Ciro diz que PSB ainda não conseguiu se encontrar

O paulista radicado no Ceará, no entanto, disse que vê com esperança o atual momento da sigla

por Taciana Carvalho dom, 11/06/2017 - 09:13
Chico Peixoto/LeiaJáImagens Ciro disse que o Brasil precisa formatar um projeto novo Chico Peixoto/LeiaJáImagens

O ex-governador e presidenciável Ciro Gomes durante coletiva de imprensa, neste sábado (10), disse que considerava uma aliança com o PSB desejável. "Mas também acho muito difícil porque o PSB, desde a tragédia da morte de Eduardo, não conseguiu se encontrar ainda e eu falo isso fraternalmente", declarou.

O paulista radicado no Ceará, no entanto, disse que vê com esperança o atual momento da sigla. "Estou vendo com muita esperança este movimento, que está acontecendo agora, traga de volta aquilo que é a sua melhor tradição, mas imaginar um partido como o PSB ajudando um governo corrupto e golpista como o do Michel Temer é uma coisa muito chocante para mim", ponderou.

Sobre o seu trabalho atual no cenário de crise, Ciro contou que "está entregue a uma tarefa de formar uma corrente de opinião. Isso é o que eu quero fazer neste instante".

Em relação ao debate eleitoral de 2018, ele disse que haverá um momento próprio para fazer o embate. "Essa tentativa vã e repetida é impossível dos políticos e jornalistas querendo antecipar os fatos de 2018. Se olhar 4 meses atras, as leituras que os políticos e jornalistas [faziam] hoje nada mais resta do que se disse há 4 meses".

Ciro disse que o Brasil precisa formatar um projeto novo, que deve abranger uma "sofisticação que a política não fará mais". Ainda destacou que o PT e o PSDB estão no mesmo centro estratégico. "Dois centros que se alternavam há mais de duas décadas no país, na mesma modelagem, um com uma nuance mais social e o outro liberal. Essa experiência quebrou o país. Há 40 anos está crescendo 2% por ano na media", criticou.

COMENTÁRIOS dos leitores