Google Chrome vai ficar 15% mais rápido no Windows

Navegador passará a usar uma tecnologia que analisa o browser para torná-lo mais eficiente

por Nathália Guimarães ter, 01/11/2016 - 11:47
Reprodução Navegador Chrome, do Google Reprodução

O Google está fazendo um esforço para tornar seu navegador mais rápido e leve. A empresa anunciou nesta segunda-feira (31) um projeto para reduzir o uso de memória do Google Chrome, e também começou a trabalhar em algumas outras otimizações recentemente para tornar o browser até 15% mais rápido em aparelhos que rodam o sistema Windows.

A partir do Chrome 53 na versão de 64 bits do navegador e do Chrome 54 de 32 bits, espera-se que o processo de inicialização fique 17% mais rápido, o carregamento de novas abas, 15%, e o carregamento geral, 6%.

Para que isso se torne possível, o navegador passará a usar a tecnologia Profile Guided Optimization (PGO), da Microsoft, que analisa como os usuários interagem com um aplicativo e depois usa as descobertas para reconfigurar o navegador e torná-lo mais eficiente.

"O Chrome é um projeto de software enorme, com mais de um milhão de funções em seu código-fonte", explicou a empresa, em um post de blog. "Nem todas as funções são iguais - algumas são usadas mais frequentemente, enquanto outros raramente são usadas. A tecnologia usa dados para rastrear quais recursos são mais comuns para nortear a otimização", diz a empresa.

COMENTÁRIOS dos leitores