Prefeito do PTB reclama da falta de apoio de Paulo Câmara

À frente da prefeitura de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira (PTB) disse que solicitou uma reunião para conversar com o governador sobre a violência na cidade desde abril e até o momento não foi atendido

por Giselly Santos qui, 15/06/2017 - 15:15
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo O prefeito também disparou contra o deputado Vinicius Labanca (PSB) que tem base eleitoral na cidade Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

O prefeito de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife (RMR), Bruno Pereira (PTB), reclamou da falta de espaço na agenda do governador Paulo Câmara (PSB) para “discutir a viabilização de recursos para o município”. O gestor aproveitou uma audiência pública na Câmara dos Vereadores sobre segurança pública para afirmar que a ausência de projetos na cidade que reduzam a violência é "culpa da falta de parcerias" com a gestão estadual.  

O petebista disse que enviou um ofício solicitando uma reunião com Paulo Câmara desde abril, mas até o momento não houve respostas. "Uma das minhas promessas de campanha foi que a delegacia do município funcionasse 24h, também me comprometi em investir nos equipamentos e espaço físico do Batalhão da Polícia Militar, além de oferecer bonificação aos policiais, como incentivo ao combate à violência. Mas, para realizar essas ações, eu preciso que o governador autorize a formalização dessas parcerias”, explicou, na ocasião. 

O prefeito também disparou contra o deputado Vinicius Labanca (PSB), filho do ex-prefeito de São Lourenço e presidente da Agência de Regulação de Pernambuco Ettore Labanca (PSB), que, sob a ótica de Pereira, apesar de ter base eleitoral na cidade não solicita ajuda ao governador para a criação de projetos que diminuam a criminalidade no local.  

"Não tenho nenhuma vaidade e sei de nossas diferenças partidárias, mas quando a população de São Lourenço da Mata precisa de auxílio, principalmente numa área que não é só de minha responsabilidade, que é o caso da segurança pública, estou disposto a visitar o governador junto com Vinicius Labanca", pontuou. 

O LeiaJá procurou as assessorias do deputado pessebista e até o fechamento desta matéria não obteve respostas. Já a assessoria de imprensa do governador disse que não se posicionaria sobre o assunto.

COMENTÁRIOS dos leitores