Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Farinha do mesmo saco

Aldo Vilelaseg, 06/11/2017 - 10:03

Olhem só amigos e amigas a que ponto chegamos com essa história de presidencialismo de coalisão. Para ganhar tudo nas próximas eleições, o PT e o PMDB já negociam a formação de aliança em pelo menos seis estados brasileiros, isso mesmo, os estados de Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Piauí e Sergipe poderão mesmo ter a aliança dessas legendas que hoje estão sendo odiadas em todo o país. Os partidos deixaram a rixa do impeachment para trás já visando as eleições no ano que vem. Os senadores peemedebistas Renan Calheiros e Eunício Oliveira, por exemplo, foram favoráveis à saída de Dilma Roussef do poder, mas estão ao lado do ex-presidente Lula, nas eleições de 2018, pode isso?  Pode sim na marginalidade da política, PT e PMDB já negociam se aliar em seis estados citados acima. Cada dia que passa a política brasileira vem causando náusea no cidadão. Definitivamente nosso país não tem jeito, eles os políticos somente pensam nele.

Daniel demostrou serenidade

Foi ontem no evento do PSDB para eleger nova diretoria, no discurso o deputado Daniel Coelho, bateu forte nos presentes, Bruno Araújo, Joaquim Francisco, Elias gomes entre outros. Daniel rasgou o verbo contra a maneira que o PSDB vem fazendo política no Estado e criou um climão entre os presentes.

Lula x Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar ainda este ano duas ações contra os presidenciáveis Jair Bolsonaro e Lula. Ambos estão sendo acusados e realizar propaganda eleitoral antecipada.

Na frente

Lula e Bolsonaro lideram as pesquisas de intenção de voto e já deixaram claro a intenção de concorrer em 2018. O problema é que de acordo com a lei, a propaganda eleitoral só pode começar em 15 de agosto.

Eleições no PSDB

Um grupo de parlamentares de oposição ao governo Temer no PSDB lança oficialmente nesta semana o senador Tasso Jereissati à presidência do partido.

E os cabeças pretas?

O grupo dos cabeças-pretas tem consciência de que a disputa com a ala governista será voto a voto. Tasso deve concorrer com o governador de Goiás, Marconi Perillo. Quem levar comandará o PSDB no ano eleitoral de 2018.

Doria fora

O prefeito de São Paulo, João Doria não vive seu melhor momento, mas age para ganhar tempo.  Dentro do PMDB alguns nomes acham melhor esperar antes de descartá-lo como presidenciável.

Geddel vai abrir o bico

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, que era um dos melhores amigos de Michel Temer e foi preso após a maior apreensão de dinheiro da história do Brasil, decidiu delatar. Geddel é aquele ladrão que foi ministro de Temer, Lula e Dilma.

De olho no governo de Pernambuco

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, anuncia hoje em Recife, a contratação de novas unidades habitacionais para o estado de Pernambuco, na Faixa 1, por meio de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), no âmbito do Programa Minha Casa, Minha Vida.

COMENTÁRIOS dos leitores