Janguiê Diniz

Janguiê Diniz

O mundo em discussão

Perfil:   Mestre e Doutor em Direito, Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional, Presidente do Instituto Exito de Empreendedorismo

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Tirando o melhor do pior

Janguiê Dinizqua, 03/03/2021 - 11:33

É chato falhar. Ninguém gosta. Nossa sociedade se constituiu sobre a premissa de que todos precisamos acertar sempre, ser perfeitos e jamais demonstrar fraqueza. Esta é uma das grandes falhas na formação de nosso pensamento coletivo. Isso porque o erro também pode ser positivo e bastante frutífero. Ocorre que, ao errar, você pode ter dois posicionamentos: o pessimista, de que o erro é uma falha grave, uma vergonha; ou o otimista, enxergando uma oportunidade de aprender e crescer.

Não se engane. O erro, a falha e a perda são presenças constantes na vida de qualquer empreendedor, desde os mais experientes até os mais iniciantes. Não se pode evitar completamente os erros, apesar de ser possível e necessário ter a consciência de evitá-los. Mas é possível aprender com eles. Lembre-se que Thomas Edison falhou mais de dez mil vezes antes de conseguir inventar a lâmpada. Se ele encarou como dez mil derrotas? Não. Ele aprendeu dez mil maneiras diferentes que não deram certo. E é nisso que se deve focar. Erros trazem ensinamentos poderosos. Faz-se, portanto, necessário refletir, estudar e tirar conclusões sobre essas falhas, de modo a elucidar motivos e alternativas para não voltar a cometer tais deslizes novamente.

Também é atribuída a Edison a frase que prega que “muitas das falhas da vida acontecem quando as pessoas não percebem o quão perto estão quando desistem”. O que mostra a importância de não desistir dos objetivos nos primeiros obstáculos. Esse comportamento pessimista é comum a muitas pessoas, por acharem que não vale a pena persistir em um propósito. Pelo contrário, é quando os percalços surgem que se precisa desenvolver a coragem e, principalmente, a resiliência para enfrentar as adversidades. De um tropeço, pode surgir a força de vontade necessária para correr mais, subir mais, desenvolver-se mais.

Muitas vezes, nos deixamos dominar pela negatividade, mas esta é uma prática extremamente nociva. O pensamento negativo é como uma âncora, que arrasta para baixo e prende no lugar, não permitindo a evolução ou mudança de condição. Já o mindset positivo liberta e impulsiona, sendo uma ferramenta essencial para o sucesso.

Quando se erra, sempre se pode aprender. As pedras do caminho acabam se tornando degraus de crescimento. Cabe a cada um saber enxergar essas experiências da melhor forma. Você tem poder sobre sua mente, portanto, direcione-a para a positividade. Assim, verá como terá um desempenho muito melhor em tudo a que se propor. De que lado você está? Eu prefiro sempre olhar o viés positivo de toda situação.

COMENTÁRIOS dos leitores