Paulista: estudantes denunciam encerramento de curso

De acordo com os participantes, o curso foi interrompido após coordenadora do projeto ser exonerada do cargo

por Maya Santos ter, 12/01/2021 - 14:19
Pixabay Estudantes estão furstrados com o encerramento do curso EducaLibras Pixabay

Estudantes do projeto EducaLibras, que tem o objetivo de formar pessoas na Língua Brasileira de Sinais (Libras), realizado pela Prefeitura Municipal de Paulista, localizada na Região Metropolitana do Recife (RMR), denunciam a interrupção repentina das atividades nesta segunda-feira (11). Em entrevista ao LeiaJá, a estudante Jacqueline Alves, 31 anos, acredita que o encerramento foi ocasionado pela mudança de gestão.

A notícia sobre o encerramento do EducaLibras foi realizada aos participantes via WhatsApp, enviado pela coordenadora de Educação Especial de Paulista, Bernadete Brandão, exonerada do cargo. “Quero comunicar a vocês que fui dispensada da Coordenação da Educação Especial da Rede de Ensino do Paulista e, consequentemente, o fechamento do Curso de Libras- Projeto EducaLibras. Esse foi um ciclo que naturalmente se fechou”, diz trecho do comunicado emitido à turma na noite da segunda-feira (11), obtido pela reportagem do LeiaJá.

Segundo informações da estudante, a capacitação disponibilizada aos moradores de Paulista teve início durante o mandato do prefeito Júnior Matuto (PSB). No entanto, com a mudança da administração do município o projeto veio a encerrar. Segundo informações, ainda não há definição se a nova gestão tem interesse em continuar o curso com uma nova equipe para os próximos quatro anos.

Diante da incerteza, os estudantes pretendem realizar um protesto em frente à prefeitura de Paulista com o objetivo de pedir o retorno do projeto, que na visão dos participantes garante acesso a vagas no mercado de trabalho. O projeto EducaLibras tinha duração de três anos, dividido em seis módulos. “Estamos organizando um protesto, em grupos de Whatsapp, no grupo da turma e em grupos pessoais, separados”, disse a estudante Jacqueline. Não há previsão para a realização da manifestação.

Estudantes frustrados

Antes do encerramento, as aulas estavam sendo realizadas na forma on-line para as turmas que seguiam em formação no projeto, devido a pandemia da Covid-19. Com o fim do EducaLibras, muitos sonhos se frustraram. “Saber libras para mim sempre foi um sonho e é minha vida. Meu pensamento era: ‘eu vou ter uma profissão’. É um sonho que está sendo frustrado demais, porque era um lugar que eu tinha acesso, era gratuito”, lamentou Jacqueline Alves.

Para ir ao curso, Jacqueline deixava os filhos na escola e frequentava as aulas que significam mais oportunidades de empregos para a estudante. “Esse curso para mim é muito importante, porque a partir dele vai se abrir portas de empregos. Sem o certificado no final do curso é mais difícil de conseguir’, concluiu. De acordo com o comunicado da coordenação, os participantes do EducaLibras terão os certificados emitidos referente ao módulo 2020.2.

COMENTÁRIOS dos leitores