Pesquisadores criam robô comestível feito de gelatina

Invenção pode se dissolver instantaneamente sem prejudicar a saúde do indivíduo

por Nathália Guimarães ter, 10/10/2017 - 15:54
Divulgação/EPFL Robô feito de gelatina ainda está em seus estágios iniciais de desenvolvimento Divulgação/EPFL

Pesquisadores da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, divulgaram nesta semana que estão trabalhando no projeto de um robô comestível feito de gelatina. Estas pequenas máquinas podem ser usadas ​​para administrar medicamentos no trato intestinal ou se movimentar em outras partes do corpo humano para ajudar a fornecer um diagnóstico de uma doença mais preciso.

Como suas peças são feitas de gelatina, glicerina e água, o robô é preenchido com ar ou fluídos capazes de reagir a produtos químicos, o que o faz se mover dentro do corpo humano. Após concluir sua missão, ele pode se dissolver instantaneamente sem prejudicar a saúde do indivíduo.

Isso porque, segundo os pesquisadores, ao combinar essa tecnologia com outros avanços em eletrônicos comestíveis - baterias que podem passar com segurança através de um trato digestivo ou chips e câmeras que podem ser ingeridas - o robô não causa danos ao corpo humano.

O robô feito de gelatina ainda está em seus estágios iniciais de desenvolvimento, mas o time de pesquisadores vem trabalhando no projeto há aproximadamente um ano. Além das aplicações na saúde humana, a invenção também poderia ajudar a estudar como os animais selvagens se comportam coletivamente ao ser usada como alimento para pesquisas e rastreamentos.

LeiaJá também

--> Google lança fones que fazem tradução simultânea

COMENTÁRIOS dos leitores