Paulo Alcantara

Paulo Alcantara

Juventude, Educação & Trabalho

Perfil:Especialista em Direito do Trabalho, Especialista e Mestre em Educação, professor universitário e desembargador do TRT da 6a Região

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

O Sono é um bom professor, experimente.

"Nós gostamos de ficar acordados, somos viciados em nosso verão sem fim" Thomas Wehr, Psicobiólogo

por ter, 03/05/2016 - 09:14

Há alguns anos tive um diálogo com um aluno que veio conversar comigo e vou reproduzir a conversa: 

— Professor, eu estava pensando;

Foi, que bom, doeu?

— Não professor, estou falando sério;

Sim, me conte o que andou pensando?

— É o seguinte: as pessoas dormem 08 horas por dia, não é isso?

Vamos dizer que sim;

— Ora, se eu dormir 08 horas por dia, significa que vou dormir um 1/3 de minha vida;

Continue;

— Quando eu viver 75 anos, terei dormido 25 anos, ou seja, terei dormido os melhores anos de minha vida.

Ora, a preocupação dele, é muito mais comum do que se pensa e parando para pensar, vamos ver que tem sentido. Há algumas semanas, enumeramos um pool de coisas que podemos fazer e se formos nos dedicar a elas, não teremos como dar conta de tantos afazeres e muito menos, de fazer outras coisas, como por exemplo estudar.

Estava lendo um texto, que abordava a questão do sono, no sentido de que, nunca se dormiu tão pouco e nunca foi tão importante dormir bem. É um fato de que nos mamíferos, o repouso é essencial ao fortalecimento do sistema imunológico para o combate as infecções, para que o cérebro trace estratégias de sobrevivência e armazene memórias.

É nesse último aspecto que pretendo me deter um pouco.

Para nós, a expressão “vá para os braços de Morfeu”, pode sugerir dormir bem, entretanto, os gregos temiam Morfeu, conhecido como o deus dos sonhos (afirma-se que o deus do sono é seu pai Hipnos ) porque acreditavam que ao adormecer a divindade poderia atormentá-los com pesadelos aterrorizantes. Seja como for, um fato é o de que, a maioria de nós dorme pouco e às vezes, mal.

Esse assunto, para nós é da maior importância, uma vez que precisamos dormir bem para que as condições possam ser favoráveis na fixação da memória permanente e na aprendizagem.

O infográfico abaixo mostra a relação do sono com a  aprendizagem, pois, permanece em vá ilusão quem pensa que bastam as horas de estudo e desprezam um bom período de descanso. O estudo e o sono são como faces da mesma moeda.

O que nos interessa ao estudarmos é o aprendizado consolidado, o qual tem um processo e o sono não pode ser dissociado dele.

O sono é fundamental para a vida de qualquer pessoa. E não devemos pensar no sono apenas como um repouso para o cérebro, mesmo porque ele continua ativo enquanto dormimos - muito mais ativo do que imaginamos - principalmente no que diz respeito à memorização e, por conseguinte, à aprendizagem. Podemos dizer, numa linguajem que gosto muito que funciona como num quebra-cabeça, quando durante o sono o cérebro revisa o aprendizado do dia e vai encaixando essas informações nos lugares mais adequados. Esse processo de encaixe resulta na forma de memória.

E quantas horas dormir?

E o que fazer para dormir bem?

Bem, vamos pensar sobre isso, dormir bem e continuar na próxima coluna. 

Até mais.

*https://pt.wikipedia.org/wiki/Morfeu

COMENTÁRIOS dos leitores