Cibelli Pinheiro

Cibelli Pinheiro

Trabalho sem Fronteiras

Perfil: Doutoranda em Comunicação Estratégica e Organizacional pela Universidade do Minho em Portugal com Mestrado em Gestão Empresarial pela UFPB. Professora do Centro Universitário Maurício de Nassau. Diretora da Sol Comunicação e Desenvolvimento de Pessoas e Presidente do Conselho Deliberativo da ABRH-PE – Associação Brasileira de Recursos Humanos.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Invista em Networking – Conheça pessoas e cultive relacionamentos!

Cibelli Pinheiroter, 20/08/2013 - 10:35

Uma palavra muito conhecida e empregada no mundo do trabalho, mas muitas vezes mal administrada na nossa vida profissional – Networking!

O termo em inglês – net (rede) + working (trabalhando) significa estabelecer contatos  pessoais para troca de informações, conhecimentos e experiências com objetivos profissionais. 

Quem também já não ouviu falar em “QI” – o famoso “Quem Indica”? As empresas estão aderindo cada vez mais a esta forma de contratação – por indicação. Não mais no sentido paternalista, como no passado (meu amigo, meu irmão, minha vizinha…), mas com a co-responsabilidade de quem indicou, garantindo as competências do indicado. 

Sabe-se que a cada 100 vagas preenchidas, mais de 40 são “por indicação”. Segundo a Valor Econômico (2011), as empresas já estão pagando aos seus funcionários para indicarem profissionais, e até 50% das vagas têm sido preenchidas por indicações. No setor de TI da HP, por exemplo, 43% das vagas são fechadas por meio de indicações dos empregados.

Então, para que você seja indicado, faz-se necessário ter uma boa rede de relacionamentos.

Porém, manter uma boa rede de relacionamento é um pré-requisito não apenas para quem espera se (re)colocar no mercado de trabalho. Por meio da rede de contatos, pode-se também gerar ou expandir negócios, divulgar serviços ou projetos. Esta tem sido uma forma de construirmos uma base de contatos profissionais que credibilizam nossas competências. A rede de contatos é decisiva, portanto, deve ser construída desde cedo, antes mesmo de procurarmos um trabalho. 

Nossa Experiência

Mesmo sem ter esta percepção, desde cedo participei de entidades representativas. Na escola, oferecia-me como voluntária nos projetos, na faculdade, me envolvia com as associações e conselhos, e durante toda a minha trajetória profissional, busquei manter e fortalecer minha rede de relacionamentos com as instituições que representavam a minha área profissional (fui presidente do Conselho dos Profissionais de Relações Públicas – CONRERP 5ª região e da Associação Brasileira de Recursos Humanos – seccional Pernambuco). Hoje, por exemplo, conheço, interajo e aprendo com excelentes profissionais de RH, através da Associação, entidade que muito respeito pela sua seriedade e trabalho, e que me permite ampliar minha rede de contatos, inclusive internacionalmente. 

Aprenda a Ampliar sua Rede de Relacionamentos

De fato, precisamos ser conhecidos no nosso ramo de atividade, na nossa área de formação e atuação. O ser conhecido e reconhecido tem se tornado uma mola propulsora para garantir nosso espaço no mercado de trabalho. Saiba que profissionais que não circulam e não trabalham a sua rede de contatos acabam no completo esquecimento!

Por isso, aproveito para dar algumas dicas básicas sobre isto:

1.Mantenha contato com seus professores e colegas de escola e de faculdade, com seus gestores e colegas de trabalho. 

2.Mantenha contato regular com sua rede de relacionamentos, não apenas quando estiver precisando. 

3.Circule nos locais relacionados a sua área de formação e atuação, quanto mais você for visto, mais sua imagem ficará viva na memória das pessoas.

4.Circule pelos lugares onde normalmente estão as pessoas de sua área profissional. Participe dos eventos, congressos, palestras, convenções, seminários e cursos de pós-graduação.

5.Lembre-se das datas importantes: aniversários, dias comemorativos (natal, dia do profissional etc). Telefone, envie e-mail ou parabenize pelo facebook, por exemplo.

Para Max Gehringer a questão do “Networking é conhecer quem tem a chave da porta de emprego”, veja o vídeo no quadro Emprego de A a Z do Fantástico: http://www.youtube.com/watch?v=Cq-QGTLzO00

Por fim, é importante ressaltar que, antes de tudo, o processo de construção de nossa rede de contatos deve ser algo natural. Não podemos, nem devemos desenvolver nossos relacionamentos por mero interesse, sem sinceridade e verdade, pois a base destas relações deverá ser a confiança, assunto este que poderemos tratar em outra ocasião. 

Nosso Convite

Conheça mais pessoas e cultive seus relacionamentos! Convido você, então, a interagir comigo neste portal, no meu blog http://rprh.blogspot.com.br/ e pelo http://www.facebook.com/cibelli.pinheiro. 

Vamos trocar experiências de trabalho sem fronteiras.

COMENTÁRIOS dos leitores