Deputado da Bahia é alvo de operação da PF

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa de Marcelo Nilo, ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia

por Cássia Carolina Macedo qua, 13/09/2017 - 11:07
Divulgação PF cumpriu mandados em endereços ligados ao deputado estadual Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (13) uma operação que tem como alvo o deputado estadual da Bahia Marcelo Nilo (PSL-BA). Ele, que já foi presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), é investigado pelo crime de falsidade eleitoral. De acordo com o Ministério Público Eleitoral (MPE), a PF cumpre mandados de busca e apreensão em sete endereços ligados ao deputado.

Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Após representação levantada pela Procuradoria Regional Eleitoral da Bahia (PRE-BA), foi iniciada investigação pelos crimes de falsidade eleitoral envolvendo a empresa Bahia Pesquisa e Estatística (Bapesb). Segundo divulgação, o deputado teria prestado informações falsas à Justiça Eleitoral. Além da Babesp, a PF também cumpre buscas no endereço do genro de Nilo e na Leiaute Comunicação.

A informação é que Nilo seria o dono da Bapesb e que teria usado a empresa para fraudes e recursos ilegais em campanhas políticas. Também há suspeita de que o deputado tenha manipulado pesquisas de opinião, divulgadas pela Bapesb. Em referência à investigação, a operação foi intitulada de “Opinião”.

Nilo é suspeito ainda de receber vantagens indevidas para a campanha eleitoral de 2014, quando concorreu à presidência da ALBA.  Divulgada em abril, a acusação partiu dos delatores da Odebrecht, André Vital Pessoa de Melo e Benedicto Barbosa da Silva Júnior. Na época, o deputado disputava o cargo pelo PDT.

COMENTÁRIOS dos leitores