Ryon Braga

Ryon Braga

Aprendizagem na era digital

Perfil: Fundador e Presidente da Hoper Consultoria. Especialista em pesquisas e estudos de mercado no setor de educação.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJa.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Mudanças em curso no ensino e na aprendizagem

Ryon Bragaqui, 11/08/2011 - 09:06

Hoje vivemos na sociedade do conhecimento e o acesso à informação está praticamente universalizado. Retransmitir informações não é mais papel do professor. Já há quem faça melhor esta tarefa.

Cabe agora ao educador, utilizar toda a sua experiência no trato com o conhecimento, para auxiliar seus pupilos a transformar informação em conhecimento; compreendê-lo em profundidade; aplicar este conhecimento na solução de problemas e transferi-lo para outras situações distintas.

Não basta sabermos transformar informação em conhecimento, temos que ser capazes de integrar informações, conhecimentos, habilidades e atitudes na solução de distintos problemas a todo momento.

Aprender a aprender nos possibilita obter a capacidade de agir eficazmente em um determinado tipo de situação, apoiada em conhecimentos, mas sem limitar-se a eles. O advento da sociedade da aprendizagem certamente trará para a educação alguns importantes novos elementos, entre eles:

a) Mudança do foco no ensino para o foco na aprendizagem.
b) Aprendizagem centrada no estudante e “individualizada”, através do apoio da tecnologia da informação.
c) Foco no resultado com controle de qualidade em todas as etapas do processo, em função dos objetivos a serem atingidos em cada etapa.
d) Acompanhamento e orientação permanente do estudante. A base é o trinômio: orientação-acompanhamento-avaliação.
e) Autodidatismo exercido através de um conjunto de atividades opcionais e obrigatórias selecionadas em conjunto com o professor orientador.
f) Estrutura com menos docentes, melhores docentes e com mais tempo de dedicação ao aprendizado do aluno.
g) Professor posicionado como gestor do processo de aprendizagem do estudante.
h) Portabilidade (o aluno deve ser o gestor do seu conjunto de competências adquiridas). Modularização do conteúdo e certificação por competência modular como maneira de garantir a portabilidade.

COMENTÁRIOS dos leitores