Magno Martins

Magno Martins

Política Diária

Perfil:Graduado em Jornalismo pela Unicap e com pós-graduação em Ciências Políticas, possui 30 anos de carreira e já atuou em veículos como O Globo, Correio Braziliense, Jornal de Brasília, Diário de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Foi secretário de Imprensa de Pernambuco e presidiu o comitê de Imprensa da Câmara dos Deputados. É fundador e diretor-presidente do Blog do Magno e do Programa Frente a Frente.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

PSB no olho do furacão

Magno Martinssex, 11/09/2015 - 10:12

Ao contrário do que previa, crescer mais ainda e eleger o maior número de prefeitos nas eleições do ano que vem em Pernambuco, o PSB pode sofrer uma debandada no Interior diante das dificuldades de composições. Em Petrolina, inconformado com a entrega do partido ao deputado Miguel Coelho, filho do senador Fernando Bezerra, o deputado Lucas Ramos está negociando seu ingresso no PMDB.

E pela nova legenda disputar a Prefeitura com o apoio do prefeito Júlio Lóssio, que é do PMDB e vem alimentando com o parlamentar um namoro que já virou noivado e agora tende a se transformar num casamento indissolúvel. Já em Serra Talhada, o ex-prefeito Carlos Evandro, apesar de ter assumido, há pouco, o diretório municipal do PSB, deu a palavra a Jarbas Vasconcelos para se transferir para o PMDB.

Em Surubim, socialistas históricos o vereador Biu Farias e sua esposa Ana Célia, ex-vice-prefeita e que disputou a Prefeitura do município por duas vezes, já se desligaram do PSB desde ontem com um agravante: Celia entregou também o cargo de secretária-adjunta da pasta de Desenvolvimento Social, tocada pelo ex-petista Isaltino Nascimento. Em caráter irrevogável, vale a ressalva.

Ali, o estopim da debandada do casal está relacionado ao ingresso do ex-prefeito Flávio Nóbrega, que está deixando o PT para se filiar ao PSB. As arestas de Ana Celia e Biu com Flávio remontam às eleições de 2008, quando candidata pela primeira a prefeita foi derrotada por ele e em 2012 perdeu, mais uma vez, para o candidato de Flávio, o atual prefeito Túlio Vieira.

Em Caruaru, as principais lideranças do PSB, o ex-governador João Lyra Neto, de um lado, e o casal Jorge e Laura Gomes, de outro, estão em pé de guerra pelo controle da legenda. Visto como alternativa de candidato apoiado por José Queiroz (PDT), Gomes quer manter o PSB sob o controle do prefeito, o que não interessa a Lyra.

Com nome para a disputa já escolhido, a deputada Raquel Lyra, o ex-governador está atritado com Queiroz e sabe que não terá dele nenhuma sinalização para uma reaproximação e, consequentemente, um entendimento em torno da candidatura da sua filha. Caruaru, maior colégio eleitoral do PSB, pode, portanto, se transformar num tremendo abacaxi para o PSB.

REBAIXAMENTO– A Standard & Poor's (S&P) tirou, ontem, o grau de investimento da Petrobras. A nota da estatal foi rebaixada em dois níveis, de "BBB-" para "BB", com perspectiva negativa. A ação de rating se deu um dia após o rebaixamento da nota de crédito soberano do Brasil, que perdeu o selo de bom pagador na classificação da S&P. Além do rebaixamento da Petrobras para categoria especulativa, a agência anunciou, ontem mesmo, o corte das notas de outras 30 empresas como desdobramento direto da perda do grau de investimento do Brasil.

Operação segura-rebeldes– Tão logo este blog noticiou, ontem, uma ameaça de debandada do PSB em alguns municípios, como Surubim, Petrolina e Serra Talhada, o governador Paulo Câmara acionou o comando estadual do partido para uma operação “segura aliados”. Depois de receber telefonema de um secretário do governador, além do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, o ex-prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro, recuou da decisão de aterrissar no PMDB de mala e cuia, como prometeu ao deputado Jarbas Vasconcelos.

Tucano abandonado– No Cabo, o pré-candidato do PSDB a prefeito, Betinho Gomes, começou a sofrer uma debandada em suas bases para o deputado Lula Cabral, candidato pelo PSB com o apoio do governador Paulo Câmara. Só ontem, 28 lideranças que haviam assumido compromisso com o tucano caíram fora. E o que se diz no município é que a revoada está apenas começando e que haverá nos próximos dias surpresas desagradáveis na seara de Betinho.

Folha em licitação– O governador Paulo Câmara (PSB) teve, ontem, em Brasília, uma reunião com a presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, sobre o processo de licitação da folha de pagamento do Estado e saiu de lá animado. A instituição, segundo ele, pediu mais informações sobre o processo licitatório, mostrando interesse no assunto. A licitação será realizada em outubro, mas o valor previsto deverá ficar abaixo do certame vencido pelo Bradesco em 2010, que foi de R$ 700 milhões.

Pagamento sinalizado– O ato de ocupação simultânea da Secretaria Estadual de Educação no Recife, e das Gerências Regionais de Educação de outros 10 municípios, realizado por Movimentos Sociais e Sindical, na manhã de ontem, deu resultados. O secretário da Educação, Fred Amâncio, comprometeu-se em pagar, já na próxima segunda-feira, parte das mensalidades de transporte escolar, atrasadas há cinco meses, e liquidar a dívida até o final deste mês. Os estudantes estão sem aula porque não têm como chegar às escolas, já que os condutores dos ônibus paralisaram os serviços.

CURTAS

CRECHE-ESCOLA- O prefeito Geraldo Júlio inaugura, hoje, mais uma Creche-Escola, na UR-5, no bairro da Cohab. Construída dentro do novo padrão de infraestrutura da rede municipal de ensino, é a oitava unidade entregue pela gestão, e vai se chamar Creche-Escola Recife Governador Eduardo Campos. Foram investidos R$ 1,6 milhão.

CULTURA- Audiência pública sobre “A Valorização do artista da Cultura Local” foi promovida pela Câmara de Vereadores numa iniciativa do vereador Wanderson Florêncio (PSDB). Segundo ele, serviu para facilitar o diálogo entre os poderes públicos e as entidades que trabalham com a cultura recifense e pernambucana. Os participantes, divididos entre músicos, sambistas, compositores, passistas de frevo, cantores, atores, entre outros.

Perguntar não ofende: O que Dilma pretende vetar na minirreforma política aprovada pelo Congresso?

COMENTÁRIOS dos leitores