Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Mendonça Filho libera R$ 1 bilhão em programas de formação de professores

Aldo Vilelaqui, 01/03/2018 - 09:58

O Ministério da Educação vai investir R$ 1 bilhão na Política Nacional de Formação de Professores, com a criação de 190 mil vagas no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), no Programa de Residência Pedagógica e na Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Dinheiro

Os recursos investidos, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para o biênio 2018/2019, vão garantir 45 mil vagas para o Pibid, 45 mil vagas para a Residência Pedagógica e 100 mil vagas na UAB. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 28, no Palácio do Planalto, em cerimônia com a presença do presidente Michel Temer e do ministro Mendonça Filho.

Fala de candidato

“É sempre uma satisfação anunciar investimentos para a educação”, disse o presidente Michel Temer. “Hoje estamos destinando mais de R$ 1 bilhão para a formação de professores, medida que vem somar-se ao muito que nosso governo, por meio do Ministério da Educação, tem realizado em favor do sistema educacional”.

Saindo do ministério

O ministro da Educação, Mendonça Filho, falou da importância dos programas para o futuro da educação brasileira. “Esta é uma política pública cujos resultados normalmente aparecem no médio e longo prazo, mas se houver foco, planejamento, dedicação de todos e união, evidentemente, os objetivos serão alcançados”. Também na cerimônia, destacou ações do MEC ao longo dos dois últimos anos.

Já em ritmo de balanço

 “Num prazo inferior a dois anos estamos consolidando políticas públicas muito fiéis ao que foi planejado desde o início da nossa gestão à frente do Ministério da Educação”, disse, citando a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o estímulo à educação em tempo integral, a Reforma do Ensino Médio, as mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Financiamento Estudantil (Novo Fies)

Projeto de Armando ampliando o microcrédito vai à sanção presidencial

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (28) parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) a projeto de lei de conversão que, entre outros benefícios aos microempreendedores, aumenta para R$ 200 mil anuais o limite da renda bruta para se ter acesso ao microcrédito. Antes, só podia obter microcrédito quem tinha receita apenas até R$ 120 mil por ano. Já votado na Câmara dos Deputados, a matéria na qual foi convertida a Medida Provisória 802 vai agora à sanção presidencial.   

O projeto

A proposta é modernizar o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), criado há 12 anos. Em outra alteração importante, autoriza o uso no microcrédito dos recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE), Norte (FNO) e Centro-Oeste (FCO). Permite, também, orientação pela internet – e não apenas presencial – ao tomador do microcrédito, reduzindo os custos deste tipo de financiamento.

Renda e parceria

Segundo Armando Monteiro, o projeto fortalece o PNMPO, estimulando o empreendedorismo popular, a geração de renda da parcela mais vulnerável da população e tornando possível a saída de programas sociais como o Bolsa Família. “Mais do que um mero mecanismo de crédito, o PNMPO é um instrumento fundamental de combate à pobreza”, assinalou o senador pernambucano.

Data Magna

Na próxima terça-feira, dia 06 de março, é feriado estadual da Data Magna de Pernambuco. Aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) pela Lei nº 16.059, de 8 de junho de 2017, será comemorado pela primeira vez este ano e ainda gera muitas dúvidas por parte de trabalhadores e empregadores. Folga ou não?

Comemoração

A data faz referência ao dia da Revolução Pernambucana de 1817, que chegou ao bicentenário em 2017. Até ano passado, a comemoração acontecia no primeiro domingo do mês de março, como ponto facultativo. Mas no ano passado, os deputados estaduais responsáveis pela proposta apontaram que Pernambuco era o único estado do país em que a Data Magna não era feriado e a Assembleia Legislativa aprovou a proposta que transformou o dia 6 de março, em feriado estadual. 

Feriado

A Universidade Federal de Pernambuco adiantou que não haverá expediente acadêmico e administrativo. Já a Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) Recife informou que, no centro e lojas de barros, o comércio terá funcionamento facultativo, de acordo com a Convenção Coletiva de Trabalho 2017/2018, adiantando que, tradicionalmente, apenas as grandes redes, localizadas na Avenida Conde da Boa Vista funcionam em ocasião de feriado. Já os shoppings da cidade funcionarão normalmente.

Fiscalizando

O novo presidente do TSE, Luiz Fux, vai mudar a análise dos dados de arrecadação e gastos das campanhas deste ano. O ministro quer requisitar explicações e auditar documentos mesmo fora dos prazos para entrega das prestações de contas parcial e final dos candidatos.

De olho

Luiz Fux falou sobre a parceria em um café com os ministros do TCU. No encontro, disse também que quer a ajuda da corte de contas para fazer um pente-fino em editais de licitação do TSE antes de eles ganharem as ruas.

Meu Deus!

Acreditem caros leitores, o senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) comemorou o resultado de uma pesquisa de intenção de votos para presidente da República realizada em Maceió, capital alagoana, entre os dias 23 e 25 de fevereiro. Isso porque ele aparece em segundo lugar com 12,5%. Está atrás somente de Lula: 28,5%.

Calma lá

Collor, no entanto, é o segundo mais rejeitado. Entre os entrevistados, 8,5% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. O campeão de rejeição é Lula: 8,5%.  Em pesquisas nacionais, Collor surge com 1% das intenções de voto. A pesquisa foi realizada pela Falpe Pesquisas com 3 mil pessoas.

A Favor de Marília

Sábado, o Diretório Municipal do PT em Surubim realizará um ato de apoio à pré-candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes (PT), ao Governo do Estado. A atividade está sendo coordenada pela presidente do partido na cidade, a vereadora Ivete Ramos (Ivete do Sindicato) e reunirá militantes e filiados de todo o Agreste Setentrional.

 

COMENTÁRIOS dos leitores