Brasil é o 2º com mais jovens ‘nem-nem’ do mundo

O dado é baseado em estudos realizados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Ipea

Brasil é o 2º com mais jovens ‘nem-nem’ do mundo

O quantitativo de jovens que não trabalham e nem estudam atingiu um alto índice no Brasil, segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O levantamento realizado pela instituição aponta que, em 2022, 36% da população com idade entre 18 e 24 anos estão nessa condição, ou seja, fazem parte da ‘geração nem-nem’. Os números colocam o país em segundo lugar no ranking mundial, ficando atrás apenas da África do Sul.

Outro estudo, feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mostra que 73% da geração nem-nem é formada por mulheres. Essa quantidade, de acordo com a organização, tem como causa principal a gravidez precoce. Na mesma pesquisa, aponta-se que mais de três milhões de brasileiros estão desocupados e buscando um emprego há mais de dois anos.

O mesmo levantamento afirma que existe cerca de cinco milhões de pessoas desistiram de procurar emprego, devido à falta de perspectiva. Ainda segundo o Ipea, metade deles não completou o ensino fundamental, 25% estão na faixa etária de 18 a 24 anos.