Em pronunciamento, Temer cita melhoras na economia do País

Para o presidente, tirar o país da crise é o principal objetivo de seu governo

qua, 09/05/2018 - 17:36
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo O presidente citou melhorias na economia brasileira Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

O presidente Michel Temer (MDB) fez um pronunciamento na tarde desta quarta-feira (09) no Palácio do Planalto onde citou melhorias na economia brasileira. De acordo com o emedebista, em apenas dois anos o governo conseguiu recuperar o País da maior crise de sua história.

Temer destacou que diversas estatais cresceram na cotação da Bolsa de Valores. Para o presidente, tirar o país da crise é o principal objetivo de seu governo. “Os Correios tiveram lucro de R$ 667 milhões em 2017. Este, aliás, é o primeiro lucro desde 2013, quando a companhia começou a registrar prejuízos seguidos até 2016. A Petrobras atingiu o maior valor de mercado da sua história, R$ 312,5 bilhões na cotação da Bolsa de Valores. A empresa chegou a valer R$ 62 bilhões em um passado recente. Assim como recuperamos o Brasil em dois anos, nós recuperamos a Petrobrás”, ressaltou.

De acordo com o chefe do Executivo, o Brasil está estabelecendo as condições necessárias para que agentes econômicos possam investir no país. “O Brasil foi considerado por 2.500 altos executivos de todo o mundo, o segundo principal destino de investimentos externos dos principais setores industriais. A pesquisa é feita de dois em dois anos, na última, o Brasil estava em oitavo lugar e agora está em segundo”.

O presidente apontou aumento de vendes no setor de supermercados. Segundo Temer, isso mostra que “o brasileiro e a brasileira têm ido mais ao supermercado e consumido mais do que consumia no ano passado”. O emedebista enfatizou que o governo fecha as contas do ano sem preocupações. “O BNDES antecipou o cronograma de pagamentos dos R$ 100 bilhões obtidos pelo banco em empréstimos com o Tesouro. Com esses recursos, o governo fecha as contas de 2018 e garante o cumprimento da chamada regra de ouro”, finalizou.

Por Fabio Filho

COMENTÁRIOS dos leitores