Fábrica da Boeing nos EUA é atacada por vírus WannaCry

Tentativa de invasão causou um alarme generalizado na empresa nesta quarta-feira (28)

por Nathália Guimarães qui, 29/03/2018 - 12:32
Wikimedia Commons Boeing 777 Wikimedia Commons

A fabricante de aeronaves Boeing foi atingida pelo ataque cibernético WannaCry na quarta-feira (28), de acordo com um relatório do jornal Seattle Times. Embora a tentativa de invasão tenha desencadeado um alarme generalizado na empresa, executivos informaram que a investida foi controlada com danos mínimos.

O ataque ocorreu na fábrica localizada em Charleston, na Carolina do Sul (EUA). "Nosso centro de operações de segurança cibernética detectou uma intrusão limitada de malware que afetou um pequeno número de sistemas", afirmou a Boeing, acrescentando que a investida foi limitada aos computadores da sua divisão comercial e que as unidades militares não foram afetadas.

O vírus WannaCry, que a administração do presidente Donald Trump atribui à unidade de ciberterrorismo da Coréia do Norte, explora uma falha no software do Windows para obter acesso a uma rede. Em 2017, sua disseminação causou um pânico generalizado e afetou hospitais, aeroportos e outros estabelecimentos em todo o mundo.

O WannaCry operava bloqueando as máquinas, obrigando os proprietários a pagar uma quantia em dinheiro para resolver o problema. A Microsoft mais tarde liberou atualizações para limitar a propagação do malware.

LeiaJá também

--> Hacker acusado de roubar US$ 1,2 bilhão de bancos é preso

COMENTÁRIOS dos leitores