App gravou secretamente sons de usuários fazendo sexo

Diversas pessoas relataram que sentiram como se estivessem sendo espionadas em alguns de seus momentos mais íntimos

por Nathália Guimarães seg, 13/11/2017 - 11:24
Wikimedia Commons Empresa de brinquedos sexuais Lovense pediu desculpas aos consumidores Wikimedia Commons

A empresa de brinquedos sexuais Lovense, com base em Hong Kong, pediu desculpas aos consumidores depois que um de seus aplicativos gravou o som de diversos usuários fazendo sexo. Várias pessoas relataram que sentiram como se estivessem sendo espionadas em alguns de seus momentos mais íntimos.

O aplicativo em questão - chamado Lovense Remote - permite aos usuários controlar um vibrador através do telefone. As queixas começaram a aparecer quando um internauta recorreu ao Reddit para informar que o app solicitou ao seu smartphone permissão para gravar áudios e os armazenou na memória do dispositivo sem que ele soubesse.

O consumidor foi surpreendido quando encontrou um arquivo de áudio de seis minutos que continha sons bastante reconhecíveis. Ele informou que não fazia ideia de que seria gravado durante todo o tempo que estava usando o vibrador.

Outros usuários, então, relataram situações parecidas no site. Isso levou a Lovense a responder às queixas, informando que os arquivos de áudio não foram enviados ou armazenados em seus servidores.

"Para que o recurso de som funcione, temos que criar um arquivo de cache local. Este arquivo deve ser excluído no final de cada sessão, mas devido a um bug na última versão do nosso aplicativo para Android, o arquivo não foi excluído com sucesso", informou a empresa, em comunicado enviado ao site The Verge.

LeiaJá também

--> Snapchat nega boato de que app será cancelado

COMENTÁRIOS dos leitores