Nasa lançará sonda para estudar a atmosfera do Sol

Tecnologia dos materiais empregados vai permitir que a sonda solar obtenha dados em um ambiente de temperaturas extremas

por Caroline Nunes qua, 31/05/2017 - 17:43

A Agência Aerospacial dos Estados Unidos (Nasa) anunciou hoje (31) o lançamento de uma sonda em 2018 que chegará à distância mais próxima da superfície solar jamais alcançada. O objetivo é estudar as características físicas da atmosfera do Sol. A sonda Solar Parker foi projetada para obter dados em um ambiente de temperaturas extremas, com grande quantidade de radiação.

A sonda voará diretamente para a coroa solar e a atravessará, ficando a 6 milhões de quilômetros da superfície da estrela. “Até agora, os materiais para que essa missão fosse possível não existiam", declarou o cientista Nicola Fox, do Laboratório de Física Aplicada da Universidade John Hopkins, responsável por desenvolver parte dos componentes do equipamento. 

Para se aproximar do Sol e orbitá-lo em uma distância curta, a sonda Solar Parker será acelerada pelo Delta IV Heavy, o foguete em serviço com a maior potência existente. Sondas lançadas desde os anos 60 confirmaram as teorias sobre o campo magnético do Sol e a existência de ventos solares, além de permitirem observar o comportamento da coroa solar, que atinge temperaturas mais altas que a superfície do astro.

COMENTÁRIOS dos leitores