Aldo Vilela

Aldo Vilela

Jornalista

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

O povo no limite

Aldo Vilela sex, 13/10/2017 - 20:46

Na tradicional e grande  missa em Aparecida (SP), tão logo foram anunciadas os nomes das autoridades presentes -  o governador  de São Paulo , Geraldo Alckmin (PSDB) e os ministros Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Inovações), todos, sem exceção, levaram uma sonora vaia pelo público presente. Isso somente vem provando que a sociedade não está mais aguentando conviver com a classe mais odiada do Brasil hoje em dia, os políticos. Claro que neste bolo ainda podemos encontrar algum político de bem , mas a coisa anda muito difícil e a cada dia esta categoria vem se desgastando junto ao eleitor. O único político que não foi vaiada foi o que não compareceu ao evento católico tradicional por reunir milhares de pessoas. Resta saber se essa revolta toda vai se converter em bom voto no ano que vem, como sempre o brasileiro continua sem saber votar, se vende por qualquer coisa e termina colocando no poder estes bandidos que aí estão. Que venha 2018!!

Temer o medroso

Pra não passar perrengue e temendo ser vaiado nas celebrações dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, o presidente Michel Temer decidiu enviar como representante na solenidade o ministro Antonio Imbassahy que levou a vaia pelo presidente.

O choro do PT

Em propaganda partidária centrada no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PT defendeu na noite desta quinta (12) que ele sofre perseguição política e que querem "impedir a sua candidatura em 2018".

Todos protegem Aécio

Sempre é assim, com um forte temor da repercussão política, aliados do senador Aécio neves (PSDB-MG) articulam uma saída para livrar o tucano e evitar que na frente eles venham a se prejudicar também.

Jogo 

Aécio pode escapar por uma preliminar que deve ser apresentada na sessão da próxima  terça-feira. O que vai ajudar o Senador bandido é a máxima   de que um parlamentar só poderia ser afastado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal, e não por uma turma do STF.

Reforma

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles  acredita que "há uma chance muito boa" de o Brasil aprovar uma proposta de reforma da Previdência até o final do ano.

Esperança

Meirelles disse que "A reforma da Previdência é interesse ou deveria ser o interesse das diversas facções políticas. Porque, inclusive, se não for aprovada agora, ela terá que ser discutida e aprovada no próximo governo.

Por falar em Meirelles

O ministro revelou que a estimativa do Governo para o crescimento do PIB em 2018 é de 2%, com viés de alta e pode até chegar a 3%.

A fala do MP

O procurador Deltan Dallagnol   brincou e fez criticas sérias de maneira irônica nas mídias sociais  a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre sanções cautelares contra deputados e senadores investigados

A fala de Dallangnol

“Não surpreende que anos depois da Lava Jato os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção”. O homem forte da operação em Curitiba parece começar a desacreditar na justiça por conta dos recentes acontecimentos.

COMENTÁRIOS dos leitores