Hasselmann sugere camisa de força para Gleisi Hoffmann

A deputada do PSL fez a sugestão após compartilhar a nota oficial do PT sobre os últimos acontecimentos envolvendo Bolsonaro, Moro e o STF

ter, 14/05/2019 - 14:52
Reprodução/Facebook/Joice Hasselmann A líder do PSL chamou Hoffmann de louca Reprodução/Facebook/Joice Hasselmann

A deputada federal e líder do PSL na Câmara, Joice Hasselmann, atacou a também deputada federal e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, nesta terça-feira (14) através do seu perfil oficial no Twitter.

 Hasselmann compartilhou uma postagem de Hoffmann, em que publicou a nota oficial do PT com relação aos últimos acontecimentos envolvendo o presidente Jair Bolsonaro (PSL), o ministro Sergio Moro e o Supremo Tribunal Federal (STF).

 “Ao revelar que negociou com o ex-juiz Sergio Moro sua indicação para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal, Jair Bolsonaro confessou o que, pela régua da Lava Jato, seria crime de corrupção praticado por ele e seu ministro da Justiça, previsto no Artigo 317 do Código Penal: ‘Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem’”, diz a nota compartilhada pela petista.

 A nota ainda alfineta o ministro da Justiça. “Sergio Moro nunca esteve à altura dos cargos barganhados, nem mesmo num governo rebaixado como o de Jair Bolsonaro. As sentenças ilegais contra Lula, a condução autoritária dos julgamentos e os crimes que cometeu, como o grampo da ex-presidenta Dilma, revelaram seu despreparo no Direito e seu desapreço à Democracia”, avalia.

 “Moro e Bolsonaro ofendem o país e suas instituições, a começar pelo Supremo, que se vê envolvido numa grosseira barganha política. O Brasil não merece ser governado por pessoas tão despreparadas para exercer funções públicas. O PT lutará em todos os campos, no Congresso, nas ruas e na Justiça, contra o desrespeito à democracia e às leis por parte do atual governo e de seus membros”, garante a nota do partido.

 Após ler o conteúdo, Hasselmann chamou Hoffmann de louca. “A louca do PT Gleisi Hoffmann sobe o tom dos delírios. Agora acusa Sergio Moro de corrupção com Jair Bolsonaro. Alguém tem uma camisa de força disponível???”, questionou.

LeiaJa também

--> Senador 'Robocop' quer policiais fazendo exame para drogas

--> Padilha critica Bolsonaro por desmonte do Mais Médicos

--> Juntas sugerem criação de Frente para defesa de indígenas

COMENTÁRIOS dos leitores