Nacional Ceará Paraíba Pará Pernambuco São Paulo

Spotify quer restringir acesso de usuários não pagantes

Pessoas que usam o serviço sem pagar podem ser impedidas de ouvir algumas músicas

por Nathália Guimarães qui, 16/03/2017 - 15:30
Divulgação/Spotify Spotify tem mais de 50 milhões de assinantes pagantes Divulgação/Spotify

As pessoas que usam o Spotify sem pagar podem ser impedidas de ouvir algumas das músicas mais novas da plataforma, de acordo com um novo relatório do jornal The Financial Times. O serviço de streaming de música estaria negociando um acordo com gravadoras como Universal, Sony e Warner que inclui uma cláusula para tornar o acesso aos lançamentos disponíveis apenas para quem for assinante.

Essas negociações, no entanto, não são novidade no mundo do streaming. Concorrentes como o Apple Music não permitem todo o conteúdo aberto a quem testa gratuitamente o serviço. O Spotify resistiu a ideia desde então, mas, de acordo com o Financial Times, a empresa receberá algo em troca para mudar de ideia - pagará menos direitos de reprodução às gravadoras.

As negociações, com a Universal, Sony e Warner, poderiam ser concluídas dentro de semanas, informou a publicação. Atualmente, o Spotify tem mais de 50 milhões de assinantes pagantes, de acordo com o seu site, e mais de 100 milhões de usuários no total. A plataforma oferece um acervo com mais de 30 milhões de músicas.

LeiaJá também

--> Spotify e Waze integram serviços para facilitar navegação

COMENTÁRIOS dos leitores