CEO da Intel deixa cargo após se envolver com funcionária

Política interna da empresa impede que gerentes tenham relacionamentos com funcionários

por Nathália Guimarães seg, 25/06/2018 - 11:39
Wikimedia Commons Remuneração total da Krzanich chegou a US$ 21 milhões no ano passado, Wikimedia Commons

O CEO da Intel, Brian Krzanich, anunciou a saída do cargo após uma investigação interna descobrir que ele manteve um relacionamento com uma funcionária da empresa no passado. A informação foi divulgada no The Wall Street Journal. Krzanich também deixou o conselho da companhia. O diretor financeiro Robert Swan assumirá a posição interinamente.

A Intel concluiu que houve violação da sua política que impede relacionamentos com funcionários, aplicada a todos os gerentes, e convidou o executivo a renunciar ao cargo. Não está claro com quem Krzanich, de 58 anos, teve envolvimento.

Segundo a CNBC, a remuneração total da Krzanich chegou a US$ 21 milhões no ano passado, e a empresa também pagou pelo transporte e segurança residencial dele.

Krzanich foi nomeado CEO e eleito para o conselho em maio de 2013, de acordo com um resumo de sua biografia no site da Intel. Antes disso, ele atuou como vice-presidente executivo e diretor de operações. Ele ingressou na Intel em 1982.

LeiaJá também

--> Robôs já substituem motoboys e fazem entregas nos EUA

COMENTÁRIOS dos leitores