YouTube é acusado de coletar ilegalmente dados de crianças

Coalizão de 23 grupos de defesa do consumidor e privacidade alega que o Google está violando as leis de proteção à criança

por Nathália Guimarães seg, 09/04/2018 - 09:48
Reprodução Google tem um aplicativo dedicado para crianças chamado YouTube Kids Reprodução

Uma coalizão de 23 grupos de defesa do consumidor e privacidade apresentou uma queixa à Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) alegando que o Google está violando as leis de proteção à criança ao coletar dados pessoais e exibir propagandas para menores de 13 anos.

O grupo alega que, apesar de o Google alegar que o YouTube só deve ser usado por pessoas com 13 anos ou mais, a empresa sabe que usuários abaixo dessa idade estão acessando o site todos os dias. Segundo as entidades, a companhia coleta informações pessoais como localização e números de telefone sem primeiro obter o consentimento dos pais, conforme exige a lei americana.

A coalizão deseja que o Google seja investigado por suas supostas violações. O grupo afirma que o YouTube é a plataforma online mais popular para crianças nos EUA, usada por cerca de 80% dos pequenos de seis a 12 anos de idade.

Os reclamantes afirmam que entre os canais mais populares no YouTube estão aqueles direcionados a crianças, incluindo o ChuChuTV Nursery Rhymes e Kids Songs, com 15,9 milhões de inscritos e mais de 10 bilhões de visualizações, e LittleBabyBum, com 14,6 milhões de assinantes e 14 bilhões de visualizações.

O Google tem um aplicativo dedicado para crianças chamado YouTube Kids, lançado em 2015 e projetado para exibir conteúdo e anúncios apropriados para os pequenos espectadores. Em resposta, um porta-voz do YouTube disse que a empresa dará atenção à queixa.

"Embora não tenhamos recebido a reclamação, proteger as crianças e as famílias sempre foi uma das principais prioridades para nós. Leremos a reclamação cuidadosamente e avaliaremos se há coisas que podemos fazer para melhorar. Como o YouTube não é para crianças, investimos significativamente na criação do aplicativo YouTube Kids para oferecer uma alternativa especificamente criada para crianças", informou, em nota.

LeiaJá também

--> Clientes da Sears e Delta têm dados de cartões roubados

COMENTÁRIOS dos leitores