Nova fábrica da Fibrasa vai gerar 100 vagas em Pernambuco

Nova unidade funcionará no Polo Empresarial de Abreu e Lima

por Elysa Assis qua, 03/08/2022 - 14:56
Aluísio Moreira/SEI Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, participou da firmação de protocolo Aluísio Moreira/SEI

O Governo de Pernambuco firmou, nesta quarta-feira (03), protocolo de intenções com a empresa Fibrasa, produtoras de embalagens plásticas, para a instalação de uma nova unidade fabril no Polo Empresarial de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. O empreendimento contempla aporte privado de R$ 70 milhões e deve gerar 100 vagas de trabalho.

“Fico muito satisfeito de poder anunciar mais este investimento, com boas perspectivas de geração de empregos. É o resultado do trabalho proativo do Governo de Pernambuco, que consolida o município de Abreu e Lima e o Litoral Norte como potenciais locais para atração de novos negócios”, frisou o governador Paulo Câmara.  

O diretor-presidente da Adepe, Roberto de Abreu e Lima, destacou os constantes esforços para manter um ambiente favorável para a instalação das empresas no Estado. “Vamos entrar com uma contrapartida de melhoria da infraestrutura do acesso à fábrica, investindo R$ 1,5 milhão através da Adepe. Atuamos não só na atração de novos negócios, mas também temos o cuidado de proporcionar as melhores condições para os investimentos já existentes. Quem investe em Pernambuco conta com nosso apoio permanente”, pontuou.  

A Fibrasa atua há mais de 50 anos no mercado e já possui uma planta fabril em Abreu e Lima e outra no Espírito Santo. Atualmente, processa 25 mil toneladas de polipropileno por ano. O grupo distribui para todo o Brasil e América Latina, atuando junto a indústrias de alimentos, bebidas, pet food, química e sabão. 

O vice-presidente da companhia, Leo de Castro, destacou o diálogo com o Governo do Estado e o crescimento da demanda no mercado pernambucano como fundamentais para tomar a decisão de ampliar as atividades. “Estamos extremamente satisfeitos com a operação em Pernambuco e viemos comunicar o interesse em expandir, além de discutir melhorias para o entorno da fábrica. O Governo de Pernambuco não mediu esforços para nos apoiar”, afirmou. Ele esteve acompanhado do diretor-presidente da empresa, Sérgio Rogério de Castro.

COMENTÁRIOS dos leitores