Encceja PPL: provas são aplicadas a partir desta quarta

Aplicação do exame ocorre em sistemas prisionais para reeducandos que busquem certificação do ensino fundamental e médio

por qua, 13/10/2021 - 16:03
Arthur Souza/LeiaJáImagens/Arquivo . Arthur Souza/LeiaJáImagens/Arquivo

*Por Thaynara Andrade

Nesta quarta (13) e quinta-feira (14), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplica o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Encceja PPL) 2020. No primeiro dia, a prova é destinada aos estudantes que buscam o certificado de conclusão do ensino fundamental, enquanto o segundo dia será reservado ao ensino médio.

As provas possuem 30 questões e estão sendo aplicadas no turno da manhã e da tarde. Durante esta quarta-feiram, até as 13h, foram realizadas as provas de Ciências da Natureza e matemática pela manhã. No período da tarde, os participantes precisam realizar, das 15h às 20h, os exames de língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física e redação, história e geografia, e redação. 

Na quinta-feira (14), a aplicação dos exames, destinados aos estudantes do ensino médio, será realizada das 9h às 20h. Os participantes serão avaliados em questões sobre Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e redação, e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Reaplicação: Também realizam as avaliações os participantes que tiverem pedido de reaplicação deferido pelo Inep, após não comparecimento na aplicação do Encceja PPL no dia 29 de agosto. Os motivos considerados são em caso de sintomas de doenças infectocontagiosas previstas em edital, como covid-19, assim como os que fizeram a prova em locais afetados por problemas logísticos.

O Encceja PPL tem o mesmo nível de dificuldade e os mesmos requisitos básicos, estabelecidos pela legislação em vigor do Encceja comum, a única diferença é que o exame é aplicado em unidades prisionais e socioeducativas  com objetivo de possibilitar aos reeducandos o acesso à educação.

COMENTÁRIOS dos leitores