UPE divulga comunicado sobre retomada de aulas presenciais

O Governo de Pernambuco autorizou o retorno das aulas presenciais para as instituições de ensino superior

por Aurilene Cândida ter, 01/09/2020 - 09:46
Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo UPE irá iniciar as atividades remotamente Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo

Sobre a autorização da retomada das aulas nas instituições de ensino superior feita pelo Governo de Pernambuco nesta segunda-feira (31), a Universidade de Pernambuco (UPE) informou que, neste momento, irá iniciar as atividades com o ensino remoto, conforme planejado. A instituição seguirá com o cronograma anteriormente definido. 

“Esta nova situação exige uma análise com a devida cautela para o retorno com a total segurança sanitária para a Comunidade Acadêmica. Tão logo a Universidade tenha outras definições, será divulgada amplamente”, disse.

A autorização de retorno das aulas presenciais nas instituições de ensino superior foi feita pelo secretário de Educação e Esportes de Pernambuco, Fred Amancio, durante coletiva de imprensa. A retomada poderá começar a partir do dia 8 de setembro e será opcional tanto para as instituições quanto para estudantes, que poderão decidir voltar ou não à sala de aula nesse primeiro momento. A medida vale apenas para as  macrorregiões 1 (Região Metropolitana do Recife - RMR - e Zona da Mata) e 2 (Agreste). No Sertão, apenas a região de Petrolina será autorizada.

De acordo com o Fred Amancio, a retomada será feita em um processo composto por quatro etapas, iniciando com a possibilidade de ter até 25% do total de alunos em sala de aula e avançando gradativamente até chegar à totalidade dos estudantes presencialmente a partir de 28 de setembro.

Mesmo não aderindo a retomada das aulas presenciais, a UPE terá seu período excepcional de 8 de setembro a 25 de novembro, com dez semanas de duração e 240 horas/aula em disciplinas teóricas.

 O semestre será optativo e o estudante que não conseguir acompanhar as aulas até o fim, desistir do semestre ou não for aprovado também não será punido nem terá registro em seu histórico. 

De acordo com o reitor Pedro Falcão, durante o período de aulas remotas, assim como já vem acontecendo com as teses na pós-graduação, as orientações e defesas de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) serão feitas também de modo virtual, enquanto as avaliações se darão por meio de projetos, trabalhos e atividades on-line, preferivelmente assíncronas.

COMENTÁRIOS dos leitores