Google recorre de multa de US$ 5 bi causada pelo Android

Companhia também foi condenada por pagar outros fabricantes de celulares para incluir a pesquisa do Google como padrão em smartphones e tablets

por Nathália Guimarães qua, 10/10/2018 - 11:25
Wikimedia Commons Sistema operacional Android é usado por 80% dos dispositivos no mundo Wikimedia Commons

O Google entrou nesta terça-feira (9) com um recurso de apelo da multa de quase US$ 5 bilhões aplicada pela União Europeia (UE) em julho, depois que um órgão regulador decidiu que a empresa Alphabet - controladora do Google - estava violando conscientemente as leis antitruste.

Em seu processo inicial, a UE alegou que o Google estava abusando de seu domínio de mercado com o sistema operacional Android para promover o uso de seu próprio motor de busca e excluir os seus rivais. A companhia também foi condenada por pagar outros fabricantes de celulares para incluir a pesquisa do Google como padrão em smartphones e tablets.

A decisão inicial deu ao Google 90 dias para acabar com os comportamentos anticompetitivos, sob pena de pagar multas diárias de até 5% do volume de negócios médio total mundial da Alphabet.

O sistema operacional Android, usado por 80% dos dispositivos no mundo, está na mira dos reguladores europeus há vários anos. É a segunda grande multa que a empresa enfrenta do órgão antitruste da UE. Em junho de 2017, o Google foi condenado a pagar uma multa de US$ 2,7 bilhões por favorecer o seu próprios serviços de compras em seu motor de busca, em detrimento de rivais.

LeiaJá também

--> Google lança terceira geração do Chromecast por R$ 130

COMENTÁRIOS dos leitores