Negros são 52% dos empreendedores do Brasil, diz Sebrae

Pesquisa do Sebrae destaca perfil do empreendedor preto/pardo e fala sobre características como segmento em que atua, rendimento mensal, formalização, entre outras

Negros são 52% dos empreendedores do Brasil, diz Sebrae

Um levantamento do Sebrae com base nos dados da PNAD do terceiro trimestre de 2023 indica que empreendedores negros representam 52% dos proprietários de negócios no Brasil. Dos 29,3 milhões de donos de pequenos negócios, 15,2 milhões são autodeclarados pretos e pardos, enquanto 13,7 milhões (46,8%) são brancos e 418 mil (1,4%) pertencem a outras raças.

O estudo revela que, embora sejam maioria, empreendedores negros têm menor diversidade de ocupações, com as 10 principais atividades abrangendo 78% desse grupo. Eles lideram em participação na agropecuária (13,9%) e construção (15,9%), proporções superiores às de empresários brancos nessas áreas.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, destaca a necessidade de investir em ações inclusivas para mudar a realidade delineada pelo estudo. “Ao apoiar negócios comandados por pessoas negras, estamos criando oportunidades e construindo um futuro mais inclusivo. A atuação está centrada em promover a igualdade e o crescimento para uma parcela significativa da população”, afirma.

Uma pesquisa adicional do Sebrae revela que empreendedores negros estão mais presentes em atividades tradicionais e simples, com menor qualificação e retorno financeiro. Apesar de serem maioria, têm o menor nível de faturamento (77,6% recebem até dois salários-mínimos) e menor escolaridade (45,1% até o ensino fundamental).

Quanto à formalização, 23,6% dos empresários negros têm CNPJ, enquanto entre brancos esse número é 43,1% e entre outras raças é 39,7%.