foi de ouvir as ONGs locais e coloca-las em diálogo direto com a gestão dos municípios.
 
Ações parceirizadas
 
“A dinâmica adotada pela Frente foi a da sala de situação, em que, semanalmente, reunia-se o que foi denominado de Rede de Inteligência Inclusiva, que congrega os três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Os poderes constituídos reuniram-se com atores como MPPE, Defensoria estadual e da união, OAB PE, Conselhos da Pessoa com Deficiência e de entidades de classe. A Rede teve a ativa participação das ONGs e o diagnóstico traçado é resultado de um processo coletivo, da escuta de quem vivencia a situação, ou seja, este panorama traçado parte do esforço coletivo de muitos atores para evoluir o processo de inclusão em nosso estado”, pontua Terezinha.

Como presente de páscoa , todos foram pra casa, isso continua sendo o Brasil!

Aldo Vilelaseg, 02/04/2018 - 10:36

E por aqui nas terrinhas tudo continua como dantes no quartel de Abrantes, se rouba, tiram onda da cara do cidadão, passam algumas horas detidos e depois o Supremo vai lá e manda todos pra casa, para que eles continuem a zombar da gente. Entre os presos neste último final de semana estavam dois amigos do presidente Michel Temer – o advogado José Yunes, ex-assessor especial da Presidência da República, e João Baptista Lima Filho, ex-coronel da Polícia Militar de São Paulo. Nove dos presos estavam desde quinta-feira (29) na sede da PF em São Paulo Deixaram às 23h50 do último sábado a prisão na sede da PF em São Paulo após o ministro Barroso expedir o alvará de soltura as seguintes figuras: José Yunes, advogado, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer; Antônio Celso Grecco, empresário, dono da empresa Rodrimar; João Batista Lima, ex-coronel da Polícia Militar de São Paulo e amigo de Temer; Wagner Rossi, ex-deputado, ex-ministro e ex-presidente da estatal Codesp; Milton Ortolan, auxiliar de Wagner Rossi; Eduardo Luiz de Brito Neves, proprietário da MHA Engenharia; Maria Eloisa Adensohn Brito Neves, sócia nas empresas MHA Engenharia e Argeplan; Carlos Alberto Costa, sócio fundador da Argeplan e ex-sócio da AF Consult Brasil; Carlos Alberto Costa Filho, sócio da AF Consult BrasilOs presos em São Paulo saíram juntos. Eles abriram mão de fazer o exame de corpo de delito para poderem ser liberados mais rapidamente. O único a falar com a imprensa foi o ex-deputado e ex-ministro Wagner Rossi. Ele disse que tudo estava esclarecido e a prisão não fazia sentido.Lembremos que a operação foi deflagrada dentro do inquérito que investiga se empresas do setor portuário, em especial a Rodrimar, pagaram propina para serem beneficiadas com um decreto presidencial assinado por Temer.

Meireles vai ou não vai?

Se não houver imprevistos, Henrique Meirelles se filia ao MDB amanhã e na sexta-feira larga o Ministério da Fazenda para cair no mundo dos pré-candidatos a presidente.

Na briga

Sem o cargo, seu desafio passa a ser não sumir do noticiário. Mas, pelo menos para os primeiros dias, Meirelles não tem uma agenda encorpada de candidato e nem uma equipe de pré-campanha. Ainda não se estruturou para isso.

Pagando pra ver

Tem muita gente graúda no MDB apostando que mais à frente, em meados do ano, pode se consolidar uma chapa que junte Henrique Meirelles como candidato a presidente e Flávio Rocha a vice, numa aliança, portanto, com o PRB.

São Lourenço manda nota enorme justificando boatos?

Em resposta às notícias de novas ações do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) solicitando o afastamento do prefeito Bruno Pereira, a Prefeitura de São Lourenço da Mata informa:

Que não foi notificada oficialmente sobre os casos;Que o conteúdo das Ações Civis Públicas tratam de fatos supostamente ocorridos em 2017, já devidamente esclarecidos, que não causaram dano ao erário público nem violação ao princípio da legalidade. A ausência de ofensividade às boas práticas foi reconhecida pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE),  que devolveu ao povo de São Lourenço da Mata a sua vontade expressa nas urnas em 2016 e recolocou o prefeito Bruno Pereira no cargo para o qual foi eleito com 32.802 mil votos ( 53,29% dos eleitores).Que as ações civis púbicas ajuizadas são baseadas em relatório de auditoria especial do TCE-PE em que o prefeito Bruno Pereira nem sequer é citado;

Mais respostas

Que o relatório do TCE-PE aponta tão somente erros formais nos processos licitatórios, devidamente corrigidos a tempo; Que, desde que, por força da Justiça, retornou ao cargo, em 17 de janeiro de 2018, o prefeito Bruno Pereira tem seguido estritamente a todas as orientações dos órgãos de controle, como o Ministério Público de Pernambuco, (MPPE), o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria Geral da União (CGU), inclusive na adoção de novas medidas e normas de controle e de gestão, de modo a cumprir a legislação em sua integralidade;

Justificando

Que tem realizado auditorias internas com o intuito de averiguar denúncias, incluindo ações com indícios de ilegalidades praticadas entre 26 de setembro de 2017 e 16 de janeiro de 2018, durante a interinidade do vice-prefeito à frente do Executivo municipal, detectando fortes evidências de maus-tratos ao Tesouro Municipal e de outros entes públicos, o que já suscitaram o envio de quatro relatórios ao Ministério Público de Pernambuco;  Que, em busca de maior transparência e zelo com a coisa pública, a Controladoria-Geral da Prefeitura de São Lourenço da Mata está em processo de formatação da primeira Lei Anticorrupção municipal do Estado de Pernambuco, com a supervisão da CGU, que dará à administração municipal ainda mais força para coibir possíveis malfeitos com o dinheiro do povo de São Lourenço da Mata;

Segue a resposta gigante da prefeitura

Que, entre as medidas de mais controle e zelo, está a realização de auditoria na folha de pagamento e a instalação de processo administrativo para identificação e indenização de pessoas que prestaram serviço ao município, mesmo contratadas de forma irregular, sem quaisquer documentações e, obviamente, sem concurso público, culminando com o pagamento de 139 garis e guardas municipais, que comprovaram o trabalho desenvolvido, nas duas últimas semanas deste mês;  Que o prefeito Bruno Pereira e as outras pessoas que, porventura, sejam citados nos processos estão completamente à disposição das autoridades para esclarecimentos a respeito de quaisquer assuntos e que pretende ir até o fim para provar sua inocência, em respeito, não somente às 32.802 pessoas que o escolheram como prefeito, mas também a toda a população de São Lourenço da Mata.

Mendonça agindo

Hoje o ministro da Educação, Mendonça Filho, autoriza, às 14h, a construção do novo Campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em Goiana.


O Cerco ao presidente Temer começa a se fechar

por sab, 31/03/2018 - 10:17

Agora o cerco está fechando e devagar o presidente Temer vai sentindo o gosto da prisão chegar mais perto, claro que não vai acontecer agora pois no poder ele tem todas formas de lei para se proteger. Nessa história toda o  ministro Luís Roberto Barroso apontou a possibilidade de estar em andamento, desde há mais de 20 anos até hoje em dia, um esquema de concessão de benefícios públicos no setor dos portos em troca de recursos privados para fins pessoais e eleitorais. Essa é uma das principais justificativas para a Operação Skala, realizada nesta quinta-feira, 29, apontadas pelo ministro relator do inquérito que investiga o "Decreto dos Portos", assinado por Michel Temer em 2017. Essa avaliação vem de informações que faziam parte de um inquérito já arquivado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que foi resgatado para a investigação atual. Barroso não está batendo fraco ao contrário está entrando pesado no processo, o ministro apontou que, de acordo com o que foi apurado até agora na investigação policial, há "indícios que demonstram a possibilidade de se estar diante de um esquema contínuo de concessão de benefícios públicos em troca de recursos privados, para fins pessoais e eleitorais, que persistiria por mais de vinte anos no setor de portos, vindo até os dias ele hoje".

Temer triste

A um só tempo, a prisão dos dois coleguinhas mais próximos de Michel Temer estraçalhou a tentativa do Planalto de criar um ambiente minimamente favorável a especulações sobre sua candidatura à reeleição e reacendeu o fantasma de nova denúncia criminal.

Fechando

O cerco se fechou no momento mais frágil da relação dele com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Arremessado ao corner, Temer pode se recolher e ficar escondido como um rato no buraco.

Hoje tem novidade

A Polícia Federal marcou para as 8h30 desta sexta-feira (30) o depoimento do ex-coronel João Batista Lima, amigo do presidente Michel Temer.

Prisão

A prisão de Lima foi autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, relator do inquérito do inquérito que investiga se Temer, por meio de decreto, beneficiou empresas do setor portuário em troca de suposto recebimento de propina.

Ouvida

Lima será ouvido pela PF em São Paulo, após quase 9 meses de tentativas frustradas. Desde junho de 2017, o ex-coronel apresenta atestados de saúde como resposta às intimações da PF para esclarecimentos.

Protesto

A Associação dos Delegados de Polícia e o Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado do Paraná  esclareceram a imprensa números e documentos que desmentem as declarações dadas nesta quarta-feira (28) pelo governador Beto Richa (PSDB), contra o Delegado da Polícia Civil do Paraná Dr. Wilkinson Fabiano Oliveira de Arruda.

Briga

Durante entrevista à Folha, Richa ainda chamou o delegado de mentiroso, após ele dizer que a perícia do Instituto de Criminalística é extremamente precária.  Richa também minimizou os tiros disparados contra ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dizendo que foi um ataque localizado.(BR 247).

Olha ele de novo

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, criticou, na noite de hoje, a operação da Polícia Federal que levou às prisões de dois amigos do presidente Michel Temer. Para o ministro, "os canhões da conspiração" se voltaram contra o governo após Temer cogitar publicamente se candidatar à reeleição.


Mais problemas para o governador Paulo Câmara, a seca insiste em cambalear o Estado

Aldo Vilelaqui, 29/03/2018 - 09:57

Chegamos em uma situação crítica, difícil e complicada a cada dia. O governo de Pernambuco decretou, situação de emergência em 52 cidades do Sertão do estado devido à estiagem. A determinação, publicada no Diário Oficial do Estado, é válida por 180 dias a partir da data de publicação. Isso somente vem mostrar como o cenário está complicado, a seca já bate o sexto ano e cada vez mais estamos a beira do caos por falta de água, se tivéssemos políticas sérias ao longo dos anos não estávamos passando por esse perrengue. Segundo a administração estadual, o decreto considera que os habitantes dos municípios contemplados "não têm condições satisfatórias de superar os danos e prejuízos provocados pelo evento adverso, haja vista a situação socioeconômica desfavorável da região". As perdas na agropecuária também foram levadas em consideração, segundo o decreto. Ainda no texto, as medidas necessárias para combater a situação de emergência nesse grupo de municípios serão adotadas por órgãos estaduais competentes para atuação específica nesses casos. Vejam em  que situação chegamos.

Quem chega?

O presidente Michel Temer decidiu acatar a sugestão do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e vai colocar Eduardo Guardia, atual secretário-executivo da pasta, no comando do Ministério. Segundo interlocutores da área econômica, a troca será formalizada na terça-feira, quando Meirelles finalmente anunciará que vai deixar o cargo para tentar viabilizar uma candidatura à Presidência da República.

Novo ministro

O futuro ministro não era o nome preferido pela ala política do governo. Guardia é considerado “difícil” na hora de negociar projetos e assuntos de interesse de estados e municípios. Outra crítica era que o presidente estaria colocando à frente da Fazenda alguém muito ligado ao PSDB, partido que terá o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como candidato à Presidência. Guardia foi secretário de Fazenda de São Paulo na gestão de Alckmin.

Sempre Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), chamou de molecagem pergunta da Folha de São Paulo  sobre os custos com passagem aérea de viagem sua a Lisboa. O jornal questionou o ministro se ele iria voltar para o julgamento do habeas corpus de Lula em 4 de abril e se o voo para Portugal tinha sido pago pelo STF.

A grosseria de Gilmar mendes em resposta ao jornalista

“Devolva essa pergunta a seu editor, manda ele enfiar isso na bunda. Isso é molecagem, esse tipo de pergunta é desrespeito, é desrespeito”, disse o ministro por telefone, de Lisboa, ao repórter. 

Entrega de peixe em Paudalho deve beneficiar mais de 8 mil famílias

A Prefeitura do Paudalho por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social vai entregar peixes , nesta quarta (28) e quinta-feira (29),  para mais de oito mil famílias do Município que são cadastradas no CadÚnico e Bolsa Família. Segundo a pasta, vão ser entregues, a cada família, cerca de dois quilos de peixe do tipo castanha. O objetivo da iniciativa é que no período da Páscoa nenhuma das famílias em situação de vulnerabilidade social fique sem o produto na mesa.

Todo o Município

Um cadastro foi realizado em todas as comunidades do Paudalho do dia 12 ao dia 23 deste mês. De acordo com a secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, Valquíria Marinho, a ação não deixará ninguém de fora. “É importante ressaltar que foi realizado em todas as comunidades da cidade, das mais afastadas até o centro esse cadastro. O nosso comprometimento é que todos sejam incluídos”, disse.

Pode acreditar

O ator Alexandre Frota postou nesta quarta-feira 28 em sua conta no Twitter um vídeo do deputado federal e pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro, em que o presidenciável declara, aos risos: "Se você quer me ver presidente um dia eu quero te ver ministro da Cultura


Adiamento da PPP do Saneamento em 12 anos prejudica os pernambucanos, diz oposição

Aldo Vilelaqua, 28/03/2018 - 08:00

 Sem nenhum debate ou discussão com a sociedade, o Governo do Estado prorrogou o prazo para conclusão das obras da parceria público-privada (PPP) do Saneamento, que tem como meta universalizar o acesso à rede de esgotamento sanitário em toda a Região Metropolitana do Recife. Com a alteração, o novo cronograma estica para 2037 a conclusão das obras, antes previstas para serem entregues 12 anos antes, em 2025. De acordo com o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), desde 2015, segundo ano da PPP, a estatal de saneamento vem repassando 86,5% de todo o faturamento com a taxa de esgoto para o parceiro privado, a BKF Ambiental, a título de contraprestação operacional, o que representa pouco mais de R$ 200 milhões por ano. Para 2018, segundo nota técnica da Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe), essa conta somará R$ 239,1 milhões. Quando o Programa Cidade Saneada foi iniciado, em 2013, a cobertura dos serviços de coleta e tratamento de esgoto na Região Metropolitana do Recife era de 30%, atualmente o índice é de 37%, podendo chegar a 90% em 2037, quando na verdade a promessa inicial era de que até 2024, a mesma parcela da população teria a cobertura de esgotamento sanitário.

Mais críticas

O parlamentar também questiona a nova equação financeira do empreendimento, que reviu os valores de investimentos a serem feitos pela Compesa e pelo parceiro privado, a BRK Ambiental, que assumiu a participação da Odebrecht no empreendimento. “Segundo o último aditivo do contrato, a BRK vai desembolsar R$ 5,83 bilhões. Como a empresa vai ser remunerada por esse investimento extra? Quanto desse total vai ser repassado para o consumidor?”, questiona.

Carne de bode distribuída pela Prefeitura beneficia comunidade do em Petrolina

A Prefeitura de Petrolina continua realizando a distribuição de carne de bode para a população em condição de vulnerabilidade social. Na noite desta terça-feira (27), a entrega aconteceu no Bairro Jardim Petrópolis e mais de 300 famílias foram contempladas.

Politica??

Sob a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, um volume de 7500 kg de carne de bode, obtido por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, está sendo doado a 1500 famílias de baixa renda em Petrolina e, cada família cadastrada pela Central Única dos Bairros (CUBAPE) está recebendo 5 kg de carne de caprino.

Raquel Lyra recebe “Prêmio Prefeitura Amiga da Mulher”

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, recebeu, nesta terça-feira (27), o “Prêmio Prefeitura Amiga da Mulher”, promovido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A quinta edição do prêmio contemplou, também, os prefeitos dos municípios de Arcoverde, Palmares e Itamaracá.

Critérios

Dentre os critérios para seleção dos premiados, estão prefeituras que se destacaram pelo conjunto de políticas públicas para as mulheres, formação de redes estruturadas, com organismos municipais de defesa dos direitos das mulheres, adesão ao FEM Mulher, existência de Conselho da Mulher, de Centros de Referência, além de ações de promoção da saúde feminina e campanhas educativas.

Recife mapeia ações disponíveis para os jovens da cidade

Dentro da programação da 2ª Semana Municipal da Juventude, a Prefeitura do Recife lançou, na tarde desta terça-feira (27), o Guia Municipal de Políticas Públicas de Juventude do Recife, no auditório do Museu da Cidade do Recife, no Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José.

O site

Disponível no site da Prefeitura, a publicação organizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas Sobre Drogas e Direitos Humanos (SDSJPDDH) traz um resumo de quase 70 ações, serviços, programas e projetos da PCR que estão disponíveis para os mais de 400 mil recifenses de 15 a 29 anos.

Ações do documento

O principal objetivo do documento é oferecer aos jovens do Recife uma ferramenta útil para que encontrem os caminhos necessários para utilizar os serviços oferecidos pela Prefeitura que despertem seu interesse, colaborando para o fortalecimento da autonomia e da capacidade de organização e participação social dos jovens da capital pernambucana.

Armando quer liderança política para a logística desenvolver Pernambuco

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) defendeu, nesta terça-feira (27), em discurso no plenário, a necessidade de liderança política para tornar o setor de logística, liderado pelo Porto de Suape e Aeroporto dos Guararapes, um “caminho novo” para o desenvolvimento econômico e social de Pernambuco.

Suape na voz do senador

Segundo ele, o complexo portuário de Suape, “um ativo estratégico de Pernambuco” que abriga uma centena de indústrias, é o maior porto do Nordeste e o quinto do Brasil, requer uma gestão planejada. Essa gestão é essencial, na sua visão, para conseguir reduzir tarifas e enfrentar a concorrência crescente do porto cearense de Pecém.

Parabéns

O ex-governador Joaquim Francisco - presidente do Instituto Teotonio Vilela (PSDB) - está entre os cinco dirigentes do estado a serem homenageados na primeira edição do prêmio "Mérito Desenvolvimento Econômico de Pernambuco”. A honraria foi concedida nesta terça-feira (27) pela Sociedade Pernambucana de Planejamento Empresarial (SPPE) e Associação das Empresas de Planejamento e Consultoria Empresarial do Nordeste (Assempre).

Discurso

Ao discursar, Joaquim Francisco lembrou de várias ações do seu governo que contribuíram para colocar Pernambuco no caminho do desenvolvimento. Citou, por exemplo, que o estado carecia de um programa de desenvolvimento com incentivos fiscais, quando nasceu o Prodepe (Programa de Desenvolvimento de Pernambuco), segundo ele, "uma iniciativa que gerou muitos frutos e uma sucessão de conquistas acompanhadas por outros governadores".

Câmara de Olinda encaminha ao Tribunal de Contas prestação do ano de 2017

A Câmara Municipal de Olinda encaminhou ontem (26/3/) a prestação de constas eletrônicas referente ao ano de 2017 para o Tribunal de Contas do Estado, antecipando o prazo legal que é o dia 2 de abril.

Professores de São Lourenço da Mata recebem reajuste salarial de 6,81%

Os professores da rede de ensino de São Lourenço da Mata passam a receber, neste mês de março, o novo piso salarial da categoria. O prefeito Bruno Pereira (PTB) sancionou a lei que concede reajuste de 6,81% no piso salarial dos professores da rede municipal de ensino. O aumento será publicado nesta quarta-feira (28), no Diário Oficial dos Municípios, após ser aprovado por unanimidade na Câmara Municipal. O aumento representa uma conquista para a classe. “É uma forma de valorizar estes profissionais, que têm papel fundamental na educação dos jovens são-lourencenses”, ressalta o prefeito.

Pagando

Como será retroativo a janeiro, o pagamento do novo piso salarial vai injetar um montante de R$ 2.308.069,28 na economia do município. São R$ 2.057.695,30 referentes à folha de março e outros R$ 250.374,28 relativo às diferenças dos meses de janeiro e fevereiro de 2018.

Dentro da lei

O reajuste está em consonância com a Lei Federal 11.738, a Lei do Piso Salarial Profissional Nacional para os Professores do Magistério Público da Educação Básica. O aumento dos valores salariais será aplicado de acordo com a tabela do Plano de Cargos e Carreira (PCC) do município, que classifica os professores por níveis diferentes.

O medo do Ministro

Raul Jungmann conversou pessoalmente com deputados do PT que foram até sua pasta falar sobre o assassinato de Marielle Franco, no Rio, e souberam dos tiros na comitiva de Lula durante a reunião. Segundo os relatos, o ministro mostrou-se assustado e tratou o episódio como o prenúncio de um futuro sombrio.