Robô ajuda médicos nos diagnósticos na Dinamarca

Inteligência artificial reconhece sintomas de parada cardíaca ou respiratória através de sinais na voz das pessoas que ligam para emergência

por Wagner Silva seg, 15/01/2018 - 14:59

O serviço de emergência da Dinamarca está testando uma tecnologia que promete identificar se o paciente do outro lado da linha está sendo acometido por ataque cardíaco. A inteligência artificial (IA) responsável por identificar sinais de cardiopatias pela voz foi implantada em 2016 e ganhou o nome de Corti. A partir do que “ouve”, o Corti passa para o atendente as perguntas que devem ser feitas para melhorar a eficácia do diagnóstico.

Outras atribuições foram dadas a tecnologia, como lembrar de perguntar o endereço da vítima assim que a ligação é atendida e despachar a ambulância mais próxima da ocorrência. Mas, o forte do Corti mesmo é identificar complicações. Segundo o site Fast Company, em uma das chamadas a IA conseguiu detectar a iminência de uma parada cardiorrespiratória após ligação de um homem que havia caído de um telhado. Pelo som da respiração e a vibração das costelas quebradas, a máquina conseguiu determinar o diagnóstico.

Mesmo com quase dois anos de atividade Corti ainda não é capaz de “pensar” por si próprio. De acordo com a startup responsável pelo desenvolvimento, no futuro a tecnologia pode assumir sozinha o papel de atendente e indicar os procedimentos para melhorar o socorro às vítimas de acidentes.

COMENTÁRIOS dos leitores