Um dos pais da internet, Larry Roberts morre aos 81 anos

Nos anos 60, o cientista ajudou a desenhar e construir o que no futuro viria a ser a internet

por Nathália Guimarães qua, 02/01/2019 - 09:45
Wikimedia Commons Wikimedia Commons

Um dos pioneiros da internet, o cientista norte-americano Lawrence Roberts, conhecido como Larry Roberts, morreu aos 81 anos. Segundo a imprensa norte-americana, que divulgou a morte nesta segunda (31), a causa foi um ataque cardíaco ocorrido no último dia 26 de dezembro.

Embora o nome de Larry Roberts não pareça familiar para muitos, o homem é um dos pioneiros e arquitetos das primeiras formas da internet, às quais estamos tão amplamente acostumados e acostumados.

Nos anos 60, o cientista ajudou a desenhar e construir o que no futuro viria a ser a internet. Especificamente, Roberts foi responsável por ser o gerente de programa da ARPAnet, uma rede de comutação de pacotes que tinha como função interligar laboratórios de pesquisa dos EUA.

Os primeiros quatro computadores foram conectados à ARPAnet em 1969, mas o número cresceu rapidamente, à medida que universidades e outras instituições de pesquisa se juntaram a ela. Larry Roberts também queria que a ARPAnet fosse colocada em prática e encorajou os primeiros usuários a adotarem o e-mail para melhorar a comunicação e a colaboração.

O legado de Roberts, desde então, viveu através de várias empresas e esforços. Depois da ARPAnet, Larry Roberts comercializou a tecnologia de comutação de pacotes através de sua própria empresa, a Telenet. Ele também tinha outras duas companhias, a Caspian Networks (que agora está extinta) e a Anagran. Ambas foram envolvidas no aprimoramento e melhoria da qualidade de serviço para recursos e tecnologias mais atuais, como o streaming de vídeo.

COMENTÁRIOS dos leitores