Mudanças do Facebook para se manter atualizado no mercado

sex, 18/05/2018 - 09:48

Nos últimos meses tanto a mídia internacional como a brasileira tem falado bastante sobre o Facebook, já que essa é a rede social mais importante do mundo e está sempre entre as principais chamadas das mídias. Mark Zuckerberg, o fundador e o maior responsável pelo Facebook, também está sempre no holofote, recebendo tanta atenção quanto a sua marca. Além disso, todo o ano é esperado com grande expectativa quais serão os passos para a empresa no novo cenário mundial, e agora em 2018 não foi diferente. Seguindo a programação normal da empresa, uma conferência anual chamada F8 foi recentemente realizada para expor as novidades e os próximos passos da empresa e da rede social. Vamos expor neste artigo alguns pontos importantes tanto sobre o Facebook como também sobre o seu criador, Mark Zuckerberg.

Como Mark Zuckerberg está lidando com as questões que o Facebook está enfrentando?

Mark Zuckerberg criou o Facebook há quase 15 anos atrás do seu dormitório em Harvard, o que começou como um projeto pessoal de um jovem adulto se tornou a maior rede social do mundo, mudando a forma como as pessoas se comunicam nos dias de hoje. De acordo com o artigo da Betway Casino  sobre a jornada de deixar de ser um milionário para se tornar um bilionário, o homem de hoje apenas 33 anos fez com que o seu primeiro milhão de dólares se transformasse em um bilhão de dólares em apenas um ano através do Facebook. Isso aconteceu no ano de 2006, e por especulação financeira, algo muito comum no mercado financeiro. Quando o Facebook ainda não tinha um valor certo, mas Mark já tinha acumulado o seu primeiro milhão, uma empresa tentou comprar o Facebook por 750 milhões de dólares, mas há rumores que os preços já haviam subido para 2 bilhões de dólares. Já em 2007, com a entrada da Microsoft na empresa com uma porcentagem de 2% da empresa, o seu valor chegou aos 15 bilhões de dólares. E não parou mais. Hoje o Facebook vale mais de 300 bilhões de dólares. Com certeza, Mark é bastante inteligente, e também entende que o Facebook tem que estar sempre a frente do seu tempo, para continuar sendo um negócio que só cresce, algo que está se tornando cada vez mais difícil devido às conjunturas que o mundo vem vivendo e também com as mudanças de comportamentos dos usuários que hoje exigem mais segurança e mais privacidade no meio digital. Para lidar com as questões que o Facebook vem enfrentando, Mark está sempre aberto à adaptação.

Adaptação: Facebook e os seus testes

Como dito acima, o Facebook está usando a adaptação para lidar com as questões das novas tecnologias frente às mudanças da vida moderna. Isso se dá sempre através de testes, alguns países são selecionados para receberem ferramentas-testes que são estudadas e se aprovadas passam para os 2,2 bilhões de usuários em todo o mundo. Um teste recente foi a ferramenta de "dislike" de comentários, no qual os usuário poderiam "desgostar" um comentário. O teste foi realizado na Aústria e na Nova Zelândia. Segundo o Facebook, a ferramenta tem como base a liberdade de expressão, onde as pessoas são livres para concordarem e descordarem de um comentário, além disso, a ferramenta seria uma forma de alimentar um discussão mais saudável. Esse é um dos vários exemplos em testes que a Facebook faz diariamente na plataforma.

O que vai mudar no Facebook?

Durante a convenção anual F8 do Facebook, Mark afirmou que vai mudar as ferramentas para garantir que nenhuma informação seja roubada para fins políticos ou qualquer outros que sejam. Outro ponto sobre o Facebook é também a questão do Fake News, algo que vem acontecendo em todo o mundo, quando os posts de usuários acabam se tornando verdades sem nem ao mesmo haver uma verificação. Mark disse que agora haverá um melhor controle sobre o que se torna notícia e viral dentro do Facebook. Em todo momento Mark afirma que haverá erros e que a empresa vai tentar ao seu máximo para fazer mudanças positivas e que garantam os direitos de seus usários.O mundo da era da informação e da digitalização muda muita rapidamente, constantemente se reajustando nas 24 horas, 7 dias por semana. Dessa maneira Mark sabe que ele tem que estar sempre se adaptando com tentativas e erros para estar na frento dos seus concorrentes. Este é o pensamento de equilíbrio e de balanço que a grande maioria das empresas no segmento de tecnologia apresentam, analisando os seus usuários, se adaptando a eles, mas também trazem inovações que nem eles mesmos sabiam que queriam.

 

As novas ferramentas do Facebook 2018

Como novas ferramentas para 2018, o Facebook trouxe um óculos de realidade virtual mais acessível e acredita que essa é uma tecnologia na qual vale a pena investir. Além disso, a empresa também está criando um aplicativo interno a rede de relacionamentos muito parecido com o Tinder, mas que tem como objetivo formar relacionamentos sérios e muito mais do que apenas uma noite. Outra ferramenta que já existe desde 2017, mas que foi atualizada para ficar ainda melhor em 2018 é o filtro antibullying que automaticamente apaga todos e quaisquer comentários negativos. Fora da rede social, a empresa que detém o WhatsApp e o Instagram, vai realizar mudanças também, trazendo opções de videochamadas mais avançadas. Para empresa também está no foco investir em inteligência artificial, na qual ela vem investindo tanto em tempo, em energia e em dinheiro para melhorar ainda mais todas as suas ferramentas. O Facebook acredita que a inteligência artificial é a solução para tudo.

Ou seja, Mark está trabalhando para se manter no comando tanto do Facebook como também do mundo online. As mudanças visam melhorias para os usuários que estão mais conscientes e buscando ao máximo tanto por segurança como também por privacidade. Vamos ficar de olho para ver os próximos passos tanto do Facebook como também de Mark.

COMENTÁRIOS dos leitores