Tecnologia rastreia pessoas que dividem senhas da Netflix

Software pode detectar quantas pessoas usam uma única conta e onde elas estão conectadas

por Nathália Guimarães qui, 10/01/2019 - 12:14
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

Se você costuma compartilhar sua conta do Netflix com mais amigos do que deveria, é melhor ficar de olho. A empresa britânica Synamedia criou uma nova tecnologia para detectar senhas compartilhadas em serviços de streaming como Netflix e HBO e identificar os usuários infratores.

A Synamedia pretende combater os compartilhadores de senhas com um novo sistema que os serviços de streaming podem pagar para acessar. O software usa análise comportamental e aprendizado de máquina para controlar quantas pessoas estão conectadas em uma única conta, bem como de onde elas fazem login.

Cada serviço pode optar por lidar com os que infringem regras, por exemplo, enviando um e-mail solicitando a atualização para um serviço premium ou até mesmo encerrando a conta. Se alguém vendeu ilegalmente sua senha online para várias pessoas, ela pode ser entregue à polícia.

A Synamedia apresentou a tecnologia na feira de tecnologia Consumer Electronics Show (CES) 2019, em Las Vegas, nos EUA. Seu sistema alimentado por inteligência artificial funciona analisando onde os usuários estão conectados para rapidamente sinalizar as contas compartilhadas.

A empresa prevê que, até 2021, o compartilhamento de credenciais responderá por 7,8 bilhões de libras em prejuízos nas receitas de TV por assinatura. "O compartilhamento de credenciais casuais está se tornando caro demais para ser ignorado", disse Jean Marc Racine, da Synamedia.

O sistema também pode distinguir usuários que compartilham senhas com amigos ou filhos que não moram mais em casa. A Synamedia diz que a tecnologia já começou a ser testada, embora nenhuma data de lançamento oficial tenha sido definida até o momento.

LeiaJá também

--> WhatsApp vai proteger mensagens com impressão digital

COMENTÁRIOS dos leitores