Infração grave

por Victor Bastos | seg, 08/07/2013 - 16:59
Compartilhar:

Vez ou outra o comentarista solta a expressão “cartão bobo”. Uma punição sem necessidade. A frase geralmente vem acompanhada de uma cera ou quando um jogador fica na frente do outro para impedir a cobrança rápida da falta. Porém, e quando a infração é uma novidade? E aí, juizão?

Coincidência ou não, aconteceu no Peru. Literalmente. Infame, mas real o trocadilho. No jogo entre Universitario e Inti Gas, que terminou 1x1 pelo campeonato nacional, Diego Gustavino, do Universitario, foi derrubado e tentou cobrar rápido. Entretanto, Amilton Prado foi mais rápido e impediu a cobrança de uma forma, no mínimo, inusitada.

Confira e tire suas conclusões da “infração bolinho”:

 

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Carregando