Procon divulga lista de sites para evitar na Black Friday

Todas as lojas da lista foram notificadas sobre os problemas e, mesmo assim, não ofereceram solução aos casos

por Nathália Guimarães seg, 20/11/2017 - 11:25
Pexels Procon-SP divulgou uma lista com os sites que devem ser evitados por consumidores na hora das compras do Black Friday Pexels

O Procon-SP divulgou uma lista com os sites que devem ser evitados por consumidores na hora das compras do Black Friday, marcada para esta sexta-feira (24) no Brasil. No total, são 519 endereços eletrônicos, com o nome de suas respectivas empresas responsáveis. Todas as citadas já foram alvo de reclamações. O documento foi atualizado no último dia 17 de novembro.

Todas as lojas da lista foram notificadas sobre os problemas e, mesmo assim, não ofereceram solução aos casos ou não foram encontradas. Entre as principais reclamações de consumidores estão fretes muito caros, atrasados nas entregas, até produtos danificados ou que divergem do anunciado. Alguns sites foram retirados no ar, outros, no entanto, continuam online.

Segundo o Procon-SP, a partir do levantamento, a instituição procura evitar que a população seja lesada e o tão sonhado desconto acabe se transformando em pesadelo. A instituição também disponibilizou em seu site, algumas dicas e alertas para quem quer aproveitar a data.

Entre as orientações, o Procon-SP informa que o consumidor deve ficar atento a sites conhecidos que estampam ofertas de fornecedores independentes, com preços e condições diferentes para um mesmo produto. Outra dica é verificar a reputação das lojas e o prazo de entrega.

LeiaJá também

--> Forever 21 é invadida e dados de clientes são roubados

COMENTÁRIOS dos leitores