Microsoft instala data center no fundo do mar escocês

Mar oferece resfriamento gratuito ao equipamento e ajuda a economizar na conta de energia

por Nathália Guimarães qua, 06/06/2018 - 13:05
Divulgação/Microsoft Centro de dados consiste em um cilindro branco de 12,2 metros de comprimento Divulgação/Microsoft

A Microsoft submergiu um centro de dados no mar das Ilhas de Orkney, ao norte da Escócia, em um projeto para economizar a energia usada para resfriar os servidores em terra, afirmou a empresa nesta quarta-feira (6).

O centro de dados consiste em um cilindro branco de 12,2 metros de comprimento contendo 864 servidores - o suficiente para armazenar cinco milhões de filmes - e pode ficar no submerso no mar por até cinco anos.

Segundo a Microsoft, o mar oferece resfriamento gratuito. Estes equipamentos geralmente geram muito calor, e grandes provedores tentam transferi-los para países mais frios para economizar nas contas de energia.

O centro de dados da Microsoft será alimentado por um cabo submarino, que também conectará os servidores à internet. A desvantagem é que, se os computadores a bordo quebrarem, eles não poderão ser reparados.

A Microsoft tem realizado experimentos com centros de dados submarinos por cerca de cinco anos e, anteriormente, afundou um equipamento na costa californiana por cinco meses em 2015.

LeiaJá também

--> Microsoft anuncia compra do GitHub por US$ 7,5 bilhões

COMENTÁRIOS dos leitores