De Neymar à Gracyanne, os famosos mais caros do Instagram

Jogador e musa fitness estão entre os brasileiros que mais ganham dinheiro com posts patrocinados

por Nathália Guimarães sex, 03/08/2018 - 12:22
Reprodução Reprodução

Com 1 bilhão de usuários ativos, o Instagram é a rede social que está na tela inicial de quase todos os celulares. Não é para menos que as celebridades estão ganhando rios de dinheiro com a publicação de fotos patrocinadas na plataforma. Entre os que mais faturam, estão a empresária Kylie Jenner, a cantora Selena Gómez e o jogador Cristiano Ronaldo. Já entre os brasileiros, Neymar, Camila Coelho e Gracyanne Barbosa encabeçam o ranking.

Segundo o ranking divulgado anualmente pela empresa britânica Hopper HQ, Kylie Jenner é a celebridade que mais ganha dinheiro com a publicação de fotos na rede social. Cada post patrocinado dela vale US$ 1 milhão. Selena Gómez ocupa a segunda posição (US$ 800 mil), seguida pelo português Cristiano Ronaldo (US$ 750 mil), Kim Kardashian (US$ 720 mil) e Beyoncé (US$ 700 mil).

Em bem menor quantidade, os brasileiros também marcam presença no ranking. Neymar aparece em 8º lugar. Cada post do jogador brasileiro no Instagram vale US$ 600 mil. A blogueira Camila Coelho surge na 42ª posição (US$ 10,750 mil), e a musa fitness Gracyanne Barbosa conquistou o 45º lugar (US$ 10 mil).

Em 2017, um influenciador não cobrava mais de US$ 550 mil por post. Neste ano, o valor quase duplicou. "Não estou surpreso que Kylie Jenner tenha liderado a lista deste ano, no que diz respeito ao marketing de mídia social, ela está no limite", informou o cofundador da Hopper HQ, Mike Bandar.

"Kylie foi apresentada ao público por meio do reality show de sua família, mas ela criou sua própria carreira de bilhões de dólares e aproveitou o poder do Instagram para construir uma empresa global, leal e engajada, seguindo as marcas que estão dispostas a pagar caro!", completou.

Os influenciadores têm a obrigação de identificar os posts do Instagram que são propaganda, para que o público fique ciente de que eles foram pagos para fazer isso. A lista completa está disponível neste link.

LeiaJá também

--> Facebook e Instagram ganham recursos para controlar vício

COMENTÁRIOS dos leitores