Hospitais públicos de SP abrem 537 vagas emergenciais

Médicos e técnicos de enfermagem vão atuar no combate à pandemia causada pelo novo coronavírus; ganhos variam entre R$ 1.823 e R$ 7.452

por Alex Dinarte ter, 12/05/2020 - 15:37

Em São Paulo, a Secretaria Estadual de Saúde abriu processo seletivo simplificado emergencial para contratação de médicos e técnicos de enfermagem. Ao todo, 537 profissionais do segmento vão preencher o quadro de hospitais públicos para auxiliar no combate ao novo coronavírus (SARS-CoV-2), causador da Covid-19.

As inscrições gratuitas devem ser feitas no site da Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) entre esta terça-feira (12) e a próxima quinta-feira (14).

Os salários variam entre R$ 1,2 mil e R$ 3.291,30, além dos acréscimos de premiação. Os contratos serão temporários e sem prorrogação. Conforme edital, o vínculo pode valer por 12 meses ou até o fim da pandemia.

Ainda de acordo com o comunicado, a escolha será realizada por meio de análise de títulos, em um processo de caráter eliminatório e classificatório, em que títulos acadêmicos e a experiência profissional no cargo serão critérios avaliadores.

A lista de aprovados vai ser divulgada no próximo dia 26 de maio e a Vunesp fará o contato por e-mail.

Na seleção, serão 356 vagas para o cargo de técnico de enfermagem. Desses postos, 18 são para Pessoas Com Deficiência (PCD). A função exige formação técnica em Enfermagem e registro no Conselho Regional de Enfermagem (Coren). Além do salário de R$ 1,2 mil, o funcionário pode agregar prêmio de até R$ 623 ao cumprir a jornada de 30 horas semanais de trabalho.

Já os demais 181 postos são para os médicos. O cargo, que requer formação em nível superior e registro no Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), oferece salário de R$ 3.291,30. Para o profissional que completar a carga horária de 24 horas por semana, o bônus por produtividade pode ser de até R$ 4.160,70.

COMENTÁRIOS dos leitores