"Teu namorado tem aids": resposta ao preconceito viraliza

Rapaz usou o Facebook para responder mensagem anônima feita no aplicativo Sarahah, afirmando que o comentário é maldade, preconceito e falta de informação

por Alice Mota qua, 09/08/2017 - 11:32
Reprodução/Facebook Jeandro afirma que ele e o namorado estão preparados para lidar com o preconceito Reprodução/Facebook

No início no mês de agosto, um rapaz publicou no Facebook uma resposta ao comentário "teu namorado tem aids", recebido pelo aplicativo Sarahah, que permite o envio de mensagens anônimas. O texto do usuário da rede social, Jeandro Brb, teve mais de 7 mil reações e 1.558 compartilhamentos, com pessoas manifestando-se contrárias ao preconceito associado à falta de informação sobre o assunto.

O rapaz se identifica como servidor público, que atua no Sistema Único de Saúde (SUS). Ele utiliza a rede social para esclarecer que ser portador do vírus HIV e ter a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) são coisas diferentes, uma vez que o segundo é a doença acarretada pelo vírus, que pode ser controlado.

Ainda na publicação, de acordo com Jeandro, tanto portadores de HIV como pessoas com AIDS podem ser medicadas diariamente e manter o vírus sob controle. "A medicação vai eliminando as cópias do vírus no organismo a ponto de sobrar tão poucas que elas não estão mais presentes na corrente sanguínea, o que chamamos de Carga Viral Indetectável", diz, sobre os casos em que o portador do vírus torna-se praticamente incapaz de transmiti-lo. 

Ele conta que o SUS oferece o tratamento de forma gratuita e eficaz, afirmando que o país é uma referência mundial no controle do vírus causador da AIDS. Explica, inclusive, que o tratamento permite que casais heterossexuais, sendo um soropositivo, tenham filhos sem o vírus. 

Sobre o caso do namorado de Jeandro, ele esclarece que é portador do vírus HIV e o tratamento é feito há mais de três anos, sendo um caso de carga viral indetectável. Ele esclarece que o casal conversou e está preparado para lidar com o preconceito, de forma que não sente o relacionamento afetado, e espera que o pronunciamento chegue até o usuário do Sarahah que mandou a mensagem inicial. 

Confira o post completo:

Embed:

LeiaJá também: 

--> Conheça o Sarahah, polêmico app que virou febre na web

COMENTÁRIOS dos leitores