Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Farra e folia na Câmara dos deputados

Aldo Vilelaseg, 20/11/2017 - 14:09

E vamos começando a semana com as notícias vindas do país das maravilhas que chama-se Brasília. A Câmara dos Deputados autorizou de 2015 até agora mais de  600 viagens internacionais em missões oficiais para os nobres deputados.  Quando vamos falar em numerário, os deslocamentos representam uma alta de 41% se comparados ao mesmo período da legislatura anterior – entre 2011 e 2013 – e quase se iguala ao total de todo o mandato passado que foram no total 619 viagens pagas com nosso dinheirinho.  Um levantamento feito pelo  Jornal o Estado de São Paulo  com base nos dados publicados pela Câmara encontrou relatórios genéricos, sem qualquer detalhamento ou apresentação dos resultados das missões, o que significa dizer  o quanto falta cuidado na forma como se presta e se fiscaliza essas viagens e isso  faz com que haja documentos que só listam a agenda predeterminada para o roteiro, sem fotos dos encontros, sem  nomes das autoridades visitadas ou a relevância das reuniões para a atividade legislativa desenvolvida no Brasil. De novo mais uma piada brasileira, eles viagem para a farra e a gente termina pagando a conta. Como perguntar nunca ofende, este país tem jeito?

Mais gastos

A Câmara dos deputados liberou, ao todo, a ida a 107 cidades, em 54 países diferentes. No ranking dos destinos mais visitados estão Nova York, Genebra, Paris, Roma, Bruxelas, Londres e Washington

Pra não dizer que é somente luxo

Existem relatos de viagens e  roteiros realizados em Nassau, nas Bahamas; Addis Abeba, na Etiópia; Praga, na República Checa; e Baku, no Azerbaijão.

Lula fora

Falando nas eleições de 2018  e embora não admita publicamente, a cúpula do PT avalia que dificilmente Lula conseguirá disputar a Presidência da República em 2018.

Motivos?

Os dirigentes do partido informaram a aliados que a candidatura do ex-presidente será mantida até as últimas consequências. Mas acreditam que será barrada na justiça.

Lula dentro

O PT e o ex-presidente Luiz Inácio Lula já estudam lançar uma chapa para as eleições no ano que vem  em São Paulo com o ex-prefeito Fernando Haddad e o vereador Eduardo Suplicy na disputa pelo Senado.

Vai ou não vai ?

Essa proposta foi apresentada por Lula e pelo presidente do diretório estadual do PT de São Paulo, Luiz Marinho, pré-candidato a governador. Houve reuniões com Haddad e Suplicy.

Reforma

Nas contas do sabido presidente  Michel Temer que, ninguém nega, conhece como ninguém os porões  da Câmara  hoje a Reforma da Previdência tem 240 votos.

O que ele diz ?

Michel Temer tem dito reservadamente que, para alcançar os necessários 308 votos, “vai depender da pressão dos empresários e até dos candidatos a presidente que não querem ter que fazer eles mesmos uma reforma”.

André Ferreira no páreo

O presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, desembarcou no Recife e foi recebido pelo deputado estadual André Ferreira, que comanda o PSC em Pernambuco. Ferreira deve mesmo ser candidato ao senado aqui em Pernambuco.


O Brasil nunca vai ser um país sério

Aldo Vilelasex, 17/11/2017 - 09:40

A Câmara dos Deputados desembolsa todo mês cerca de R$ 127,8 mil em aposentadoria para dez ex-deputados federais que tiveram o mandato cassado. Isso mesmo você não está lendo errado e nem eu escrevi errado não! Deputados que tiveram o mandato cassado. Acreditem meus prezados leitores e brasileiros como eu, o pagamento não é ilegal, e o benefício é abastecido com contribuições dos próprios parlamentares e em parte com dinheiro público. Como esse país vai pra frente? Como este país vai sair do buraco? Como este país vai ser um lugar sério? Como pensar que o Brasil vai um dia dar certo? para todas as perguntas acima feitas uma única resposta, nunca. E olha que esse valor pode aumentar caso o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), decida conceder ao ex-ministro José Dirceu um perdão, lembrando que Dirceu é condenado a mais de 30 anos de prisão na Operação Lava Jato.

O Brasil nunca vai dar certo

O ex-ministro José Dirceu contribuiu por 35 anos e entrou com um pedido de aposentadoria como ex-deputado, no valor de R$ 9.646,57 mensais. Pode uma coisa dessas? Pode pois a lei é clara e assegura a Dirceu essa aposentadoria.

O Rio de Janeiro da corrupção

Deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) podem reverter, hoje as prisões de Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB.

Isso mesmo

Os três deputados são investigados pela Operação Cadeia Velha, que apura crimes de corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Vale dizer que eles em uma estratégia da defesa se entregaram na sede da PF no Rio de janeiro.

Brasil dos corruptos

A justiça federal do Rio decidiu pela prisão dos deputados ladrões mas quem vai dar a palavra final será a Assembleia Legislativa do Estado. Pode anotar que os colegas parlamentares vão absolver e tirar da prisão todos estes.

Explicando

A Alerj  tem 70 deputados e, para revogar a prisão, são necessários 36 votos e a julgar  A julgar pela força política que o presidente da Alerj tem na Casa, o objetivo deve ser alcançado e a liberdade, assegurada.

O líder da quadrilha

Em conversa com aliados, o presidente Michel Temer descartou  completamente as mudanças amplas no primeiro escalão neste momento. Houve uma reação de ministros que pretendem manter o foro privilegiado até abril, a data-limite para que deixem o cargo aqueles que vão disputar eleição. Por isso o país nunca vai dar certo. Isso não é pessimismo e sim realismo.

Todos são espertos

Uma saída do ministério neste momento deixaria esses políticos expostos por mais tempo a decisões de primeira instância devido à perda do foro privilegiado no caso daqueles sem mandato parlamentar.

Espertos

Lembrando que alguns ministros serão candidatos a deputado federal, por exemplo, a fim de tentar manter o foro privilegiado para não serem presos pela Polícia Federal.


Eterna choradeira de prefeitos

Aldo Vilelaqua, 15/11/2017 - 15:28

Depois de uma entrevista coletiva para colocar a grave situação financeira dos municípios e alertar para a necessidade de corte de gastos em várias prefeituras, a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) anunciou que irá a Brasília, mais uma vez , na tentativa de conseguir   liberação de verbas, por parte do Governo Federal. A Amupe afirmou que pelo menos 50 cidades de Pernambuco vão demitir funcionários. Agora algumas observações devem ser colocadas aqui, primeiro por onde andou o planejamento destes prefeitos ao longo dos anos? Como em tempos modernos prefeitos insistem em promover farra de contratações para acomodar políticos e depois jogam o problema para o governo federal? Até onde esses desmandos em contratações inchando as prefeituras vai? Já é hora dos prefeitos entenderem que os tempos mudaram e que não existe mais espaço para amadorismo em gestão pública, já é hora de estudar a possibilidade de fundir município pequeno que não rende nada em dinheiro. Como aceitar cidades com população menor que 10  habitantes? O presidente da associação, José Patriota, disse que  instituição irá pedir ajuda do Congresso e do presidente Michel Temer (PMDB), para sanar as contas dos municípios.  Essa choradeira é  eterna e quanto mais dinheiro vier para as prefeituras eles os prefeitos irão continuar a pedir

Número

Segundo a Amupe, R$ 196 milhões são necessários para fechar as contas. No Brasil inteiro são R$ 4 bilhões. Pela instituição são 120 municípios em estado de calamidade pública.

Avaliação

A Amupe está fazendo um  levantamento do total de prefeituras que farão cortes de pessoal, assim como o valor que será economizado pelas administrações.

A fome dos partidos

Mais outros três partidos da base aliada entraram na disputa com o PP pelo comando do Ministério das Cidades, após a saída do tucano Bruno Araújo (PSDB-PE).

Brigas

Todos  ou pelo menos boa parte dos políticos do PMDB, PSD e DEM começaram a se articular para indicar um nome ligado às suas respectivas legendas.

Dança das cadeiras

O presidente do PMDB e líder do governo no Senado, Romero Jucá (RR) garante que a reforma ministerial de Michel Temer envolverá a troca de 17 dos atuais 28 ministros.

Números

Será uma reforma ampla que vai pegar  17 ministérios , começa a corrida pelos cargos e mais uma vez o dinheiro vai rolar claro para os maus políticos.

Até a Globo?

O depoimento foi feito  à Justiça dos Estados Unidos,  e lá o empresário argentino Alejandro Burzaco, ex-presidente da empresa Torneos, disse que além da Globo, a Fox Sports, Televisa, Media Pro, e empresa Traffic, do brasileiro J. Hawilla, sócio da globo, também pagaram propina por direitos de transmissão de jogos. Que coisa!

O preço do Congresso brasileiro

A ONG Contas Abertas fez as contas e pasmem senhores e senhoras leitores,  cada dia sem atividade no Congresso Nacional gera um custo de R$ 27,7 milhões ao país. Assim, as quatro datas desperdiçadas com o feriado estendido devem produzir gastos superiores a R$ 110 milhões. Tudo pago pelos você e eu.


Bruno saiu pra não ser "saído"

Aldo Vilelater, 14/11/2017 - 09:56

O Palácio do Planalto confirmou a exoneração de Bruno Araújo (PSDB) do comando do Ministério das Cidades, mais cedo, nesta segunda Bruno havia enviado a carta se desligando do governo. Claro que ele antecipou uma decisão que mais dia menos dia seria tomada pelo presidente Temer. O que o agora deputado fez foi simplesmente se antecipar ao que iria acontecer. A saída de Bruno Araújo aconteceu em meio ao racha no PSDB sobre apoiar ou não o governo do presidente Temer. A confusão dentro do PSDB é grande e ninguém se entende no partido. Parte quer que todos do PSDB deixem o governo e a ala comandada pelo propineiro Aécio Neves quer que todos fiquem apoiando Temer. A decisão de Bruno de Araújo de deixar o Ministério das Cidades dá início à reforma ministerial do governo, Michel Temer anunciou que até a primeira metade de dezembro faz a tão pedida reforma ministerial isso para ajudar as outras legendas vampiras do congresso como o PP por exemplo. Bruno Araújo tem 45 anos e estava no governo   desde o ano passado, ele é advogado e está no terceiro mandato consecutivo como deputado. Agora você leitor procure saber um pouco mais nestes doze anos de mandato como deputado o que o ex-ministro fez por Pernambuco.

Mudando tudo

Com a saída de Bruno Araújo do governo, o Presidente Michel Temer vai dar início à reforma ministerial já na próxima semana. Temer vai iniciar as negociações com a base aliada recebendo o dono do maior partido do centrão, Ciro Nogueira (PI), do PP.

Conversas

Programado para hoje temer vai bate um longo papo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O presidente deu sinais de que não vai distribuir cargos a aliados, será?

CPI do transporte coletivo em Pernambuco

A Assembleia Legislativa de Pernambuco realizou uma audiência pública para debater os problemas do Sistema de Transporte Público da Região Metropolitana do Recife.

Motivos

Na ocasião, várias entidades da sociedade civil organizada denunciaram que as empresas não estão cumprindo com suas obrigações e deveres previstos no edital da licitação das linhas de ônibus.

Bronca

Segundo exposição feita pela Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco (FLTP), Rede Meu Recife, Observatório do Recife, Associação dos Funcionários do Grande Recife, Sindicato dos Metroviários e dos Rodoviários, dos sete lotes licitados, apenas dois, que correspondem ao BRT, tiveram seus contratos administrativos assinados, operando os demais por meio apenas de permissão.

Quem comanda?

A Frente de Luta pelo Transporte Público, que requereu à Deputada Tereza Leitão (PT) a realização da audiência pública, expôs que 2018 será ano de revisão dos contratos e que o Grande Recife até agora não convocou reunião alguma do Conselho Superior de Transporte Metropolitano para discutir a pauta.

CPI 

Com a presença dos Deputados João Eudes (PDT), Rogério Leão (PR), Tereza Leitão (PT), Ricardo Costa (PMDB) e Eriberto Medeiros (PTC), foi encaminhado um pedido de abertura de CPI do Transporte Público para investigar tais irregularidades. A CPI para ter abertura precisa de 17 assinaturas dos deputados da ALEPE.

Farra do judiciário

Parece mentira, mas é verdade, órgãos do Poder Judiciário se mobilizam para aumentar a quantidade de cargos e por consequência, seu impacto nos cofres públicos.

Pedido 

O Conselho Nacional de justiça (CNJ) tem hoje sobre a mesa 15 pedidos para a criação de 5.516 novos cargos ou gratificações. As solicitações se acumulam desde 2013.

Dinheiro

As solicitações são cargos efetivos, que incluem 36 juízes, com salários iniciais de R$ 27,5 mil, e também de livre nomeação, aqueles em que o funcionário não precisa ser aprovado em concurso público, com vencimentos que variam de R$ 6 mil a R$ 14,6 mil. Se os pedidos forem aprovados, o impacto no orçamento pode chegar a R$ 606 milhões por ano.


Chave do galinheiro para a raposa

Aldo Vilelaseg, 13/11/2017 - 12:52

A articulação é muito maior do que parece e a ação de quadrilha organizada toma forma a cada dia em Brasília. A grande mudança na Polícia  Federal    é na verdade  parte de um esquema  que se interliga em um todo de ações e expectativas ansiadas pelos políticos acusados de  ilicitudes no Congresso Nacional.  A substituição do diretor da Polícia Federal merece suspeitas, e todas as suspeitas do mundo, pois o Presidente Temer ao lado do  seu ministro bandido Eliseu Padilha e da praga ambulante ainda vivo José Sarney, mandaram botar um diretor que eles os manipulasse. Perguntar nunca ofende, vocês acham que a PF vai continuar fazendo as operações e prendendo políticos? Vocês acham que a operação lava – jato vai continuar com grande força? Será que este novo comandante da PF , um pau mandado de Sarney vai botar pressão nos políticos bandidos? Se você não tiver respostas eu mesmo posso responder todas acima feitas. Claro que não, podem anotar a operação lava jato e as demais sofrerão um baque diante do que foi traçado pelo trio marginal, Temer , Sarney e Padilha.

A vergonha de ser partido politico

O PMDB publicou seu novo estatuto no Diário Oficial.  O partido agora vai se chamar Movimento Democrático Brasileiro e diz que utilizará “MDB”. Querem apagar o P para tentar tr nova força na população. Brincadeira!!

Ridículo

Reunido na última quinta-feira com Roberto Freire, presidente do PPS, o apresentador Luciano Huck disse que decidirá no mês de dezembro se irá apenas “participar” ou “competir” nas eleições presidenciais de 2018.

Roberto Freire e salvador do Brasil!

Não foi a primeira conversa que o presidente do PPS , teve  com Luciano Huck. Eles já tiveram pelo menos três encontros. Não se sabe quem está mais alheio a tudo, Luciano Huck ou o PPS sob o comando de Freire.

Nada de Paulo falar

Passada a semana e o vexame que o Estado sofreu com a operação da PF no Palácio do Campo das Princesas, vamos aguardar se hoje ou ao longo da semana o Governador Paulo Câmara (PSB), vai falar algo. Até agora a lei do silêncio impera no palácio.

Pra não esquecer

Não é possível que depois de um vexame gigante desses com Polícia Federal abrindo portas, prendendo gente pois temos 4 coronéis presos e mais uma dúzia de civis enjaulados o Governo do estado não se pronuncie de forma convincente.

Está tudo bem

Se depender das manifestações da oposição para mostrar força, Temer pode avançar nas reformas que quer fazer. O protesto contra a reforma trabalhista, amplamente divulgado, organizado com grande antecedência,  com apoio de todas as centrais sindicais, reuniu pouca gente e não surtiu efeito no Palácio do Planalto

Todos calados

Um clima de apatia, o país parece continuar em um estado de letargia, não temos mais movimentos de rua, os protestos não fazem mais parte deste país. Sendo assim abrimos a cancela para os políticos ladrões de Brasília e claro do resto do Brasil.

Todos comem da mesma farofa

A informação que chegou a ser recebida com descrédito que seria um   grande acordo eleitoral entre PMDB e PT ,  já está publicamente confirmada.

É mole ?

Em Minas, o PMDB informou ao diretório nacional que pretende se aliar ao governador Fernando Pimentel  que é petista e  o mais próximo aliado de Dilma Rousseff, alvo de diversas investigações até sair da presidência. Pelo amor de Deus, onde vamos parar

E  o povo ?

Continua  a ganhar um salário mínimo que não chega nem a mil reais, continua pagando por quase 85 reais por um botijão de gás de cozinha e sem nenhuma perspectiva de ter mais condições de uma vida razoável. Enquanto isso os políticos fazem a festa. O problema do Brasil , claro é o brasileiro.


A vez de Pernambuco

Aldo Vilelasex, 10/11/2017 - 11:56

Numa ação pesada a Polícia Federal  deu uma pancada forte no Governo de Pernambuco. Como todos sabem a operação mirou fraudes praticadas pelo Estado desde as cheias de 2011. E depois da audiência de custódia realizada na tarde desta quinta (9), na sede da Justiça Federal,  a justiça determinou que os quatro militares presos pela Polícia Federal (PF) deveriam seguir  para um presídio da Polícia Militar em Paudalho, na Mata Norte de Pernambuco. O outro militar julgado vai ficar preso em regime domiciliar, com monitoramento através de tornozeleira eletrônica. Os coronéis Fábio de Alcântara Rosendo e Roberto Gomes de Melo Filho, além do coronel aposentado Waldemir José Vasconcelos de Araújo, seguiram para a Academia da Polícia Militar, em Paudalho, em cumprimento à ordem de prisão temporária pelo prazo de 5 dias já o  tenente-coronel Laurinaldo Félix do Nascimento vai ser monitorado por tornozeleira eletrônica . O governo divulgou apenas uma nota acusando a PF de uma ação espetacularizada e que não precisa disso, será?

Descobramentos

Essa operação feita pela PF aqui no governo e Pernambuco ainda vai render muito. Politicamente a situação de Paulo Câmara fica complicada e a ação da oposição vai se basear no ocorrido. Vão fazer isso durar até o ano que vem.

Ação bandida

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) destituiu o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) da presidência interina do PSDB. Aécio divulgou uma nota dizendo que  o motivo é a "desejável isonomia" entre os candidatos que disputarão o comando da sigla em dezembro.

Aécio agindo a mando de Temer

A candidatura do senador  Jereissati foi oficializada na última quarta-feira. Ele vai ter  como adversário na disputa o governador Marconi Perillo (PSDB-GO), que tem o apoio do grupo ligado a Aécio.

Até lá!

O partido será presidido de forma interina pelo ex-governador de São Paulo Alberto Goldman, esta foi a maneira do senador propineiro Aécio neves ajudar o presidente Michel Temer em suas investidas contra o Brasil.

Reações

O senador tucano Cássio Cunha Lima se manifestou e bateu em Aécio, o  vice-presidente do Senado, disse que a destituição de Tasso Jereissati do posto de presidente interino do PSDB tem as digitais de Michel Temer.

Farinha Pouca meu pirão primeiro

Deputados que estiveram com a presidente do STF, Cármen Lúcia, relataram que ela manifestou preocupação com a aprovação do projeto que acaba com os supersalários.

Os  motivos

A ministra teria dito que, se ele for votado como está, “o Congresso pode destruir o Judiciário”. Será? Qual a razão para tanto medo? Cármen Lúcia teria demonstrado especial preocupação com o possível corte de auxílios a juízes que atuam em condições insalubres ou em lugares de difícil acesso.

Adeus a operação lava jato

O presidente Michel Temer recebeu fora de sua agenda oficial, no sábado (4), o ex-presidente José Sarney para acertar quem iria comandar a polícia Federal .

Sarney ainda vive

Esse câncer da política nacional, o ex – senador José Sarney  que ainda é um morto vivo e muito vivo no Planalto, chegou ao Jaburu no sábado, após reuniões entre Temer, o ministro Moreira Franco Secretaria – Geral e o líder do governo no Senado, Romero Jucá (RR).Podem anotar será o fim das operações e investigações contra estes políticos bandidos.

Reunião da máfia

Todos os citados acima ao menos os políticos estão envolvidos em inúmeras denúncias e decidiram quem iria ser alçado ao posto de comandante da Polícia Federal. As raposas estão com a chave do galinheiro.


Está difícil pra aprovar a reforma

Aldo Vilelaqui, 09/11/2017 - 08:55

Logo após participar de uma reunião na casa do presidente Temer na qual foi discutida uma nova versão para o texto da reforma da Previdência Social, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que é do DEM, disse  que, se o presidente tivesse voto, daria para votar o pacote de mudanças previdenciárias hoje quinta feira. Porem em posse do mapa da tendência de votos em mãos, Maia ressaltou que, neste momento, "não tem voto" para aprovar a reforma. A situação de Temer não é a mesma da semana retrasada quando ele tinha dinheiro de rolo para comprar os parlamentares, agora a fonte anda meio seca. O presidente da Câmara disse que, apesar das dificuldades enfrentadas pelo governo para atrair votos dentro da própria base aliada para aprovar as alterações nas regras previdenciárias, vai tentar o tempo todo fazer valer a amizade e votar a reforma para ajudar o presidente temer. Rodrigo Maia conversou com jornalistas mas pra quem o ouviu sentiu um presidente desanimado demais para tocar o projeto da reforma da previdência.

 

Briga no PSDB

 

Logo após o ultimato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para que os tucanos desembarquem do governo, agora é o presidente em exercício do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), quem cobra uma posição dos próprios ministros do partido.

 

Batendo forte

 

O senador Tasso alertou que, caso os ministros tucanos não deixem o governo, ficarão numa situação difícil pois essa posição deverá ser tomada na Convenção Nacional da legenda marcada para 9 de dezembro.

 

Jogando a toalhaO presidente Temer começou a consultar líderes e presidentes de partidos da base aliada sobre a reforma que pretende fazer até o fim deste ano.

 

Mais forte

 

Pelo visto Temer já sinaliza que a mudança será maior do que o imaginado e que afetará mais do que as quatro pastas que hoje estão com o PSDB. A raiva agora é com os tucanos que serão depenados.

Fora

 

Alvo da fúria dos deputados que formam o chamado centrão, o ministro Antônio Imbassahy deve mesmo rodar  nos próximos dias. Imbassahy diz que o senador Tasso joga contra ele.

Senado ou Governo?

Pré-candidato a governador, o ministro da Educação, Mendonça Filho, inaugurou a creche municipal Tia Nelize Cordeiro em Ipubi, no Sertão. A obra teve início em 2012, mas ficou paralisada durante um longo período na gestão do prefeito anterior e foi retomada pela atual gestão municipal, só foi concluída este ano 2017. Mendonça está de olho em um cargo executivo.

 

Dinheiro

 

Mendonça mandou investir R$ R$ 619.999,96 de recursos federais pactuados com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A contrapartida do município foi R$ 120.974,31.

O desabafo de Humberto

O senador Humberto Costa afirmou que considera “absurda, irresponsável e mentirosa a declaração dada por alguém que ele não conhece, a respeito de algo jamais citado por quem quer que fosse depois de mais de uma década do fim de sua gestão à frente do Ministério da Saúde”.

A denúncia

O ex-subsecretário de Saúde do Rio César Romero afirmou que Humberto Costa recebia propina do empresário Miguel Iskin, que atua no setor de próteses e equipamentos médicos.

Como?

As vantagens indevidas foram pagas, segundo o relato, durante o período em que o petista ocupou o cargo de ministro da Saúde, entre 2003 e 2005. Romero firmou acordo de colaboração premiada com o Ministério Público Federal e prestou depoimento em ação penal que apura o desvio de R$ 16 milhões na Secretaria de Saúde do Rio durante a gestão do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB). O poço da podridão somente aumenta neste país.


Perdido e sem orientação

qua, 08/11/2017 - 09:50

O presidente Michel Temer divulgou um vídeo na tentativa de afirmar que tem "toda a energia" voltada para aprovar no Congresso a reforma da Previdência Social. Parece até piada, mas para quem comprou a metade da Câmara dos deputados alguns dias deveria estar mais confiante. Vale ressaltar que a proposta foi enviada no ano passado a casa e  em maio deste ano, a comissão especial que discutiu o tema quando aprovou a  redação. Claro que o  objetivo do governo é aprovar a reforma no Congresso mas vamos combinar que  diante do impasse entre o Palácio do Planalto e os parlamentares sobre o texto a ser votado no plenário, a proposta ainda vai ser palco de muita briga , e Temer não tem mais dinheiro para comprar os deputados. Vale dizer que o presidente já havia se pronunciado sobre a reforma e numa reunião com líderes de partidos aliados na Câmara, Temer reconheceu que a proposta pode não ser aprovada. A próxima batalha de Temer é a reforma da previdência, mas pelo visto ele não tem mais forças leia-se dinheiro para comprar tudo. Se depender dos deputados picaretas do congresso a coisa não vai andar, pois o preço da chantagem é pago de maneira muito perversa e quem vive de extorsão não consegue ter honestidade e isso se aplica  aparte da Câmara dois deputados.

Previdência

Depois de reunião  com líderes da base aliada, o presidente Michel Temer parece que se convenceu de que a Reforma da Previdência não tem condições de ser aprovada no seu governo.

Motivos

Um dos principais  motivos seria o fato de que o Planalto perdeu, com a proximidade de 2018, o apoio dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira. Viva o Brasil! E a pergunta de sempre: este país tem jeito ?

Pressão

A Superintendência Regional do Banco do Brasil  recebeu uma forte cobrança de 13 prefeitos de municípios do interior pernambucano para reabrir agências destruídas em ações criminosas nos últimos meses.

Roubo

Cerca de 17 cidades estão sem atendimento bancário na Zona da Mata, Agreste e Sertão. Os prefeitos, que teriam recebido uma negativa do banco, avaliam entrar na Justiça caso o serviço seja extinto. Presidente da Amupe, José Patriota me confirmou isso em entrevista a rádio CBN Recife.

Legaliza já

Governadores de 15 estados pediram aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), celeridade na tramitação do projeto que regulamenta jogos de azar na internet.

Querem dinheiro

Segundo os governadores, os tributos cobrados seriam utilizados como receita para um fundo de segurança pública. Mais uma maneira de garantir arrecadação de dinheiro para os cofres públicos.

A volta dos mortos vivos

Roseana Sarney , acreditem ela mesmo anunciou que será candidata ao governo do Estado do Maranhão, é mole ou quer molho ? e olhe que as chances de voltar ao poder são gigantes. O povo tem o governo que merece.

A batalha de Buarque

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) decidiu pedir quatro meses de licença do mandato para começar uma caravana pelo país como pré-candidato à Presidência da República. Um homem de bem, com todas as credenciais para a disputa, íntegro e sério mas neste país os homens de bem não tem vez na política.


Farinha do mesmo saco

Aldo Vilelaseg, 06/11/2017 - 10:03

Olhem só amigos e amigas a que ponto chegamos com essa história de presidencialismo de coalisão. Para ganhar tudo nas próximas eleições, o PT e o PMDB já negociam a formação de aliança em pelo menos seis estados brasileiros, isso mesmo, os estados de Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Piauí e Sergipe poderão mesmo ter a aliança dessas legendas que hoje estão sendo odiadas em todo o país. Os partidos deixaram a rixa do impeachment para trás já visando as eleições no ano que vem. Os senadores peemedebistas Renan Calheiros e Eunício Oliveira, por exemplo, foram favoráveis à saída de Dilma Roussef do poder, mas estão ao lado do ex-presidente Lula, nas eleições de 2018, pode isso?  Pode sim na marginalidade da política, PT e PMDB já negociam se aliar em seis estados citados acima. Cada dia que passa a política brasileira vem causando náusea no cidadão. Definitivamente nosso país não tem jeito, eles os políticos somente pensam nele.

Daniel demostrou serenidade

Foi ontem no evento do PSDB para eleger nova diretoria, no discurso o deputado Daniel Coelho, bateu forte nos presentes, Bruno Araújo, Joaquim Francisco, Elias gomes entre outros. Daniel rasgou o verbo contra a maneira que o PSDB vem fazendo política no Estado e criou um climão entre os presentes.

Lula x Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar ainda este ano duas ações contra os presidenciáveis Jair Bolsonaro e Lula. Ambos estão sendo acusados e realizar propaganda eleitoral antecipada.

Na frente

Lula e Bolsonaro lideram as pesquisas de intenção de voto e já deixaram claro a intenção de concorrer em 2018. O problema é que de acordo com a lei, a propaganda eleitoral só pode começar em 15 de agosto.

Eleições no PSDB

Um grupo de parlamentares de oposição ao governo Temer no PSDB lança oficialmente nesta semana o senador Tasso Jereissati à presidência do partido.

E os cabeças pretas?

O grupo dos cabeças-pretas tem consciência de que a disputa com a ala governista será voto a voto. Tasso deve concorrer com o governador de Goiás, Marconi Perillo. Quem levar comandará o PSDB no ano eleitoral de 2018.

Doria fora

O prefeito de São Paulo, João Doria não vive seu melhor momento, mas age para ganhar tempo.  Dentro do PMDB alguns nomes acham melhor esperar antes de descartá-lo como presidenciável.

Geddel vai abrir o bico

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, que era um dos melhores amigos de Michel Temer e foi preso após a maior apreensão de dinheiro da história do Brasil, decidiu delatar. Geddel é aquele ladrão que foi ministro de Temer, Lula e Dilma.

De olho no governo de Pernambuco

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, anuncia hoje em Recife, a contratação de novas unidades habitacionais para o estado de Pernambuco, na Faixa 1, por meio de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), no âmbito do Programa Minha Casa, Minha Vida.


Doria quer bater Lula de todo jeito

Aldo Vilelasex, 03/11/2017 - 09:11

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), defendeu a criação de uma frente de partidos que ele chamou “de centro” – PSDB, PMDB, DEM, PPS, PP, PR, PRB, PV e PSB – para lançar candidato único em 2018 e derrotar nas urnas o ex-presidente Lula e o deputado Jair Bolsonaro (PSC).

Sem decisão

Doria não quis se posicionar sobre a possibilidade de uma chapa pura tucana, com o governador Geraldo Alckmin para a Presidência e ele de vice.

Boa notícia

Um grupo de deputados fechou a lista que gostaria de ver na pauta da segurança pública: a proposta que criminaliza embriaguez no trânsito, a que dobra a pena de traficante que usar menores e a que prevê desconto no imposto a quem doar a instituições que recuperam usuários de drogas.

Quem briga ?

Na frente de trabalho a deputada Eliziane Gama (PPS-MA) ela já enviou um ofício à presidência da Câmara com as sugestões.

Todo mundo nervoso

Deputados e senadores do PSDB quase saíram no tapa durante reunião, na última terça na liderança do partido na Câmara.

A briga

No encontro, os parlamentares deveriam conhecer e debater os detalhes de pesquisa encomendada pelo presidente interino da sigla, Tasso Jereissati (PSDB-CE), mas houve forte discussão, troca de ofensas e ameaças de agressão física. Está difícil pra todo mundo, nervos a flor da pele.

Ajuda a quem tem dinheiro

O Presidente Michel Temer editou uma medida provisória, publicada em edição extra do “Diário Oficial da União”, que prorroga até 14 de novembro o prazo de adesão ao Refis, programa de parcelamento de tributos junto ao governo federal.

Mais ajuda

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já havia informado na segunda, após conversa com Temer, que o prazo seria prorrogado. O Refis foi negociado ao longo do ano entre governo e parlamentares e teve seu período de adesão postergado mais de uma vez.