Sem provas, PGR arquiva inquérito contra Humberto Costa

O inquérito estava aberto desde junho do ano passado e investigava o recebimento de R$ 1 milhão por prestar apoio político à Odebrecht

ter, 12/03/2019 - 14:11
Reprodução/Facebook/Humberto Costa O pernambucano Humberto Costa é líder do PT no Senado Reprodução/Facebook/Humberto Costa

A procuradora-geral da República Raquel Dodge arquivou o inquérito aberto, em junho do ano passado, sobre o senador pernambucano pelo Partido dos Trabalhadores, Humberto Costa. O arquivamento aconteceu nessa segunda-feira (11) e foi motivado por falta de provas.

De acordo com a acusação dos relatores, Humberto teria recebido R$ 1 milhão por prestar apoio político à empresa Odebrecht, em favor da negociação e celebração de contrato administrativo no âmbito da Petrobras, em 2010.

Dodge afirmou que o Ministério Público Federal não juntou elementos suficientes que apurassem o oferecimento de qualquer denúncia contra o senador. Por isso, a PGR requereu ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, o arquivamento do processo.

O relatório que o MPF produziu constatou que não houve nenhum repasse para Humberto Costa. Para a PGR, as versões dos delatores não representam base empírica idônea para a deflagração da ação penal.

COMENTÁRIOS dos leitores