Aplicativo usa selfie para detectar câncer de pâncreas

App avalia a coloração da parte branca dos olhos para identificar doença

por Nathália Guimarães seg, 04/09/2017 - 12:36
Divulgação/Universidade de Washington App chamado BiliScreen usa a câmera do smartphone juntamente com uma série de algoritmos Divulgação/Universidade de Washington

Poderia uma selfie salvar sua vida? Talvez. Pesquisadores da Universidade de Washington, nos EUA, estão trabalhando em um aplicativo capaz de analisar fotos de seu smartphone para detectar sinais precoces de câncer de pâncreas.

O aplicativo, chamado BiliScreen, usa a câmera do smartphone juntamente com uma série de algoritmos para verificar se há níveis de bilirrubina nos olhos de uma pessoa. Este acúmulo de pigmento amarelo é um dos primeiros sinais de câncer de pâncreas, bem como de outras doenças, como icterícia ou hepatite.

No entanto, quando esse amarelecimento se torna notável, o câncer já está bastante desenvolvido. O BiliScreen é capaz de detectar níveis muito baixos de bilirrubina e fornecer aos usuários uma avaliação precoce.

"A esperança é que, se as pessoas puderem fazer esse teste simples uma vez por mês - na privacidade de suas próprias casas - elas poderão detectar a doença a tempo suficiente de iniciarem tratamento que pode salvar suas vidas", disse o principal autor do artigo, Alex Mariakakis.

Atualmente, o aplicativo funciona com uma espécie de óculos de papel para calibrar as cores. O objetivo é que no futuro o app funcione sozinho, sem a necessidade de acessórios. O estudo será apresentado durante a conferência Ubicomp 2017, no próximo dia 13.

LeiaJá também

--> Panasonic apresenta geladeira que leva comida até você

COMENTÁRIOS dos leitores