Marcas chinesas de smartphones atraem mais consumidores

Fabricantes da China se popularizaram ao vender mais celulares em 2018, enquanto as líderes de mercado registraram queda nas vendas

por Nataly Simões qui, 31/01/2019 - 15:05

Uma pesquisa divulgada nesta semana pela International Data Corporation (IDC), empresa especializada em inteligência de mercado, mostrou que as marcas chinesas de smartphones, como a Huawei, Oppo e Xiami, atraíram mais consumidores em 2018. A Huawei, por exemplo, somente no ano passado vendeu 206 milhões de unidades em todo o mundo. Uma alta de quase 52 milhões de smartphones vendidos em relação a 2017, elevando a participação da empresa no mercado em 14,7%.

A Samsung e a Apple seguem na liderança do mercado de smartphones, em primeiro e segundo lugar, respectivamente. A Samsung vendeu 292,3 milhões de aparelhos em 2018. No entanto, houve uma queda de 8% na comparação com o ano anterior, quando a marca sul-coreana vendeu 317,7 milhões de dispositivos. Já a Apple vendeu 208,8 milhões de iPhones no ano passado, ante 215,8 milhões em 2017, o que mostra que sua participação no mercado também diminuiu.

De acordo com a pesquisa da IDC, esse recuo nas vendas dos smartphones das duas marcas líderes de mercado fez com que 2018 ficasse marcado como o pior ano para as vendas de celulares, o que significa uma queda total de 4,1%, com exceção das fabricantes chinesas que têm agradado inclusive os consumidores brasileiros por causa de seus preços mais acessíveis.

A atendente de telemarketing, Jaci Diniz, conta que o custo benefício foi, justamente, o primeiro fator que a fez comprar um smartphone de origem chinesa. “Comparando o meu celular com outros de configurações semelhantes, se eu comprasse de outras marcas o preço sairia uns 40% mais caro. Eu escolhi um aparelho de marca chinesa também por indicação de pessoas que tinham e estavam muito satisfeitas. Como eu estava apertada financeiramente, optei por ele”, afirma.

A pesquisa revela ainda um crescimento na concorrência entre as marcas chinesas de smartphone no quarto trimestre de 2018. Nesse período, a Huawei vendeu 60,5 milhões de dispositivos, alcançando 18,1% de participação no mercado. Na medida em que a Oppo vendeu 29,2 milhões de aparelhos, contra 28,6 da Xiaomi, ficando com 7,8% de participação no mercado, enquanto a Xiaomi ficou com 7,6%.

COMENTÁRIOS dos leitores