Vereadora faz vaquinha para custear cirurgia contra câncer

Marílha Goes (PMDB) é vereadora de Aliança, na Mata Norte de Pernambuco. Ela está tentando arrecadar R$ 350 mil, mas em conversa com o LeiaJá, a peemedebista disse que até o momento só conseguiu R$ 41 mil

por Giselly Santos seg, 17/07/2017 - 15:31
Reprodução/Facebook Procedimento cirúrgico será realizado em São Paulo, no dia 12 de agosto Reprodução/Facebook

Em janeiro deste ano a vereadora pernambucana Marílha Goes (PMDB) viu sua vida mudar. Não pelo motivo que esperava, o início do primeiro mandato em Aliança, na Mata Norte de Pernambuco, mas por um diagnóstico clínico que constatou a presença de um câncer no estômago. De lá para cá, ela iniciou um tratamento em paralelo às atividades na Câmara Municipal, porém não foi o suficiente e agora lançou uma campanha para tentar arrecadar R$ 350 mil, visando custear uma cirurgia para a retirada do órgão afetado pela doença. 

O procedimento será realizado em São Paulo, no dia 12 de agosto, mas em conversa com o LeiaJá, a peemedebista disse que até o momento só conseguiu R$ 41 mil. “Sei que a minha vida não vale só isso [R$ 350 mil], mas agora está dependendo deste valor para continuar firme. O que me deixa feliz é a certeza de que ainda existem pessoas humanas e boas neste mundo, tenho fé em Deus que vou conseguir arrecadar o necessário”, afirmou, nesta segunda-feira (17). 

Marílha também explicou que tem feito quimioterapia e o tumor vem respondendo bem ao tratamento, “mas mesmo com esta boa resposta preciso fazer a cirurgia radical para a retirada de todo o estômago. É um procedimento que tem que ser feito e deixa muito caro o tratamento”. Além disso, ela pontuou que manteve as atividades legislativas e só pretende tirar licença do cargo quando fizer a cirurgia.

“Imaginamos que o SUS ia cobrir, mas o valor é muito alto e em Pernambuco não faz o procedimento que ela precisa. Agora está todo mundo na mesma corrida pela arrecadação. Colocamos caixinhas no comércio, tem pessoas doando produtos para fazer rifas, bingos, bailes. O valor é muito alto, a cidade é pequena, ajuda quem pode, a crise econômica também dificulta. Estamos em um desespero só, mas tenho fé que vamos conseguir”, reforçou a irmã da vereadora, Liliane Goes. 

Logo após o procedimento, a vereadora deve permanecer na capital paulista por mais cinco semanas, para concluir toda etapa do pós-operatório. A mobilização para conseguir arrecadar o valor que custeará o tratamento vem acontecendo através das redes sociais. Uma página no Facebook chamada “Juntos por Marilha” exibe vídeos da vereadora e de pessoas que entraram na corrente como o cantor da banda Saia Rodada, Ray, e o deputado e presidente do PSDB em Pernambuco, Antonio Moraes.  

Quem quiser doar algum valor, existe uma conta criada no site Vakinha ou pode efetuar um depósito bancário: Banco do Brasil, agência 1264-5, conta poupança 10161-3, variação 51. 

COMENTÁRIOS dos leitores